Reavivados por Sua Palavra


1REIS 7 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
6 de agosto de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria

“… Hirão era cheio de sabedoria, e de entendimento, e de ciência para fazer toda obra de bronze. Veio ter com o rei Salomão e fez toda a sua obra” (v.14).

Grandes e suntuosos edifícios foram construídos no reinado de Salomão. Seus palácios e a famosa arquitetura fenícia das edificações declaravam por si só a potência da nação no cenário mundial. Definitivamente, Salomão não poupou esforços e capital com a finalidade de construir um grande império. Mas também sabia que, quanto maior a nação, maiores as responsabilidades, e um lugar específico foi construído para julgar o povo.

Para fazer todas as peças de bronze polido, Salomão mandou chamar Hirão, filho de uma israelita da tribo de Naftali com um homem de Tiro. A Bíblia destaca três qualidades nesse artesão: “cheio de sabedoria, e de entendimento, e de ciência para fazer toda obra de bronze” (v.14). Com certeza foi um homem usado por Deus para a realização de Sua obra. E para que o Senhor possa nos encher, como precisamos estar? Vazios, não é verdade? Precisamos nos esvaziar de nós mesmos, para que então Deus nos encha de Seu Espírito.

É impressionante a riqueza de detalhes dos objetos feitos por Hirão. Quando Deus concede um dom a quem humildemente aceita recebê-lo, isto resulta em “tesouros da Casa do Senhor” (v.51). Pois, a “manifestação do Espírito é concedida a cada um visando a um fim proveitoso” (1Co.12:7). O Espírito Santo não concede o dom que escolhemos, mas nos escolhe para o dom que dará resultados para a glória de Deus. Eis qual deve ser a nossa atitude constante diante dos dons que o Senhor nos concede: “Mas agora, ó Senhor, Tu és nosso Pai, nós somos o barro, e Tu, o nosso Oleiro; e todos nós, obra das Tuas mãos” (Is.64:8). Como barro nas mãos do Oleiro, nossa vida deve ser usada como uma “fábrica” de tesouros para o Senhor.

O templo levou sete anos para ficar pronto. Os palácios levaram treze anos para serem concluídos. Enquanto vivemos, este é o tempo que Deus tem para fazer a Sua obra em nós. Permitamos que o Oleiro nos molde e nos encha do Seu Espírito, assim seremos transformados em “pedras de valor” (v.10), lapidadas por dentro e por fora, preparadas para comparecer diante da Sala do Trono da Majestade dos Céus, tendo sido justificados mediante a fé em Cristo Jesus. Hoje, a nossa maior necessidade não é de belas construções. A nossa maior necessidade é de um despertar da verdadeira piedade e a maior necessidade do mundo é a de ser alcançado por este reavivamento. Comece esta obra a mostrar seus resultados na nossa vida e na nossa casa, e nem as maiores edificações do mundo poderão superar o brilho da igreja do Deus vivo. Vigiemos e oremos!

Bom dia, pedras de valor!

Desafio da semana: Faça uma pesquisa sobre os maiores palácios e castelos do mundo. Então, leia Apocalipse 21:1 – 22:5, e perceba se ainda vale a pena sonhar com os tesouros desta Terra.

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #1Reis7 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: