Reavivados por Sua Palavra


O LIVRO DE NÚMEROS by jquimelli
7 de fevereiro de 2019, 0:56
Filed under: Sem categoria

O título hebraico do livro é Bemidbar, “No deserto”, o que identifica a localização da história [esta palavra, que em hebraico inicia o livro, se refere mais propriamente a um ambiente ermo, semi-árido, deserto de pessoas, do que a um deserto de areia. De fato, o deserto do Sinai tem mais pedras do que areia. Em inglês: wilderness].
O título “Números” se origina da nome do livro na Septuaginta Grega [tradução no AT para o grego, efetuada para os judeus na dispersão, antes do nascimento de Jesus]. Este nome se refere à contagem do número de israelitas em um recenseamento de adultos que deixaram o Egito (caps. 1-4) e um censo posterior da geração mais nova que prosseguiu para possuir a terra prometida (cap. 26). Andrews Study Bible.

Historicamente, o livro de Números começa onde termina o livro de Êxodo, com o espaço necessário, naturalmente, para as seções históricas espalhadas pelo livro de Levítico. Cobre um período de aproximadamente quarenta anos, da história do avanço de Israel em direção à Palestina. Apesar de que esses anos são usualmente descritos como anos de peregrinação, torna-se claro que o povo viveu ao sul da própria terra de Canaã, parcialmente na área conhecida como o Neguebe [ou Negueve], não muito distante de Cades-Barnéia, durante cerca de trinta e sete anos. Durante esse tempo o tabernáculo foi o ponto central tanto da vida civil como da vida religiosa, visto que foi ali que Moisés desempenhou os seus deveres administrativos. Pode-se supor que o povo seguia as atividades domésticas dos nômades, levando seus rebanhos a pastarem nas estepes semi-áridas. Essas circunstâncias requeriam provisões divinas quanto à alimentação e água. …
Diversas referências ao livro de Números podem ser encontradas no Novo Testamento, onde o livramento da escravidão egípcia é reputado como um modelo terreno da redenção eterna. As experiências no deserto são, no Novo Testamento, consideradas histórias registradas para nossa admoestação (1 Co 10.11). Nosso Senhor Jesus Cristo usou o incidente da serpente de bronze a fim de ilustrar o modo pelo qual Ele mesmo haveria de ser levantado, para que todos aqueles que nEle confiassem, não perecessem mas tivessem a vida eterna. Bíblia Shedd.

“É um livro vivo, que tem inspirado a vida espiritual dos cristãos ao longo da história. Seu principal objetivo é exaltar Yahweh como Deus supremo, em Sua santidade, majestade e no cuidado pelo povo escolhido.” CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 1, p. 892.

Alguns assuntos mencionados em Números que nos lembram de Jesus, conforme se lê em 1 Co 10.1-11: 1) O Nazireu, cap 6; 2) A Novilha vermelha, cap 19; 3) O Pão dos Céus, 11.7-9; 4) A Água da Vida, 20.11; 5) A Serpente de Bronze, cap 21; 6) A Estrela, 24.17; 7) As Cidades de Refúgio, 35.9-15. Bíblia Shedd.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: