Reavivados por Sua Palavra


SALMO 122 by jquimelli
2 de março de 2017, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

O salmo 122 nos fala acerca da satisfação de chegar a um lugar muito almejado. Sensações como: “Que bom estar aqui! Amo este lugar!”.

Dizem que se você viajar para Israel, desejará retornar. E foi exatamente isso que aconteceu comigo. Depois de voltar para casa de uma viagem a Israel, senti uma saudade inexplicável daquela terra e um profundo desejo de retornar. E quando voltei, anos mais tarde, tive a estranha sensação de pertencer àquele lugar.

Esta alegria manifestada pelos viajantes peregrinos ocorria porque eles finalmente chegavam ao destino, as portas da cidade de Jerusalém! Quando o viajante colocava os pés no solo da cidade de Jerusalém, que sensação de satisfação! Que alegria! Que sensação de proteção! Adentrar os portões da antiga cidade de Jerusalém era como receber um caloroso abraço.

Apenas podemos imaginar a imensa alegria que será para nós, peregrinos em direção ao céu, alcançar os portões da Jerusalém celestial e colocar os pés na “Cidade Santa” que Deus preparou para nós. Louvado seja o Seu nome para sempre!

Cindy Nash
Collegedale, Tennessee, Estados Unidos

 

Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/psa/122 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/Psa/122/
Texto anterior expandido: https://reavivadosporsuapalavra.org/2013/12/07/
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli
Texto bíblico: Salmo 122 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas: https://credeemseusprofetas.org/



SALMO 122 – COMENTÁRIO PR EVANDRO FÁVERO – PRIMEIRO DEUS by jquimelli
2 de março de 2017, 0:55
Filed under: Sem categoria



COMENTÁRIO SALMO 122 – PR. HEBER TOTH ARMÍ by jquimelli
2 de março de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

SALMO 122 – Pessoas que têm prazer em adorar a Deus sentem-se felizes em se congregar para adorar Àquele que ama nos alegrar.

Este Salmo esbanja alegria. “O salmista se alegra com a oportunidade de se juntar a outras pessoas na jornada para adorar em Jerusalém. Há alegria em adorar na companhia de irmãos na fé” – destaca o Comentário Bíblico Adventista.

Com foco no Novo Testamento, o mesmo comentário faz a seguinte aplicação: “Os v. 8 e 9 afirmam dois grandes princípios que impulsionariam todo o cristianismo: (1) amor pelos irmãos e (2) amor pela igreja. Aqueles que amam a Deus amam os irmãos que compõem a igreja de Deus”.

A igreja é o corpo de Cristo. Quem se une a Cristo se liga ao Seu corpo aqui na Terra. A união é a marca que caracteriza o cristianismo. “Cristianismo é a revelação do mais terno afeto de uns pelos outros”, declara Ellen G. White.

Contudo, por que é tão raro ver evidências dessa harmonia espiritual?

1. Porque as pessoas não estão tão dispostas a relacionarem-se umas com as outras corretamente, com alegria, entusiasmo e humilde disposição (v. 1; ver Hebreus 10:25).

2. Porque não nos sentimos tão satisfeitos e realizados por congregarmos no templo/igreja como o salmista (v. 2); assim como muitos não estão tão empolgados para chegar ao Céu (Lucas 12:42-46).

3. Porque muitos ignoram a prática dos princípios do reino de Deus na Terra; não buscam o caminho verdadeiro revelado na Palavra para nutrirem misericórdia, justiça, paz, alegria e amor divino no coração e, muito menos na sociedade – às vezes nem mesmo na igreja (vs. 3-5; ver Gálatas 5:15).

4. Porque muitos que enxergam defeitos e falhas na igreja são indiferentes, outros são críticos e acusadores e, ainda outros se afastam, quando na verdade todos deveriam fazer a diferença. Como? Orando e influenciando com atitudes positivas, movidos pela força graciosa do Espírito Santo (vs. 6-9; conferir Efésios 3:14-21).

“A chegada a Jerusalém, onde o povo de Deus adorava, era motivo de celebração” diz Richard O. Lawrence. Atualmente, a celebração na igreja é a prévia da celebração quando chegarmos à Nova Jerusalém. Os que verdadeiramente experimentam uma conversão do mundo para Deus caminham alegremente rumo à Casa do Senhor!

Vamos juntos nos alegrar? – Heber Toth Armí.



SALMO 122 – #RPSP – COMENTÁRIO ROSANA BARROS by Ivan Barros
2 de março de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Alegrei-me quando me disseram: Vamos à Casa do SENHOR” (v. 1).

Jerusalém era o centro político e religioso do povo de Israel. Era o orgulho da nação e onde ficava o templo. Além disso, nas festividades religiosas, reunia todos os judeus de todos os lugares, “as tribos do SENHOR… para renderem graças ao SENHOR” (v. 4). Era um lugar que deveria promover a paz (v. 6) e o amor fraternal (v. 8).

Da mesma sorte, hoje, o SENHOR tem um povo para chamar de Seu, “o Israel de Deus” (Gálatas 6:16), cujo propósito continua sendo o mesmo. Um povo que é fiel aos mandamentos do SENHOR porque O ama e porque ama o próximo. Um povo que por preceito e por exemplo ande “como convém a Israel” (v. 4).

A Casa do SENHOR deve ser um lugar de alegria, de paz e de amor. Deve ser um lugar onde reine a comunhão com Deus e uns para com os outros. Uma “escola” de candidatos à cidadania da Nova Jerusalém. Um lugar onde os diferentes unem-se num só propósito: render graças ao SENHOR.

Você tem orado pela paz de sua comunidade cristã? Davi orava por amor de seus irmãos e amigos (v. 8). E nós, temos feito o mesmo? Somos todos discípulos de Cristo, ou seja, alunos dispostos a aprender aos pés do Mestre? Precisamos lembrar que o SENHOR é o SENHOR da diversidade. Assim como Ele criou inúmeras variedades de plantas e de animais, Ele nos fez diferentes uns dos outros. Nunca houve, não há e nunca haverá alguém igual a você. Você é único!

Lembrem-se que Deus chamou doze tribos de Israel a partir de doze pessoas diferentes. Jesus chamou doze discípulos, doze personalidades distintas. No entanto, os reuniu com um só propósito: juntos, serem UM com Ele. E Ele orou por isso (João 17:20-21). Somos chamados para uma obra única e de consequências eternas, e não podemos esquecer que esta obra não é para a salvação apenas de um grupo em particular. Deus não chamou os doze filhos de Israel e os doze discípulos para a salvação apenas deles mesmos, mas para que fossem Seus instrumentos na terra para proclamar ao mundo as boas-novas de salvação.

“Ide, portanto, fazei discípulos de TODAS as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo” (Mateus 28:19). Eis a verdadeira mensagem de paz e de amor que o mundo precisa! Mas eis a pergunta do SENHOR ao Seu povo hoje: “A quem enviarei, e quem há de ir por Nós?” Oxalá que a nossa resposta seja igual a do profeta Isaías: “Eis-me aqui, envia-me a mim” (Isaías 6:8).

Bom dia, Israel de Deus!

Desafio do dia: Após o estudo do Salmo de hoje, compartilhe conosco a sua oração.

#primeiroDeus *Leiam #Salmo122

Rosana Garcia Barros




%d blogueiros gostam disto: