Reavivados por Sua Palavra


SALMO 14 by jefersonquimelli
16 de fevereiro de 2020, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/sl/14

Uma das primeiras coisas que lembro da minha infância é que eu era capaz de ser egoísta e violenta. Eu tinha vários irmãos. Ao mesmo tempo em que os amava (naquela época e agora também), lembro-me de, em alguns momentos, não gostar deles e até mesmo desejar fazer-lhes mal. Isto acontecia a despeito de sermos uma família amorosa e de eu nunca ter observado nada que não fosse amor incondicional e perdão da parte dos meus pais. Então, no fundo do meu coração, eu tenho que concordar com esse Salmo: “não há ninguém que faça o bem, não há nem um sequer” (v. 3, NVI).

Nenhum de nós pode considerar-se justo por natureza. Apesar disso, temos a maravilhosa promessa de que Deus está conosco e amoravelmente nos perdoa e restaura a nossa sorte. Ao compreendermos a bondade de Deus para conosco conseguimos até mesmo participar, como este Salmo descreve, dos atos dos justos.

Lisa Clark Diller
Diretora Depto História e Ciências Políticas
Southern Adventist University – EUA

Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=738
Tradução: Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli



SALMO 14 – COMENTÁRIO PR. ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
16 de fevereiro de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria



SALMO 14 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by jefersonquimelli
16 de fevereiro de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

SALMO 14 – Podemos encontrar neste Salmo um foco escatológico: Juízo investigativo, libertação do remanescente fiel, e, condenação universal dos ímpios. Será importante fazer uma análise relevante sobre ele.

Tire um tempo. Medite neste Salmo antigo, contendo uma mensagem tão atual!

“O Salmo 14 apresenta um quadro bem resumido da decadência moral generalizada num mundo ímpio, com a certeza de que Deus está com o justo” (Francis D. Nichol). Seus pontos relevantes podem ser assim sumariados:
1. O ateu tem um credo, ele é crente: Crê que Deus não existe (v. 1);
2. Deus procura do Céu alguém que não seja ateu nem no estilo de vida (vs. 2-4);
3. Deus protegerá um remanescente fiel entre os perversos do mundo (vs. 5-6);
4. O crente fiel, confiante nas divinas promessas misericordiosas, tem esperança (v. 7).

Pior que crer que Deus não existe é crer que Ele existe, mas viver como se Ele não existisse. Pior que ser ateu é autodenominar-se cristão, porém viver sem Cristo. Mais terrível que negar a graça da salvação é ir para o inferno acreditando piamente que está indo para o céu.

O Comentário Bíblico Africano explica que, há muita gente que frequenta os cultos e as reuniões de oração da igreja e até jejua, mas exibe atitudes e ações que não correspondem aos mandamentos de Deus. Apesar de reconhecerem que Deus está nos Céus, não permitem quem Ele tenha influência sobre sua vida e relacionamentos. Em decorrência, a sociedade africana está repleta de corrupção, opressão, divisões étnicas e males afins. As palavras de lamento e súplica do salmista constituem, portanto, um desafio tanto a cristãos quanto para aqueles que rejeitam a Deus explicitamente.

As atitudes falam mais alto que as palavras. Quem anda com o Deus santo e justo refletirá Seu amoroso caráter, mas quem preferir distância dEle terá atitude “tão perversa quanto o diabo” (George R. Knight); como incrédulo, “suas palavras são gás venenoso… espinho é o que produzem para vender” (v. 1).

Merril F. Unger alega que nestes versos “descrevem-se a apostasia e a corrupção humanas, especialmente o período que precederá a segunda vinda de Cristo, quando [o povo de Deus] sofrerá violenta perseguição. [Então] ora-se pelo advento do Messias, que trará salvação […] e jubilante restauração”.

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.



SALMO 14 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
16 de fevereiro de 2020, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Todos se extraviaram e juntamente se corromperam; não há quem faça o bem, não há nem um sequer” (v.3).

Que Salmo forte o de hoje! Uma séria advertência, e, ao mesmo tempo, uma grande esperança. Apesar da corrupção que se alastra e que torna os homens cada vez mais imerecedores da graça de Cristo, a ausência de mérito é a razão pela qual a graça nos é estendida. Vejamos o que diz Ellen White a respeito disto: “A graça é um atributo de Deus, exercido para com as indignas criaturas humanas. Não a buscamos, porém ela foi enviada a procurar-nos. Deus Se regozija de conceder-nos Sua graça, não porque somos dignos, mas porque somos tão completamente indignos. Nosso único direito à Sua misericórdia é nossa grande necessidade” (A Ciência do Bom Viver, p. 161).

Estamos todos inseridos no grupo citado no verso três. A Bíblia é bem clara ao usar a expressão: “Todos se extraviaram”. Todavia, o texto continua ressaltando que há duas classes de pessoas: “os obreiros da iniquidade” (v.4) e “a linhagem do justo” (v.5). Como vimos, a graça é inerente a Deus e somente a Deus. Falando ao pé da letra, somos desgraçados, e, portanto, desprovidos de graça. Mas ela nos é enviada como uma das maiores provas do inexplicável e incondicional amor de Deus por nós.

Enquanto a nossa natureza é completamente imerecedora da graça de Deus, Ele a tem derramado como chuva torrencial sobre nós. Então, há quem a aceite e quem a rejeite. Quando a aceitamos, ela desce sobre nós e nos veste como uma luva, fazendo com que, diante de Deus, sejamos justificados. Porém, quando ela é rejeitada, os pecados ficam aparentes e, de forma consciente (v.4), os obreiros da iniquidade tornam-se mensageiros das trevas a declarar: “Não há Deus” (v.1).

De que lado você está, amado(a)? Você tem sido um arauto da verdade, proclamando em alto e bom som de que o Senhor é Deus? Ou tem brincado de ser cristão fazendo com que as pessoas ao seu redor desacreditem de Deus? Você pode ter pensado até hoje que o fato de ser membro de uma igreja já lhe dá o direito de um passaporte para o Céu. Que ter um cargo ou um ministério lhe dá o direito de ser um herdeiro das riquezas celestes. Pois o Salmo de hoje nos diz: Ai de nós se dependêssemos de nossas ações para adentrar no lugar santo na presença de um Deus Santo (Ap.4:8). Porque “já não há quem faça o bem” (v.1).

Quando veio “a Salvação de Israel” (v.7), Jesus Cristo, e declarou ao povo que haverá apenas duas classes de pessoas no Dia de Seu regresso, também falou a respeito da surpresa dos salvos em serem declarados justos (Mt.25:37-39). A salvação do Israel atual de Deus (Gl.6:16) não dependerá de suas obras, mas, motivados pela graça salvífica de Jesus, suas vidas foram verdadeiros luzeiros de Cristo a brilhar neste mundo para a glória de Deus (Mt.5:16). No Senhor se refugiaram (v.6) e, muito em breve, nEle exultarão e se alegrarão (v.7).

Que a nossa vida jamais seja pedra de tropeço, mas escondida em Deus, seja a maior prova de que “Deus está com a linhagem do justo” (v.5) e que Ele em breve voltará para “restaurar a sorte do Seu povo” (v.7). Vigiemos e oremos!

Feliz semana, salvos pela graça de Cristo!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Salmo14 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



SALMO 14 – COMENTÁRIO PR. RONALDO DE OLIVEIRA by Maria Eduarda
16 de fevereiro de 2020, 0:10
Filed under: Sem categoria



SALMO 14 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jefersonquimelli
16 de fevereiro de 2020, 0:05
Filed under: Sem categoria

628 palavras

O Salmo 14 apresenta um quadro bem resumido de decadência moral generalizada num mundo ímpio, com a certeza de que Deus está com o justo. Este Salmo aparece novamente com poucas variações no Salmo 53. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 3, p. 744.

1-3 O homem natural, o que não aceitou a salvação, não tem mérito próprio, pelo qual possa apelar perante o Deus que declara que todos pecaram (Rm 3.23). Bíblia Shedd.

Nos tornamos ateus na prática quando confiamos mais em nós mesmos do que em Deus. Life Application Study Bible Kingsway.

insensato. Do heb. nabal, uma pessoa deficiente, seja no aspecto moral ou intelectual, ou em ambos. O nabal, neste caso, parece ser alguém que não tem sabedoria, valores morais, nem percepção espiritual, que despreza a moral e os valores religiosos, alguém materialista que julga os valores segundo sua dimensão e poder. CBASD, vol. 3, p. 745.

O insensato pode ser altamente inteligente, segundo os padrões do mundo. Mas ele se esquece da natureza verdadeira da realidade (Ec 2:14). Bíblia de Genebra.

Não há Deus. O insensato pode professar crer em Deus com propósito social e comercial, mas “em seu coração”, não há lugar para essa crença (ver Rm 1:20, 21). CBASD, vol. 3, p. 745.

Podem professar crer em Deus, mas em seu coração, seu verdadeiro eu, ele é praticamente ateu, agindo como se Deus não existisse. Andrews Study Bible.

Do céu. Deus é descrito, contrariando o que diz o insensato (v. 1), inclinando-Se desde o céu para escrutinar as atividades dos mortais (ver Sl 102:19). CBASD, vol. 3, p. 745.

alguém que busque a Deus. Os que realmente buscam a Deus estão mencionados do Sl 15. Bíblia de Estudo NVI Vida.

e juntamente se corromperam. Do heb ‘alah, relacionado a uma raiz árabe empregada para descrever o leite fermentado. CBASD, vol. 3, p. 745.

não há quem faça o bem. A prevalecente maldade no mundo é mostrada graficamente; Davi (143:2) e Paulo (que cita este verso em Rm 3:12) também reconheceram que, em essência, toda a humanidade é má e pecadora. Andrews Study Bible.

Não importa o quando façamos ou consigamos comparado aos outros, nenhum de nós pode se orgulhar de sua retidão e bondade quando comparado ao padrão de Deus. Deus não apenas espera que obedeçamos às suas orientações, mas quer que O amemos de todo o coração. Ninguém, exceto Jesus, conseguiu fazer isso perfeitamente. Porque todos caímos todos devemos retornar a Cristo para que nos salve (Rm 10.9-11). Você já pediu a Ele pela sua salvação? Life Application Study Bible Kingsway.

não entendem. A pergunta desse versículo é colocada na boca de Deus. É possível ao ser humano ser tão falto de compreensão a ponto de pensar que Deus não o castigue? CBASD, vol. 3, p. 745.

devoram o meu povo … não clamam ao Senhor! Mais uma caracterização dos ímpios. Vivem pela violência das próprias mãos e não dependem do Senhor (v. 10.2-4). Bíblia de Estudo NVI Vida.

Tomar-se-ão de grande pavor. Quando Deus Se levantar como juiz, o pavor se apoderará deles. CBASD, vol. 3, p. 745.

humildes. O ímpio, que não crê em Deus, zombou dos planos e propósitos do humilde que nEle confia. CBASD, vol. 3, p. 745.

o seu refúgio. Deus pode predominar sobre os planos iníquos dos malfeitores para o bem dos aflitos. Bíblia de Genebra.

7 Davi anseia pela salvação de Deus e aguarda pela fé. Bíblia Shedd.

Sião. Ver com. do Sl 2:6.Com frequência ele fala de Sião como a morada de Deus, de onde Ele governa como soberano do mundo. CBASD, vol. 3, p. 745.

Jacó. Este nome é com frequência usado em alternância com “Israel” (ver Sl 78:21, 71; 105:23). “Jacó” é o outro nome para o povo hebreu e ocorre em todo o AT (ver Is 2:3; Am 7:2; sobre “Israel”), ver com. de Gn 32:28). O salmo que começa com um quadro de impiedade universal, encerra-se expressando a esperança na salvação final de Israel. CBASD, vol. 3, p. 745.




%d blogueiros gostam disto: