Reavivados por Sua Palavra


1REIS 13 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
12 de agosto de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Tornou-lhe ele: Também eu sou profeta como tu, e um anjo me falou por ordem do Senhor, dizendo: Faze-o voltar contigo a tua casa, para que coma pão e beba água. (Porém mentiu-lhe)” (v.18).

O capítulo de hoje apresenta uma das histórias mais intrigantes da Bíblia. Conhecido apenas como “um homem de Deus” (v.1), este profeta foi encarregado em declarar uma mensagem de juízo a Jeroboão. Entretanto, o Senhor não o havia instruído apenas quanto ao conteúdo da mensagem, mas também quanto ao seu procedimento no retorno para casa. Com palavras fortes e em alto e bom som, o profeta expôs a Jeroboão o juízo vindouro sobre “os sacerdotes dos altos” (v.2) e um sinal para provar a veracidade de suas palavras.

Nem o altar rachado, ou a sua mão ressequida e a cura milagrosa foram suficientes para mudar o coração do rei de Israel. Com os olhos voltados para o instrumento humano, ofereceu-lhe recompensa, que logo foi recusada em obediência ao “Assim diz o Senhor”. Encontramos muitas vezes esta expressão sendo utilizada pelos profetas. É como se fosse a assinatura de Deus na linguagem humana. É a forma de Deus de nos dizer: “Quem está falando é o homem, mas quem está inspirando-o sou Eu”.

Mas apesar da recusa inicial do profeta e da sua fidelidade à ordem que o Senhor lhe havia dado “pela Sua palavra” (v.9), apareceu um terceiro personagem que representou a sua ruína. O profeta velho apresentou ao homem de Deus justamente uma palavra contrária a que Deus o havia ordenado: “Porém mentiu-lhe” (v.18). A Bíblia não diz o motivo da mentira que custou a vida daquele homem. Mas nos revela sobre o perigo do engano. Percebam que o Senhor havia dito: “Não comerás pão, nem beberás água” (v.9). E o falso profeta disse: “que coma pão e beba água” (v.18).

Foi uma contrafação como esta que causou a queda de nossos primeiros pais. Deus havia dito: “De toda árvore do jardim comerás livremente, mas da árvore do conhecimento do bem e do mal não comerás; porque, no dia em que dela comeres, certamente morrerás” (Gn.2:16-17). Então, Satanás distorceu a palavra do Senhor ao questionar: “É assim que Deus disse: Não comereis de toda árvore do jardim?” (Gn.3:1). E diante da resposta da mulher, veio a maior e a primeira de todas as mentiras: “É certo que não morrereis” (Gn.3:4).

Amados, por mais lamentável que tenha sido o fim daquele homem de Deus, ele sofreu os resultados de se dar crédito à palavras humanas em detrimento da Palavra de Deus. Como ele foi enganado por aquele falso profeta, Jesus nos advertiu que “surgirão falsos cristos e falsos profetas operando grandes sinais e prodígios para enganar, se possível, os próprios eleitos” (Mt.24:24).

Portanto, meus irmãos, na jornada que nos levará para Casa, não é hora de ficarmos ociosos como o homem de Deus, “sentado debaixo de um carvalho” (v.14), mas “já é hora de vos despertardes do sono; porque a nossa salvação está, agora, mais perto do que quando no princípio cremos” (Rm.13:11). Vigiemos e oremos!

Bom dia, vigilantes de oração!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #1Reis13 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: