Reavivados por Sua Palavra


NÚMEROS 15 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
21 de fevereiro de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria

Para introduzir este comentário, cito um pensamento que Jaime Chilón publicou no Facebook:

“As coisas boas chegam aos que sabem esperar.
As melhores aos que não se rendem, e lutam;
E as grandes bênçãos aos que creem”.

Esperança ou batalhas sem Deus resultam em maldições (14:40-45). Após meditar nos estragos resultantes da incredulidade nos capítulos anteriores, Números 15 revela-nos graça, misericórdia e fidelidade infinitas de Deus.

“Não sabemos quanto tempo se passou entre os capítulos 14 e 15, mas observe o contraste entre as frases ‘nenhum deles verá a terra’ (14:23) e ‘quando entrares na terra’ (15:2). Embora odiados por causa do pecado, os propósitos de Deus nunca serão frustrados. O Senhor prometeu entregar Canaã aos descendentes de Abraão. Por isso, mesmo se uma geração fosse muito infiel para recebê-la, Deus favoreceria a próxima” (William MacDonald).

Durante 38 anos os filhos dos rebeldes poderiam aprender que Deus entrega o que prometeu aos que, primeiramente entregam-se a Ele integralmente. Tal tempo de permanência no deserto formaria o caráter da nova geração. Por isso, as LEIS…

1. …relacionadas às ofertas da terra (vs. 1-16);
2. …acerca dos primeiros frutos (vs. 17-21);
3. …acerca dos pecados voluntários e involuntários e violação do sagrado sábado (vs. 22-36);
4. …sobre bordas azuis nos cantos das roupas (vs. 37-41).

Do Egito à Canaã deve haver um processo chamado santificação. Não basta ser liberto do pecado, é preciso santificar-se para adentrar a Canaã Celestial. Muitos resgatados do pecado estão entre o povo de Deus, todavia, a maioria não entrará no reino dos Céus: “Sem santificação, ninguém verá ao Senhor” (Hebreus 12:14).

Crer, confiar e aceitar que Deus ocupe o coração para santificá-lo implica que…

• Todo nosso recurso pertence exclusivamente a Ele, portanto o dedicamos ao avanço do evangelho;
• Nossa entrega e submissão a Sua vontade devem ser evidentes em cada atitude;
• Em nossa agenda os dias de cultos e adoração são prioridades a qualquer programação;
• Jamais transgrediremos as horas sagradas com atividades seculares.

Deus não quer pessoas que meramente esperam pelas bênçãos ou mesmo lutam bravamente por elas; Ele quer pessoas que confiem totalmente nEle para agir em qualquer situação. Insubordinação não gera santificação. Entrega pela metade é uma mera religiosidade hipócrita.

Absolutamente, irreverência não produz bênção. Consagremo-nos urgentissimamente! – Heber Toth Armí.


2 Comentários so far
Deixe um comentário

Bom dia! No terceiro parágrafo, onde se lê (11:40-45) leia-se Números 14:40-45.
Que Deus abençoe este lindo ministério, e abençoe a todas as famílias que mantém atualizada esta página! Bênçãos de Deus para todos os leitores!!

Comentário por Ricardo Maroun Rodrigues

Obrigado pelo olhar atento, amigo! Ab

Comentário por jquimelli




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: