Reavivados por Sua Palavra


SALMO 61 by jquimelli
31 de dezembro de 2016, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

Nos dois primeiros versículos deste Salmo podemos imaginar um homem andando por um deserto – fraco, exausto, e aparentemente no “fim do mundo”. Qual é a sua única súplica? “Sombra!” “Põe-me a salvo na rocha mais alta do que eu” (NVI). Uma rocha alta que oferece sombra pode ser a diferença entre a vida e a morte, quando a exaustão pelo calor pode levar à insolação, ataque cardíaco e até à morte, se não houver alívio do sol.
Há pouco tempo atrás, meu filho de dois anos de idade e eu fomos nadar em uma piscina. Era um dia de sol brilhante, aparentemente quente demais para seu pequeno corpo. Mesmo estando a água fria e ele estar usando um pequeno chapéu, em apenas um curto período de tempo ele estava “queimando” em febre e sofrendo de exaustão pelo calor. Quando eu percebi isso, rapidamente o levei para fora da piscina e 12 horas mais tarde, a temperatura finalmente voltou ao normal. Isto me deu tempo para pensar com mais cuidado sobre o poder do sol e da necessidade de proteger melhor meu filho dos raios solares!
Talvez você se encontre espiritualmente andando sob um sol escaldante através de um deserto, o que faz com que seu coração fique fraco e exausto. Você está sentindo que não é capaz de continuar a viver a menos que encontre algum alívio? A Rocha que você está procurando desesperadamente, a Rocha que lhe dará sombra e lhe salvará, é Deus. Não só isso, Ele também é o seu abrigo e a sua fortaleza.
Eu penso em um abrigo como algo que me protege de uma tempestade, seja ela de areia, granizo ou de estresse e perda que afetam a todos nós. Também penso em uma fortaleza como uma estrutura que é construída para me proteger contra os inimigos que estão vindo contra mim. Podem ocorrer dificuldades específicas direcionadas contra mim pessoalmente, algumas até planejadas com antecedência, e eu preciso de um refúgio adequado para que eu possa sobreviver a eles.
Onde posso encontrar essa Rocha da Salvação, este Abrigo contra as tempestades, este Castelo Forte? Davi testifica que é no Tabernáculo – onde habita a presença de Deus.
Este Refúgio é para mim? É para qualquer um que aceita a Cristo como seu Salvador e Senhor.

Marla Samaan Nedelco

Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/psa/61
Tradução: Pr Jobson Santos/Gisele Quimelli/Jeferson Quimelli
Texto bíblico: Salmo 60 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leitura da semana programa Crede em Seus Profetas: blog Conferência Geral e blog Crede em Seus Profetas



SALMO 61 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
31 de dezembro de 2016, 0:50
Filed under: Sem categoria

O Salmo 61 é a oração de um exilado que anela desfrutar outra vez a alegria de estar no satuário de Deus. Alguns comentaristas creem que tenha sido escrito por Davi quando estava exilado por causa da rebelião de Absalão. Afirma-se que esta linda oração-poema era cantada diariamente no culto matutino nos primeiros anos da igreja cristã. CBASD, vol. 3, p. 873.

1, 2 Davi devia estar longe de casa quando escreveu este salmo. Felizmente, Deus não se limita a qualquer localização geográfica. Mesmo quando estamos entre pessoas desconhecidas e arredores, Deus nunca nos abandona. “Uma rocha mais alta” será uma planície de refúgio e segurança. Deus é a força superadora, está sempre conosco. Life Application Study Bible Kingsway.

2 Desde os confins da terra. É evidente que esta expressão é uma hipérbole e não indica distância necessariamente. É possível que a linguagem reflita o estado mental do autor. O poeta descreve de forma vívida o que sente por causa de seu distanciamento do santuário. Para ele é como se estivesse tão longe como nos confins da Terra. Ele considera Jerusalém o centro da Terra. CBASD, vol. 3, p. 873.

no abatimento. Literalmente, “na debilidade”, sugerindo desânimo. CBASD, vol. 3, p. 873.

Leva-me para a rocha que é alta demais. O viajante que percorre um deserto do Oriente se alegra quando encontra uma rocha grande e alta que se projeta acima do deserto abrasador, sob cuja sombra pode descansar ou encontrar no seu topo segurança em relação a animais selvagens ou saqueadores (ver Is 32:2). É bom orar não apenas pelo livramento, mas também a fim de resistir e se elevar acima das dificuldade, As dificuldades tendem a diminuir quando vistas de cima. CBASD, vol. 3, p. 873.

3 Tu me tens sido refúgio. Do heb machsech, “um refúgio”, ou seja, algo que oferece abrigo e proteção. CBASD, vol. 3, p. 873.

torre. Do heb migdal. Refere-se em geral a uma elevação feita por mãos humanas, como uma torre de vigia num campo (ver com. de Sl 18). CBASD, vol. 3, p. 873.

4 Assista eu. Ou, “deixe-me estar”. O salmista ora para que um dia possa ter novamente o privilégio de adorar no santuário (ver com. do Sl 15:1). CBASD, vol. 3, p. 873.

tabernáculo. Literalmente “tenda”, referindo-se à natureza temporária do santuário nessa época. CBASD, vol. 3, p. 873.

5 me destes a herança. Evidentemente se refere à herança do salmista em Canaã, simbolizando todas as bênçãos temporais e espirituais das promessas divinas. CBASD, vol. 3, p. 873.

temem o Teu nome. Nesta passagem, como acontece com frequência no AT, “nome” represnta a pessoa, às vezes com ênfase em sua natureza ou no caráter. CBASD, vol. 3, p. 728, 729.

6 Dias sobre dias acrescentas. Com absoluta confiança o salmista ora a fim de que se prolongue a vida do rei pela previdência divina. CBASD, vol. 3, p. 873.

7 que a bondade e a fidelidade o preservem. Uma linda oração por vida longa e útil na presença de Deus, governada por misericórdia e verdade (ver com. do Sl 57:3; 85:10, Pv 20:28). CBASD, vol. 3, p. 873.

8 para cumprir … os meus votos. O salmo termina com expressão do profundo desejo de participar no serviço e no culto de Deus, CBASD, vol. 3, p. 873.

Davi fez um voto de louvar a Deus todos os dias. Davi continuamente elogiava a Deus através dos momentos bons e difíceis de sua vida. Você encontra alguma coisa para louvar a Deus por cada dia? Ao fazer assim, seu coração será elevado das distrações diárias para a confiança duradoura. Life Application Study Bible Kingsway.



SALMO 61 – Comentário Pr. Heber Toth Armí. by Ivan Barros
31 de dezembro de 2016, 0:45
Filed under: Sem categoria

Uma existência sem compromisso com Deus será marcada por medos, insegurança e angústias, pois Deus é Refúgio, Fortaleza e Torre forte. Em Deus, os foragidos do pecado se tornam Seus refugiados.

Deus…

…é Rei de reis, soberano do Universo;

…faz o que nenhum rei consegue fazer;

…oferece o que nenhum outro rei pode oferecer; e,

…cumpre o que rei algum pode cumprir.

O relacionamento com Deus satisfaz o coração, acalma nossos medos e nos dá certeza de que estamos seguros quando tudo parece ruir.

  • Os que clamam em oração a Deus com coração abatido encontrarão uma Rocha Alta, Refúgio, Torre Forte (vs. 1-3).
  • Consequentemente, desejarão estar sempre presente na presença desse Deus, onde encontrarão abrigo, um esconderijo do mal (vs. 4-6).
  • Finalmente, um compromisso sério marcará o relacionamento com esse Deus por quererem permanecer sempre com Ele, louvando-O por ser quem Ele é (vs. 7-8).

Só faz compromisso sério, com votos e aliança, aqueles que conhecem e amam de verdade. Assim é o casamento; assim, também, é o relacionamento com Deus.

Como a noiva espera de seu noivo, no dia do casamento, proteção, segurança e habitação, a igreja, a noiva de Cristo, tem a promessa de proteção, segurança e habitação, do Noivo que nunca falhou em nenhuma de Suas promessas.

A intimidade com Deus não é um evento, nem deve acontecer em um momento do ano, do mês ou da semana, nem mesmo em uma hora do dia. Deve ser um estilo de vida, que acontece o tempo inteiro, ininterruptamente. Possível apenas mediante a oração incessante!

Antes de habitar com Deus no Céu é necessário habitar com Ele na Terra. Antes de desejar o Céu é necessário desejar o Deus do Céu.

Oração é feita na terra, ouvida no Céu, e executada na Terra; assim, ela é um ato humano com ações dividas.

Estar na casa/santuário/presença de Deus deve ser o desejo de cada pessoa que anseia por paz em meio aos problemas da existência. Estar junto a Deus é o melhor lugar onde alguém pode estar neste mundo de oposição, injustiça e perversão.

Na presença de Deus adquirimos força, poder e segurança para avançar com fé e determinação sem retroceder.

Não há nada mais satisfatório que receber respostas de nossas orações! – Heber Toth Armí.



SALMO 61 – #RPSP – COMENTÁRIO ROSANA BARROS by Ivan Barros
31 de dezembro de 2016, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Assim, salmodiarei o Teu nome para sempre, para cumprir, dia após dia, os meus votos” (v. 8).

Esta oração feita por Davi revela quatro coisas que são imprescindíveis na verdadeira adoração:

  1. VIDA DE ORAÇÃO: “…atende à minha oração” (v. 1);
  2. IMPORTÂNCIA DE CONGREGAR: “Assista eu no Teu tabernáculo, para sempre” (v. 4);
  3. PERSEVERAR NA COMUNHÃO: “Permaneça para sempre diante de Deus” (v. 7);
  4. ESPÍRITO DE GRATIDÃO: “Assim, salmodiarei o Teu nome, para sempre” (v. 8).

Eis o quarteto do sucesso espiritual. Não fosse o verso seis e o título do Salmo (“Oração pelo rei”), e não diríamos que esta oração foi feita por um rei. Davi expressa submissão a Deus, confessando a sua total dependência. É a oração de um servo ao seu SENHOR. De uma ovelhinha diante do seu Pastor. De uma criatura diante do Criador. E esta atitude foi simplesmente o resultado da busca. 

Em Jeremias 29:13, ASSIM DIZ O SENHOR: “Buscar-Me-eis e Me achareis quando Me buscardes de todo o vosso coração“. Uma vida consagrada a Deus não se conforma com letargia espiritual, com uma busca superficial, mas procura SEMPRE “achar” Deus em tudo o que faz. Davi desejava estar SEMPRE na Casa de Deus (v. 4); permanecer “SEMPRE diante de Deus” (v. 7); louvar SEMPRE o nome de Deus (v. 8); e termina dizendo que todos os seus votos seriam cumpridos. Isto se chama constância, perseverança. Buscar a Deus de todo o coração, portanto, envolve uma vida de constante consagração espiritual e, como consequência disso, os nossos atos revelarão Deus.

Davi pode não ter dado um testemunho tão bom quanto o de Jó ou o de Enoque, por exemplo, mas, com certeza, foi um homem segundo o coração de Deus constante em buscá-Lo, a ponto de seu nome ter servido de ilustração referente ao próprio Cristo: “Suscitarei para elas um só pastor, e ele as apascentará; o Meu servo Davi é que as apascentará; ele lhes servirá de pastor. Eu, o SENHOR, lhes serei por Deus, e o Meu servo Davi será príncipe no meio delas; Eu, o SENHOR, o disse” (Ezequiel 34:23-24; Compare com Apocalipse 7:17 e Ezequiel 37:24).

Que sejamos verdadeiros adoradores do Rei dos reis (Vide João 4:23) e que, como Davi, a nossa vida seja uma carta de Cristo (II Coríntios 3:2) e que tudo que vier em nossas mãos para fazer (votos), que os cumpramos à cada dia com fidelidade e constância para que sejamos herdeiros do que Deus preparou para os “que temem o Seu nome” (v. 5).

Feliz sábado, constantes no SENHOR!

Desafio do dia: HOJE simplesmente agradeça. Agradeça pela oportunidade de romper mais um ano com vida. 

A você, meu amado irmão ou minha amada irmã, desejo um feliz ano novo! E que cada dia de 2017 você queira estar mais perto de Deus!

*Leiam #Salmo61

Rosana Garcia Barros




%d blogueiros gostam disto: