Reavivados por Sua Palavra


JÓ 23 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
14 de janeiro de 2020, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Mas Ele sabe o meu caminho; se Ele me provasse, sairia eu como o ouro” (v.10).

Já participei algumas vezes de tribunais de júri, e garanto que os acusados não ficam à vontade perante o juiz. Alguns gaguejam, outros permanecem calados, e há ainda aqueles que defendem insistentemente a sua inocência. Não é confortável estar diante de um tribunal quando a culpa é evidente e há provas quanto a isto. Jó, contudo, pediu para que pudesse estar diante do tribunal de Deus (v.3). Ele desejou apresentar-se perante o grande Juiz e expor os seus argumentos (v.4). Ele tinha certeza de que a sua causa diante de Deus, ao contrário do veredito de seus amigos, alcançaria justiça e liberdade (v.7). Apesar de não ver a Deus, ele sabia que o Senhor não o perdia de vista e que depois de toda aquela provação, o resultado seria como o mais puro ouro (v.10).

Jó desejava estar na presença de Deus e ele não se perturbou e nem desfaleceu o coração por causa de todo o sofrimento que passou (v.17), mas de saudade lhe desfalecia o coração (Jó 19:27). Ele tinha saudades de Quem que nunca havia visto, e, apesar da sua condição miserável, Deus era o único perante o qual desejava estar. Jó só pisava onde sabia ser seguro (v.11) e, em seu íntimo, guardava as palavras da boca de Deus (v.12). Eis o segredo da integridade e da retidão daquele homem: O “assim diz o Senhor” era a sua regra de fé e prática.

Todas as manhãs, somos despertados pelo Espírito Santo a declarar o Seu apelo: “Hoje, se ouvirdes a [Minha] voz, não endureçais o vosso coração” (Hb.3:15). A oração e a Bíblia devem compor o nosso primeiro desjejum. Cercados como estamos das influências profanas, a armadura de Deus deve ser a nossa primeira roupa diária. E antes de lavar o corpo, precisamos clamar pelo “lavar regenerador e renovador do Espírito Santo” (Tt.3:5). Só assim, estaremos prontos para combater o bom combate e rejeitar as obras da carne. Pois, “os que são de Cristo Jesus crucificaram a carne, com as suas paixões e concupiscências. Se vivemos no Espírito, andemos também no Espírito” (Gl.5:24-25).

Não havia palavras ou costumes humanos que desviassem Jó da vontade de Deus. O Está Escrito era o seu aio. E quem assim procura viver, meus amados, não há como não sentir saudades de um Deus que, pela fé, sempre está por perto. Você sente saudades do teu Criador? Tem tirado um tempo de qualidade diário para conversar com Ele e para ouvir a Sua voz? Para aquele que O busca de todo o coração, ainda que sobrevenham provações, estas não lhe servirão de tropeço, mas de instrumentos de purificação, para que, como Jó, torne-se o mais puro ouro nas mãos de Deus. Porque assim diz o Senhor: “Farei passar a terceira parte pelo fogo, e a purificarei como se purifica a prata, e a provarei como se prova o ouro; ela invocará o Meu nome, e Eu a ouvirei; direi: é Meu povo, e ela dirá: O Senhor é meu Deus” (Zc.13:9). Vigiemos e oremos!

Bom dia, ouro do Senhor!

Desafio da semana: Leia Tiago 1:2-4, 12. Medite neste texto à cada manhã e clame ao Espírito Santo por sabedoria e perseverança.

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Jó23 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: