Reavivados por Sua Palavra


II CRÔNICAS 27 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
10 de novembro de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria

II CRÔNICAS 27 – Nossa vida, família, cidade, nação e mundo seriam bem melhores se houvesse mais busca pela vontade de Deus!

Jotão “foi um rei bom e próspero”. Ele “reinou de c. 750 a c. 732” a.C. escreveu Merril F. Unger. “Sua força residia no fato de considerar Deus em tudo o que fazia” (William MacDonald). “Sua vitória sobre os amonitas foi atribuída ao favor de Deus para com ele” (Kenneth A. Mathews).

O relato de Jotão encontra paralelo em II Reis 15:32-38, contudo “de forma característica, o autor de Crônicas salienta a causa da prosperidade: consagração ao Senhor” (Francis D. Nichol), conquanto “o povo continuava na prática do mal” (v. 2). Pela falta de reparo espiritual, as coisas não permaneceriam avançando bem. “Os pronunciamentos dos profetas desse período dão evidências de que existia uma corrupção moral profundamente arraigada que estava minando a força da nação (Is. 1:4; 21-24; Os 4:1, 2; Mq 3:10-12)” (Nichol).

“A descrição do reino de Jotão é uma das mais breves em Crônicas. O ponto principal que o autor quer assinalar é que, diferente de seu pai, Jotão não foi dominado pelo orgulho como resultado do poder. A comparação é clara: ‘Havendo-se já fortalecido, exaltou-se o seu coração para a sua própria ruína’ (26:16), mas Jotão ‘se foi tornando mais poderoso, porque dirigia os seus caminhos segundo a vontade do Senhor, seu Deus (27:6). Uma pessoa pode tornar-se poderosa e continuar verdadeira para com Deus” (Nupanga Weanzana).

“Jotão viria a ser considerado um bom rei, apesar de seu filho, Acaz, ter sido um rei perverso. Na verdade, desde Jotão, décimo primeiro rei de Judá, até Zedequias, o vigésimo e último rei de Judá, somente Jotão, Ezequias e Josias foram chamados de reis bons – três dentre dez. O Senhor manteve a lâmpada de Davi acesa em Jerusalém todos esses anos, mas chegou um momento em que precisou deportar a nação para Babilônia e castigar o povo por seus pecados […]. No entanto, apesar dos pecados e das fraquezas de seu povo, o Senhor guardou um remanescente piedoso em sua nação, e seria desse remanescente que um dia viria o Messias” (Warren W. Wiersbe).

Deixe Deus dirigir teus caminhos, então verás quão bom será. Deixe-O ser teu Deus e serás recompensado! – Heber Toth Armí.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: