Reavivados por Sua Palavra


JEREMIAS 46 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
9 de setembro de 2017, 0:20
Filed under: Sem categoria

1 Palavra do SENHOR. Declaração da autoridade de Yahweh com respeito a Seu proceder em relação às nações. CBASD, vol. 4, p. 550.

2 Carquemis. Cidade localizada na margem oriental [leste] do Eufrates, a qual comandava um dos vaus mais importantes do rio. Era o ponto de travessia mais natural de acesso à Mesopotâmia usado pelos exércitos invasores do Ocidente. Por isso, era um local de grande importância estratégica e comercial. CBASD, vol. 4, p. 550.

Nabucodonosor. Ver com de Dn 1:1. Conservando a metade oriental do Crescente Fértil, naturalmente ele desejava governar o lado ocidental também, Assim, ele se tornou o principal oponente de Neco, que tentava restabelecer o seu controle da Palestina e da Síria. CBASD, vol. 4, p. 550.

3 Escudo. Do heb. tsinnah, um longo escudo para a proteção do corpo todo, usado por tropas fortemente armadas. CBASD, vol. 4, p. 551.

Pavês. Do heb. magen, um pequeno escudo, possivelmente circular, usado por tropas levemente armadas. CBASD, vol. 4, p. 551.

5 Por que razão …. ? O profeta expressa surpresa da derrota dos egípcios. Ele, possivelmente, testemunho a fuga egípcia de Carquemis, com os babilônios logo atrás.

7 O Nilo. O profeta, neste versículo, usou uma ilustração impressionante  dos exércitos egípcios passando por cima das Palestina e da Síria.(ver Jr 46:8). CBASD, vol. 4, p. 551.

11 Multiplicas. “Em vão você usou muitos remédios!” Os egípcios se destacavam na medicina entre os povo do antigo Oriente Médio. … O pensamento do profeta para ser que, embora o Egito produzisse os melhores médicos do mundo, não haveria cura para suas próprias feridas da invasão de Nabucodonosor ao Egito. CBASD, vol. 4, p. 552.

15 Por que foi derribado o teu Touro?  “O touro fugiu”. …A LXX traduz: “Por que Ápis fugiu?” (BJ). Ápis, no egípcio Hep, desde os primeiros tempos históricos foi o deus tourno de Mênfis. Acreditava-se que Ápis se encarnava numa sucessão de touros sagrados, os quais eram guardados para adoração e adivinhação. Quando esse touros morriam, eram mumificados e enterrados com cuidado. [Descobriu-se, em 1850, um antigo cemitério de Mênfis, com galerias de aprox 366 m de extensão e mais de 60 touros mumificados] … Como nos dias de Moisés, os deuses dos egípcios foram revelados [nesta batalha] em sua verdadeira luz (ver com. de Êx 8:2; 20:21). Dramatizando, assim a derrota dos egípcios, Jeremias parece indicar a impotência do grande deus touro. CBASD, vol. 4, p. 553.

16 Voltemos. Estas eram, possivelmente, as palavras de tropas missionárias, dos gregos, de várias tribos africanas, de povos da Ásia menos, normalmente empregadas no exército egípcio desse período. Na falta de uma inata lealdade ao Egito, elas estavam prontas a desertar quando percebessem que seriam derrotadas. CBASD, vol. 4, p. 553, 554.

17 Apelidarão a Faraó … de Espalhafatoso. “Chamarão ao faraó, rei do Egito, com este nome: “Barulho…” (BJ). CBASD, vol. 4, p. 554.

Deixou passa o tempo determinado. Pode haver, neste versículo, uma referência ao fim da oportunidade para a nação egípcia.A toda nação tem sido permitida ocupar seu lugar, para determinar se ela o seu propósito divino. Quando uma nação falha, sua glória a deixa (PR, 535; ver com. de Dn 4:17). CBASD, vol. 4, p. 554.

21 Mercenários. Esta é uma referência adicional aos mercenários que desempenharam papel importante no exército egípcio  nesse período (ver com. dos v. 9, 16(. CBASD, vol. 4, p. 554.

22 Como o da serpente. Isto é, o som do exército egípcio em retirada não é como o passo de tropas bem ordenadas, mas se assemelha a uma tentativa furtiva de deslizar suavemente diante da aproximação babilônica, que marcharia”com um exército” (ARC). CBASD, vol. 4, p. 554.

23 Bosque. Multidão de soldados no exército egípcio ou para representar a densidade da população. CBASD, vol. 4, p. 554.

25 Amon de Nô. A cidade egípcia chamada Tebas (a moderna Luxor e Karnak) aproximadamente 468 ao sul do Cairo, no Nilo. Originalmente, Amen era o deus local de Tebas; por isso, a cidade veio a ser conhecida como Iniut ‘Imen, “a cidade de Amen”. A Palavra bíblica “Nô” é uma transliteração da primeira parte (Iniut) do nome egípcio da cidade. … Ao prometer castigo sobre Amen e sobre o faraó, o Senhor simbolizou a descidade de Sua ira sobre todos os sistemas religiosos e políticos do Egito. CBASD, vol. 4, p. 554, 555.

26 Será habitada. Este versículo revela o verdadeiro propósito dos juízos de Deus sobre o Egito. As viditações não tinham a intenção de destruir a nação completamente, mas de levá-la, por meio da humilhação, ao arrependimento. CBASD, vol. 4, p. 555.

27 Não temas. A terrível ilustração de derrota do Egito diante dos babilônios, retratada neste capítulo, termina com uma mensagem de esperança para Israel. Os juízos divinos sobre os vizinhos de Israel, bem como sobre a nação escolhida, tinham a intenção de levá-la a Deus. CBASD, vol. 4, p. 555


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: