Reavivados por Sua Palavra


HOJE COMEÇAMOS A LER DEUTERONÔMIO! by jquimelli
15 de março de 2019, 1:05
Filed under: Sem categoria

O último livro da Torá (o Pentateuco)!

Um livro amplamente citado por Jesus, em especial quando tentado. Faríamos muito bem em estudá-lo cuidadosamente!



DEUTERONÔMIO 1 by jquimelli
15 de março de 2019, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: http://biblia.com.br/novaversaointernacional/deuteronomio/dt-capitulo-1/

Deuteronômio é o último dos cinco livros de Moisés, o chamado Pentateuco. Deuteronômio contém as últimas palavras de Moisés, onde ele revê a história do relacionamento de Deus com Israel.
Essa relação mostra que Deus não muda (Ml 3:6), e que “Jesus Cristo é o mesmo ontem, hoje e sempre” (Hb 13:8). Nem mesmo Israel mudou muito, pois era um povo rebelde, que geralmente correspondia ao amor de Deus com desobediência.

Quão breve se esqueceram das intervenções de Deus em favor deles! Era o momento de entrar em Canaã, a terra que Deus prometera a Israel desde o tempo de Abraão. Mas os dez homens que espiaram a terra voltaram reclamando de gigantes, dizendo que era impossível tomar a terra. Israel acreditou neles, queixou-se a Deus, e creu que os amorreus viriam destruí-los, a não ser que retornassem ao Egito (ver Nm 14.1-4). Somente Josué e Calebe apresentaram um bom relatório, e por conta deste quase foram mortos por apedrejamento (Nm 14:10a).

Nós somos o Israel moderno e a entrada para Canaã de Deus está imediatamente à frente. Quantos de nós têm medo dos gigantescos eventos dos últimos dias e se esquecem de que Deus lutará por nós! Ele quer que nos acalmemos e saibamos que Ele é Deus (Sl 46:10).

Norman Gulley
Southern Adventist University

Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=401
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli



DEUTERONÔMIO 1 – VÍDEO COMENTÁRIO PR ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
15 de março de 2019, 0:55
Filed under: Sem categoria



DEUTERONÔMIO 1 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
15 de março de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria

Pregar sermão sobre Deuteronômio significa pregar sobre a pregação de Moisés. É pregar sermão de sermão.

“Este livro tem seu nome do grego Deuteronomion, que significa segunda lei, pois ele contém a repetição das leis anteriores. Inclui um relato do que passou no deserto do primeiro dia do décimo primeiro mês do quadragésimo ano após a partida dos israelitas do Egito, ao sétimo dia do segundo mês do mesmo, compondo no todo a história dos acontecimentos de exatamente cinco semanas” – analisa Adam Clarke.

Ele continua, “além de uma repetição das leis anteriores, este livro nos dá as mais belas ilustrações de cada uma, de modo que pode muito bem ser chamado um comentário espiritual sobre as leis de Moisés, e também um relato deste notabilíssimo homem, e todos os seus últimos discursos com o povo”.

Stanley A. Ellisen destaca: “O objetivo de Moisés ao escrever [este] livro ou a pronunciar os discursos era o de preparar a nova geração de Israel para viver em Canaã”. Para quem aguarda entrar na Canaã Celestial este livro é fundamental para ensinar princípios que visam preparar-nos para o Céu. Precisamos tanto dele como do Apocalipse!

O primeiro capítulo é o primeiro discurso de despedida de Moisés, o qual ensina-nos belíssimas verdades: PRECISAMOS:

• …cuidar para não cometer os mesmos erros de nossos pais;
• …aprender a olhar ao passado a fim de aprender com ele;
• …quebrar as tradições pecaminosas deixadas por nossos antepassados;
• …arrebentar com os exemplos espirituais negativos de ingratidão, incredulidade e rebeldia que se manifestam na petulância contra Deus;
• …amadurecer com os erros do passado e sermos melhores que nossos pais.

Deus cumpre Suas promessas, mas quer Seu povo confiante nEle. “A história acerca da estrada em Horebe vai de Êxodo 19 a Números 10.13. Agora Deus ordena que o povo vá para a Sua terra. É um momento grandioso em sua história, o cumprimento da promessa feita aos pais (8)” (D. A. Carson). Contudo, importa aprender com o passado a fim de, no presente, agir corretamente esperando um futuro conforme Deus promete.

Desta forma, por mais difícil e doloroso que nos seja, teremos benefícios se recapitularmos o passado, visando…

• Primeiramente, não cometer os erros de nossos pais
• Segundo, aprender dos acertos de nossos pais.

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armi.



DEUTERONÔMIO 1 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
15 de março de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria

“O Senhor, vosso Deus, vos tem multiplicado; e eis que, já hoje, sois multidão como as estrelas dos céus” (v.10).


Na planície do Jordão, Moisés iniciou o seu primeiro discurso ao povo antes de sua morte. O livro de Deuteronômio compõe um rico compêndio da história de Israel, suas leis, a importância da obediência, a repetição dos dez mandamentos e das cerimônias, de uma série de quatro sermões do grande líder. Diante de uma nova geração que, em sua maioria, não testemunhou os prodígios do Egito e a manifestação do Senhor no Sinai, Moisés proferiu as palavras deste livro a fim de entregar a Josué uma nação ciente de seus direitos e deveres para com Deus e uns para com os outros.

Notem que Moisés não iniciou o discurso com as experiências do Egito. Ao rememorar a trajetória no deserto, deu ênfase à fase de Israel não como povo cativo, mas como nação livre. Caminhada após caminhada, a mão do Senhor conduzia Israel “como um homem leva a seu filho” (v.31), disciplinando-o quando necessário e amando-o em todo o tempo. Mas diversas foram as circunstâncias que levaram o povo a murmurar contra Deus e contra seus líderes. Nem mesmo os inúmeros milagres e bênçãos visíveis e palpáveis foram suficientes para aplacar a ira de um povo habituado a reclamar. Contudo, serviam a um Deus fiel e que cumpriu a antiga promessa dada a Abraão: “Olha para os céus e conta as estrelas, se é que o podes… Será assim a tua posteridade” (Gn.15:5).

Em um século onde a palavra-chave é lucro, multidões têm seguido pelo caminho de uma religião circunstancial. As circunstâncias governam a vida e sob a mínima prova, depõem sua fé. O que ocorrera com Israel acontece hoje no “grande e terrível deserto” (v.19) deste mundo. E o mesmo consolo nos é dado: “Não temas e não te assustes” (v.21). Porém, à semelhança da antiga nação, muitos permanecem “rebeldes à ordem do Senhor, nosso Deus” (v.26), compondo uma “maligna geração” (v.35) que não verá a terra eterna.

Assim como Israel parou para ouvir o discurso de seu líder, precisamos parar para ouvir o que o Senhor deseja nos falar por meio de Sua Palavra. Lembrem-se de que os comentários são auxiliares, e não podem jamais substituir a sua busca e contato pessoal com as Escrituras. Nestes dias decisivos precisamos compreender que a verdadeira adoração não consiste apenas em fazer parte de Israel, mas em ser um verdadeiro adorador do Deus de Israel, independente das circunstâncias. Que tão perto como estamos da pátria celestial, oxalá diga o Senhor a nosso respeito: “ele(a) ali entrará” (v.38).

Vigiemos e oremos!

Bom dia, verdadeiros adoradores!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Deuteronômio1 #RPSP

Comentário em áudio:
https://www.youtube.com/user/nanayuri100



DEUTERONÔMIO 1 – VÍDEO COMENTÁRIO PR RONALDO DE OLIVEIRA by Maria Eduarda
15 de março de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria



DEUTERONÔMIO 1 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
15 de março de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria

410 palavras

1, 2 Os israelitas gastaram 40 anos em uma viagem que poderia ter durado apenas 11 dias. Não foi a distância que os separou da terra prometida. Foi a condição de seus corações. O propósito de Deus era mais profundo do que simplesmente transportar um enorme grupo de pessoas para uma nova terra. Ele os estava preparando para que vivessem om obediência a Ele quando chegassem. … Sua jornada espiritual pode parecer longa e você pode estar enfrentando sofrimento, desencorajamento e dificuldades. Mas lembre-se que o propósito de Deus não é apenas manter você vivo. Ele quer preparar você para viver em serviço e devoção a Ele. Life Application Study Bible.

Seom… Ogue. A conquista da Transjordânia [terras a leste do rio Jordão] é detalhada em 2.24-3.11. Bíblia de Genebra.

Horebe. Outro nome para o Sinai, aparentemente a área ao redor do monte Sinai. Bíblia de Genebra.

13 Tomai-vos homens sábios. Uma referência a Êx 18.24-26, onde Moisés aceitou o bom conselho de Jetro, seu sogro. Durante o ano no monte Sinai, Moisés, sob a orientação de Deus, organizou o sistema judicial, o poder militar e a adoração da nação de Israel. Bíblia de Genebra.

Moisés identificou algumas das qualidades de bons líderes: 1)Sabedoria, 2) entendimento e 3) respeito. Estas características diferem marcadamente daquelas que ajudam a eleger líderes nos dias de hoje: boa aparência, riqueza, popularidade, disposição a fazer qualquer coisa para chegar ao topo. As qualidades que Moisés identificou deveriam ser evidentes em nós e deveríamos buscá-las naqueles que elegemos para posições de liderança. Life Application Study Bible.

22 Os espiões foram enviados à terra não para determinar se eles deveriam entrar, mas onde deveriam entrar. … Deus nos dá o poder para superar nossos obstáculos, mas como os israelitas cheios de medo e ceticismo, nos frequentemente deixamos as dificuldades controlar nossas vidas. Seguir a Deus apesar das dificuldades é o modo de obtermos fé corajosa e de superação. Life Application Study Bible.

27 o Senhor nos odeia. A declaração dos israelitas é bastante irônica à luz do tema principal de Deuteronômio [o relacionamento de amor entre Deus e Seu povo]. Bíblia de Estudo NVI Vida.

28 Anaquins. Eles eram mais altos do que os israelitas e eram temidos por suas proezas militares. Josué os conquistou e seus remanescentes misturaram-se com os filisteus (ver Js 12.21-22). Bíblia de Genebra.

32 nem por isso crestes. O pecado que expulsou Israel de Canaã (Hb 3.19) e que expulsa o pecador do céu (Jo 3.18, 36) é a incredulidade. É um pecado contra o remédio para o pecado. Bíblia Shedd.




%d blogueiros gostam disto: