Reavivados por Sua Palavra


EZEQUIEL 6 – COMENTÁRIO PR. HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
26 de setembro de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

EZEQUIEL 6 – Quanto mais você gostar de pecar, menos vai gostar das coisas espirituais. Quanto mais você amar a Deus, mais repugnante torna-se o pecado.

O juízo divino contra o pecado, a severa disciplina de Deus para com Seu povo e, a permissão para experimentar desgraças, devem-se pelo fato do pecado não ser irrelevante. Deus o considera como algo terribilíssimo, e quer que o consideremos também.

A indiferença a Deus, a Seus princípios e propósitos nos fará ávidos pelos pecados que arruínam a vida. Por isso, Deus faz tudo para atrair-nos a Ele, oferece-nos oportunidades de perdão e restauração; cabe a nós a decisão e o arrependimento.

Avalie com atenção o capítulo em questão:

• Desde a entrada do pecado, a sentença maior dada por Deus foi sobre a terra (veja o caso de Adão e Caim). Os montes eram lugares de adoração a deuses falsos; consequentemente, Deus enviou Ezequiel a proferir profecias contra os lugares altos. A idolatria do povo faz Deus enviar mensagens que se referem à terra; a qual seria castigada mais do que o povo que cometeu pecado – isso é graça (vs. 1-7).
• Desde que o pecado entrou no planeta, seus habitantes tentaram justificar seus erros; quando, na verdade, Deus queria que tivessem aversão ao pecado, por isso os sacrifícios nojentos de animais – diariamente. O plano divino aqui é que o remanescente, ao se conscientizar de seus erros no exílio, enojassem a si mesmos (vs. 8-10).
• Desde o início da desgraça causada pelo pecado, Deus usou vários recursos para frear sua influência destruidora. Agora o povo indiferente, rebelde e irreverente que traiu seu Deus com deuses prostitutos, ídolos repugnantes e práticas religiosas perversas, veria seus pecados serem castigados com peste, guerra e fome (vs. 11-14).

A transgressão aos mandamentos de Deus é uma distorção de Seu caráter, um péssimo testemunho ao mundo, e um roubo de oportunidades de conversão às nações pagãs.

A frase “para que saibais que Eu Sou o Senhor” citada nos versículos 7, 10, 13-14, se repete aproximadamente 60 vezes em Ezequiel. Conforme Levítico capítulos 18-26 a razão da disciplina é a violação do caráter do Deus que os judeus representavam. Isso não te diz nada?

“Senhor, abra nossos olhos para entendermos Tuas mensagens! Reaviva-nos por Tua Palavra!” – Heber Toth Armí.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: