Reavivados por Sua Palavra


ÊXODO 23 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
24 de dezembro de 2018, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Eis que Eu envio um Anjo adiante de ti, para que te guarde pelo caminho e te leve ao lugar que tenho preparado” (v.20).


A necessidade de Israel de chegar ao lar não era maior do que a necessidade de estar preparado para lá entrar. O cuidado de Deus em ensinar Suas leis ao povo promoveria este preparo e fundamento sólido de sua fé. Semelhante ao Egito, as nações que habitavam em Canaã eram pagãs e idólatras. Sua cultura e costumes eram totalmente contrários ao estilo de vida designado por Deus ao Seu povo. Em cada “Não” declarado pelo supremo Legislador, há uma grande carga de sabedoria e de amor. A postura dos filhos de Israel frente à maldade deste mundo precisava ser diferente se quisessem possuir a terra prometida.

Enquanto ainda acampavam, tinham de aprender a viver em comunidade de forma harmônica com o Senhor e uns com os outros. Todos precisavam colaborar a fim de que pudessem avançar nesse sentido. E as leis de Deus lhes seriam uma espécie de “GPS”, iluminando-lhes o caminho. Uma das coisas de que o Senhor deixou bem claro é que o nosso dever cristão de perdoar os inimigos e de fazer-lhes o bem não pode ser confundido com dar-lhes a mão e ser coniventes com suas maldades. Há uma linha divisória entre o bem e o mal. Não há como permanecer fiel seguindo os critérios da maioria que segue para o mal. E isto deve ser ainda mais operante na vida daqueles que detém algum tipo de autoridade. Justificar o ímpio ou aceitar suborno são práticas que jamais devem compor o currículo daqueles que professam ser forasteiros a caminho do Lar.

Como Criador, o Senhor conhece cada uma das necessidades da Terra para que permaneça em seu curso natural. O ano sabático, além de servir como um ano especial de caridade aos pobres, também dava descanso ao solo já tão manchado pelo pecado. Fosse até o dia de hoje observado este estatuto, e como seria diferente qualidade do solo e alimentos. De igual forma, Deus também estabeleceu um repouso para o homem, o sábado; um descanso semanal para renovar as nossas energias e uma lembrança eterna de Sua criação, a fim de que nem lembremos ou falemos “do nome de outros deuses” (v.13).

O próprio Senhor Se autodenominou “Anjo” (v.20). O Anjo que ia adiante do Seu povo. Jesus, o Bom Pastor guiou Israel no deserto. Se os filhos de Israel dessem ouvidos à Sua voz, Ele os conduziria em segurança à Canaã. Mas às portas de entrar no lugar prometido, as fronteiras revelariam as tentações que precisavam vencer, pois a ordem foi bem clara: “Não adorarás os seus deuses, nem lhes darás culto, nem farás conforme as suas obras” (v.24). A promessa e as bênçãos condicionais se assemelham à realidade dos nossos dias. Jesus prometeu estar conosco “todos os dias, até à consumação do século” (Mt.28:20). Mas, para isso, precisamos reconhecer-Lhe a voz e rejeitar “a voz dos estranhos” (Jo.10:4-5).

Diante de um mundo cercado pela maldade e falta de amor, e ao mesmo tempo sendo um mostruário de deuses modernos, não podemos fazer qualquer tipo de aliança “com eles, nem com os seus deuses” (v.32). Diferente do antigo Israel, não marchamos em um deserto literal rumo a um lugar nesta Terra. Marchamos, porém, no deserto espiritual rumo ao Lar dos Céus. Jesus não frequentou os prostíbulos, as tabernas ou lugares escusos de Israel, mas ao lançar o convite: “Vinde a Mim” (Mt.11:28), prostitutas, ébrios e pecadores de toda estirpe iam ter com Ele. Não precisamos nos vestir da aparência do mal para conquistar pessoas para Cristo. Precisamos nos vestir de Cristo se quisermos conquistar pessoas para o Reino de Deus.

Que neste dia em que o mundo se veste de Papai Noel, Cristo seja visto em você!

Bom dia, reflexos de Cristo!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Êxodo23 #RPSP

Comentários em áudio:
https://www.youtube.com/user/nanayuri100

https://www.youtube.com/channel/UCzzqtmGdF4UqBopc6CRiqLA


3 Comentários so far
Deixe um comentário

Bom dia!! Temos que ser como Enoque! Que ficou angustiado com a crescente iniquidade; ficou com medo de perder a reverência para com DEUS…

Comentário por Elias Rodrigues

Gosto do seu comentário porque você usa o contexto do texto.

Um abençoado ((NATAL)) com a família.

Comentário por Elias Rodrigues

Louvado seja Deus! Feliz ano novo, amado!

Comentário por Ivan Barros




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: