Reavivados por Sua Palavra


JÓ 7 – #RPSP – COMENTÁRIO ROSANA BARROS  by Ivan Barros
26 de setembro de 2016, 0:38
Filed under: Sem categoria

“Por isso, não reprimirei a boca, falarei na angústia do meu espírito, queixar-me-ei na amargura da minha alma” (v. 11).

Impossível entender a Bíblia sob a ótica humana. Sabemos que a Palavra é a voz de Deus em linguagem humana, mas nós somos seres tão limitados pelo pecado que nos governa, que somente através da atuação do Espírito Santo conseguimos compreender o contexto da fala do Soberano do Universo. Estudar a Bíblia sem clamar pela direção do Espírito Santo é como uma criança em idade de alfabetização lendo um livro de Ensino Médio; ela pode até ler, mas não entenderá o que ali está escrito. O registro de hoje é praticamente uma discussão com Deus. Jó contende com Quem ele, ousadamente, chama de “Espreitador dos homens” (v. 20).

Percebemos em suas palavras o seu real anseio: morrer. Ele não conseguia mais enxergar “esperança” (v. 6). A sua situação descrita por ele mesmo no verso cinco, praticamente nos leva ao cenário deplorável de sua dor. Todo o corpo de Jó era uma ferida só, aberta e em estado de putrefação. Geralmente vemos casos em um pé, ou uma perna, ou um braço… mas, em TODO o corpo, seria como contemplar uma cena de terror.

Jó escolhe não reprimir suas palavras, e expressar toda a sua angústia diante de Deus. Ele não esconderia as suas queixas e nem a sua profunda dor perante Aquele que tudo perscruta. Ele reduz a condição do homem a nada (v. 17) e refere-se à si mesmo como “um alvo” (v. 20) da ira divina. Mas, logo após, busca o perdão de Deus, pois só consegue enxergar a sepultura como o fim de seu sofrimento.

Oh, se Jó pudesse rasgar os céus e o Céu dos céus e enxergar o olhar compassivo do SENHOR sobre ele! As chagas de seu corpo não eram maiores ou piores do que as que o Seu SENHOR receberia como opróbrio que não Lhe pertencia. Em seu profundo desespero, Jó desabafou a Deus tudo o que carregava em seu íntimo. Por mais que suas palavras fossem duras e expressassem grande amargura, ele percebeu, diante da incompreensão de seus amigos, que só poderia compartilhar a sua dor com Deus. Jó precisava de apoio emocional, e foi buscá-lo na Fonte.

É muito fácil estar por fora de uma situação e julgá-la conforme nossa própria ótica. Hoje conhecemos a história da vida de Jó desde o início até o fim. Mas o próprio personagem teve que conviver não sei quanto tempo com uma situação miserável, sem fazer ideia do porquê estava passando por tudo aquilo e sentindo-se completamente impotente a ponto de só conseguir enxergar a morte como solução eficaz. Satanás moía aquele servo sofredor e não lhe dava descanso nem de dia e nem de noite (v. 4). 

Jó desconhecia o fato de ser um palco ambulante do conflito entre o bem e o mal. O adversário não perderia a oportunidade de mostrar ao Universo que Deus estava errado com relação a Jó, por isso o esmiuçou e o maltratou severamente. Mas Jó jamais seria provado além do que pudesse suportar (Vide I Coríntios 10:13). Portanto, quando Deus disse e confirmou as características de Jó a Satanás, já estava com a recompensa de seu “servo bom e fiel” (Mateus 15:23) preparada.

Quando os teus olhos apenas enxergarem a dor (v. 7), quando os olhos dos que estão ao seu redor (v. 8) o acusarem, lembre-se: “Eis que os olhos do SENHOR estão sobre os que O temem, sobre os que esperam na Sua misericórdia” (Salmo 33:18). Jó podia não enxergar naquele momento, mas a sua “tortura” (v. 15) seria convertida em completa alegria.

O homem temente a Deus estava sob o olhar do SENHOR do Universo, e Deus não deixaria sem resposta a sua queixa. Deus o conservava com vida porque Jó conservava o seu coração pela fé. Como está escrito: “o justo viverá pela sua fé” (Habacuque 2:4). Com a mesma sinceridade que Jó serviu a Deus nos bons momentos, ele clamou a Deus nos maus. “Está alguém entre vós sofrendo? Faça oração. Está alegre? Cante louvores” (Tiago 5:13). Qualquer que seja a tua situação hoje, vá até o Perscrutador de corações e perceberás que as tuas dores, nas mãos dEle tornam-se degraus para encontrares alívio, não na sepultura, mas na vida eterna que Ele tem preparada para os que O temem.

Bom dia, tementes a Deus!

Desafio do dia: Faça uma lista de “queixas” e as apresente a Deus em oração. Inutilize em seguida a lista, sabendo que Deus irá agir no devido tempo.

*Leiam #Jó7

Rosana Garcia Barros


2 Comentários so far
Deixe um comentário

LOUVADO SEJA DEUS PELO SEU CUIDADO COMIGO POIS ATE AQUI TEM ME AJUDADO

Comentário por ANTONIO CARLOS JOSE SOARES

Amém! Tenho orado por ti, querido irmão Antônio. Que o SENHOR continue sendo contigo!
Graça e paz!
Rosana Garcia Barros

Comentário por nanalipe




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: