Reavivados por Sua Palavra


SALMO 14 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
16 de fevereiro de 2020, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Todos se extraviaram e juntamente se corromperam; não há quem faça o bem, não há nem um sequer” (v.3).

Que Salmo forte o de hoje! Uma séria advertência, e, ao mesmo tempo, uma grande esperança. Apesar da corrupção que se alastra e que torna os homens cada vez mais imerecedores da graça de Cristo, a ausência de mérito é a razão pela qual a graça nos é estendida. Vejamos o que diz Ellen White a respeito disto: “A graça é um atributo de Deus, exercido para com as indignas criaturas humanas. Não a buscamos, porém ela foi enviada a procurar-nos. Deus Se regozija de conceder-nos Sua graça, não porque somos dignos, mas porque somos tão completamente indignos. Nosso único direito à Sua misericórdia é nossa grande necessidade” (A Ciência do Bom Viver, p. 161).

Estamos todos inseridos no grupo citado no verso três. A Bíblia é bem clara ao usar a expressão: “Todos se extraviaram”. Todavia, o texto continua ressaltando que há duas classes de pessoas: “os obreiros da iniquidade” (v.4) e “a linhagem do justo” (v.5). Como vimos, a graça é inerente a Deus e somente a Deus. Falando ao pé da letra, somos desgraçados, e, portanto, desprovidos de graça. Mas ela nos é enviada como uma das maiores provas do inexplicável e incondicional amor de Deus por nós.

Enquanto a nossa natureza é completamente imerecedora da graça de Deus, Ele a tem derramado como chuva torrencial sobre nós. Então, há quem a aceite e quem a rejeite. Quando a aceitamos, ela desce sobre nós e nos veste como uma luva, fazendo com que, diante de Deus, sejamos justificados. Porém, quando ela é rejeitada, os pecados ficam aparentes e, de forma consciente (v.4), os obreiros da iniquidade tornam-se mensageiros das trevas a declarar: “Não há Deus” (v.1).

De que lado você está, amado(a)? Você tem sido um arauto da verdade, proclamando em alto e bom som de que o Senhor é Deus? Ou tem brincado de ser cristão fazendo com que as pessoas ao seu redor desacreditem de Deus? Você pode ter pensado até hoje que o fato de ser membro de uma igreja já lhe dá o direito de um passaporte para o Céu. Que ter um cargo ou um ministério lhe dá o direito de ser um herdeiro das riquezas celestes. Pois o Salmo de hoje nos diz: Ai de nós se dependêssemos de nossas ações para adentrar no lugar santo na presença de um Deus Santo (Ap.4:8). Porque “já não há quem faça o bem” (v.1).

Quando veio “a Salvação de Israel” (v.7), Jesus Cristo, e declarou ao povo que haverá apenas duas classes de pessoas no Dia de Seu regresso, também falou a respeito da surpresa dos salvos em serem declarados justos (Mt.25:37-39). A salvação do Israel atual de Deus (Gl.6:16) não dependerá de suas obras, mas, motivados pela graça salvífica de Jesus, suas vidas foram verdadeiros luzeiros de Cristo a brilhar neste mundo para a glória de Deus (Mt.5:16). No Senhor se refugiaram (v.6) e, muito em breve, nEle exultarão e se alegrarão (v.7).

Que a nossa vida jamais seja pedra de tropeço, mas escondida em Deus, seja a maior prova de que “Deus está com a linhagem do justo” (v.5) e que Ele em breve voltará para “restaurar a sorte do Seu povo” (v.7). Vigiemos e oremos!

Feliz semana, salvos pela graça de Cristo!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Salmo14 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: