Reavivados por Sua Palavra


SALMO 142 by jquimelli
22 de março de 2017, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

Em 2012, mais de 44 milhões de pessoas na América do Norte sofriam de solidão. As estatísticas mostram que o número de pessoas que sofrem de solidão em uma escala mundial tem aumentado ao longo das décadas.

Não precisamos nos envergonhar de não estarmos bem – todos temos momentos em nossas vidas quando nos sentimos sem esperança, desanimados, solitários e até mesmo deprimidos.

Neste salmo, Davi está sozinho. Este é o homem segundo o coração de Deus em um ponto realmente baixo de sua vida. O que Davi faz neste momento aparentemente escuro e sem esperança? Ele busca a Deus? Sim, ele faz isso. Mas há ainda mais. Ele busca a Deus com confiança. Mesmo que ele duvide de tudo em sua vida, Davi sabe que Deus conhece o seu caminho (v. 3) e está no controle de sua vida. Davi se volta para Deus, reconhecendo que Ele é o único lugar de refúgio (v. 5). O único lugar onde Davi está seguro. Nós, também, só estaremos a salvo do inimigo na presença de Deus.

Davi se volta para Deus com suas prioridades corretamente definidas. Davi sabe que Deus é o seu quinhão [a sua herança] (v. 5 ARA). A palavra quinhão refere-se ao terreno destinado às tribos de Israel. Os levitas não receberam parte – O Senhor era a sua herança (Números 18:20). Da mesma forma, Davi se volta para Deus admitindo que as posses materiais não são uma prioridade – o amor e a presença de Deus são a sua maior herança.

Thandi Klingbeil
Tennessee, Estados Unidos

Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/psa/142 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/Psa/142/
Texto anterior expandido: https://reavivadosporsuapalavra.org/2013/12/27/
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Salmo 142 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas: https://credeemseusprofetas.org/



SALMO 142 – COMENTÁRIO PR EVANDRO FÁVERO – PRIMEIRO DEUS by Maria Eduarda
22 de março de 2017, 0:55
Filed under: Sem categoria



SALMO 142 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
22 de março de 2017, 0:46
Filed under: Sem categoria

SALMO 142 – Se tem alguém na história e no mundo que sofreu e ainda é alvo de bulling é o crente. Aquele que crê em Deus e confia em Sua graça e vive a piedade prática, está sempre lidando com pessoas que o estão perseguindo, desprezando e humilhando.

O Salmo em apreço aponta-nos os seguintes princípios de vida:

• A comunhão com Deus é a oração que resulta em certeza diante do clamor de um coração aflito (v. 1);
• O melhor lugar para desabafar, derramar nossas queixas e expor nossas tribulações é na presença do Deus que nos oferece esperança (v. 2);
• A melhor pessoa para conhecer nossas fraquezas, nossos defeitos e falhas e, o que vai em nosso íntimo, é Deus – sem nos condenar ou rotular (v. 3);
• Desolado, desprezado, desvalorizado e desrespeitado, quem sofre bulling deve refugiar-se, não na solidão, na introversão ou na depressão, mas no Senhor Deus (v. 4);
• Onde os fracos não têm vez nem voz, o melhor a fazer não é lutar pelos seus próprios direitos, mas clamar a Deus: “Tu és o meu refúgio; és tudo o que tenho na terra dos viventes” (v. 5);
• Onde arrogantes e fortes pensam dominar, os abatidos, humildes e perseguidos devem pedir a atenção do Deus que preza por nossas orações (v. 6);
• Aqueles que anseiam por libertação estão procurando obter uma experiência miraculosa para, então, proclamar, louvar e adorar ao Deus que ama aos humildes e justos (v. 7).

“Cárcere” neste salmo é um “termo figurado que se refere aos problemas e a condições desesperadoras da vida, causadas por inimizade, perseguição e isolamento” (Bíblia Andrews). Que cristão nunca esteve num cárcere assim? Até Davi esteve… Jesus também!

Nota-se que, “mesmo em uma situação de desespero e depressão, Davi sabe que está nas mãos de Deus. Essa consciência lhe dá coragem renovada para confiar no Senhor, o único refúgio em sua vida” (Bíblia Andrews).

Quem sofre bulling deve,

1. …Saber que Deus está esperando nossas orações;
2. …Crer que Deus conhece cada uma de nossas condições;
3. …Confiar que Deus acode-nos em todas as nossas necessidades;
4. …Fazer do Senhor o único refúgio de sua vida – em todas as ocasiões.

Precisamos clamar pela misericórdia divina para que tenhamos paz nas tribulações! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.



SALMO 142 #RPSP COMENTÁRIO ROSANA BARROS by Ivan Barros
22 de março de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Atende o meu clamor, pois me vejo muito fraco. Livra-me dos meus perseguidores, porque são mais fortes do que eu” (v. 6).


No mais interior de uma caverna um homem clama quando percebe que seu perseguidor feroz está a alguns passos de encontrá-lo. Na escuridão daquele lugar, Davi se arrisca a dar alguns passos em direção a Saul. Seu coração bate tão forte que é capaz de quebrar o silêncio da noite. Ele não diz nada, simplesmente corta um pedaço da veste do rei e retorna a passos vacilantes com a consciência pesarosa pelo que acabara de fazer. (Você pode ler o relato completo em I Samuel 24).

Davi estava refugiado no fundo de uma caverna e tinha por companhia um pequeno exército que a Bíblia chama de os valentes de Davi. Porém, ainda assim ele disse: “nenhum lugar de refúgio, ninguém que por mim se interesse” (v. 4). Ele sabia que se Saul o encontrasse não teria exército ou caverna alguma que pudesse livrá-lo de sua fúria. O seu único refúgio era o SENHOR (v. 5).

Em quem ou em que você deposita a sua confiança? Sabem porquê Davi se considerou “muito fraco”? Porque ele sabia que a sua luta não era contra os inimigos em si, mas contra as forças do mal que os governava. Davi sabia que “a nossa luta não é contra o sangue e a carne [pessoas], e sim contra os principados e potestades, contra os dominadores deste mundo tenebroso, contra as forças espirituais do mal” (Efésios 6:12). A nossa batalha não é de uns contra os outros, mas Satanás move toda a sua hoste maligna para destruir o máximo de vidas possível. Se nos consideramos fortes, grande é a queda; mas mediante o reconhecimento de nossa fraqueza, é que Deus nos torna fortes (II Coríntios 12:10).

Se fincarmos a âncora da confiança em nós mesmos, em outros ou em coisas, mais cedo ou mais tarde descobriremos que já estamos em meio às águas turbulentas quase a naufragar. Contudo, se a nossa confiança estiver firmada no SENHOR, descobriremos como Davi e como Daniel que o SENHOR dos Exércitos é Quem luta por nós: “e ninguém há que esteja ao meu lado contra aqueles, a não ser Miguel, vosso príncipe” (Daniel 10:21).

Miguel, ou seja, Jesus, já venceu a batalha no princípio (Apocalipse 12:7-9), venceu na cruz (João 12:31) e voltará “vencendo para vencer” (Apocalipse 6:2)! Ao lado dEle “somos mais que vencedores” e “nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados… nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor” (Romanos 8:37-39). Se a nossa atitude for perseverante neste sentido: “Derramo sobre Ele a minha queixa, à Sua presença exponho a minha tribulação” (v. 2); Deus sempre nos livrará do cárcere e a nossa vida será um constante louvor em testemunho a todos ao nosso redor (v. 7). Basta orar, confiar e nEle esperar!

Bom dia, refugiados no SENHOR!

Desafio do dia: Em forma de oração, escreva tudo aquilo que lhe aflige. Exponha perante Ele a sua tribulação e coloque este papel dobrado em uma “caverna” fictícia, no fundo de uma gaveta, por exemplo. Então, continue a orar e a confiar no agir de Deus.

Rosana Garcia Barros

#primeiroDeus    #Salmo142




%d blogueiros gostam disto: