Reavivados por Sua Palavra


2REIS 4 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
25 de agosto de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Então, lhos pôs diante; comeram, e ainda sobrou, conforme a palavra do Senhor” (v.44).

As duas primeiras histórias do capítulo de hoje retratam duas diferentes realidades: a primeira de uma viúva pobre com dois filhos e a segunda de uma mulher rica que não tinha filhos. Duas situações: pobreza e riqueza. Dois dilemas: o risco de perder dois filhos e o sonho da maternidade. A pergunta feita por Eliseu à viúva: “Que te hei de fazer?” (v.2), também foi usada por Jesus de forma reiterada mesmo que diante de necessidades óbvias. Por exemplo: Jesus perguntou a dois cegos o que eles queriam que lhes fizesse (Mt.20:32). Ora, mas não era óbvio que os homens desejavam enxergar novamente? Então porque a pergunta? Porque ela requer de nós uma resposta, e a nossa resposta pode ser a afirmação da nossa fé, confiança e dependência total de Deus, ou de nossa rejeição à provisão divina.

O que a viúva chamou de nada, Deus transformou em tudo o que ela e a sua casa precisavam. A ordem era que ela pegasse emprestado com seus vizinhos o máximo de vasilhas que conseguisse. As bênçãos que Deus concede a um lar devem ser bênçãos compartilhadas. As vasilhas dos vizinhos podem representar todos aqueles que o Senhor coloca em nosso caminho para que sejamos seus abençoadores. Temos em nossas mãos o privilégio e a responsabilidade de enchermos outros lares com o “azeite” do amor de Deus. Mas, para que isto aconteça, antes, precisamos “fechar a porta” sobre nós e nossos filhos e, juntos, enchermos as vasilhas até que transbordem.

Não podemos encher a “vasilha” de ninguém se, antes, não estivermos com a nossa cheia. Não dá para apresentarmos Jesus a outras pessoas, se nem mesmo O conhecemos. Atrás da porta de nossa casa deve haver uma família unida em um só propósito: receber do Senhor o “azeite” do Espírito Santo para que sejamos Seus cooperadores na busca por outras famílias. Quando compreendermos que dar é melhor do que receber (At.20:35), nós e nossa família viveremos “do resto” (v.7) felizes e satisfeitos com a provisão do Senhor. Porque o resto de Deus não é do pior que sobra, mas do melhor da fartura.

A mulher rica entendeu isto, e decidiu compartilhar de seus bens materiais com o “santo homem de Deus” (v.9). E foi por dar sem esperar nada em troca, que o Senhor lhe concedeu tudo o que ela sempre sonhou: um filho. Só que o sonho durou pouco e o filhinho tão esperado e tão amado, morreu. O que mostra que os nossos sonhos neste mundo podem ser frustrados, mas com Deus, ainda que estejamos sofrendo “em amargura” (v.27), podemos responder como aquela mulher enlutada: “Tudo bem” (v.26).

O homem de Deus entrou naquele quarto e “fechou a porta sobre eles ambos e orou ao Senhor” (v.33). O quarto que a mulher havia preparado para o profeta tornou-se em palco de um grande milagre. “Que te hei de fazer?” (v.2), é a pergunta que Jesus nos faz hoje. É a respeito de um filho? Quando você pensar que a porta se fechou, Deus, “no tempo determinado” (v.17), fará um milagre e lhe dirá: “Toma o teu filho” (v.36). É a dificuldade financeira? Confia no Deus Provedor, “porque assim diz o Senhor: Comerão, e sobejará” (v.43). É algo que você julga não ter solução, uma verdadeira “morte na panela” (v.40)? Ele transforma o luto em júbilo e onde havia morte, em banquete e alegria.

Como a mulher rica apegou-se a Eliseu, diga hoje ao Senhor: – “Não Te deixarei” (v.30), Senhor! Ainda que debaixo de ameaças (v.1-7); ainda que não tenha o que sempre sonhei (v.14); ainda que em luto (v.26); ainda que não veja saída para o meu problema (v.40); ainda que pareça que tenho pouco (v.43), ou mesmo nada (v.2); NÃO TE DEIXAREI, MEU DEUS! Porque só o Senhor toma do pouco ou do nada, e transforma em um tudo abundante! Confiemos, vigiemos e oremos!

Bom dia, filhos do Deus da perfeita provisão!

Rosana Garcia Barros

PrimeiroDeus #2Reis4 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: