Reavivados por Sua Palavra


JEREMIAS 43 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
6 de setembro de 2017, 0:20
Filed under: Sem categoria

Na história do Antigo Oriente Próximo nenhum exército da Mesopotâmia jamais havia viajado mais de 1600 km a pé, através do Crescente Fértil, para atacar o Egito. Então Joanã e os outros capitães de campo, tomaram todas as pessoas que estavam com eles, incluindo Jeremias e seu secretário Baruque, e rumaram para Tafnes, a leste do Delta do Nilo, no Egito. Sua mudança para o Egito era um “memorial da estultícia [loucura] de deixar os conselhos de Jeová pela sabedoria humana” (Profetas e Reis, 461).  Yoshitaka Kobayashi, em https://reavivadosporsuapalavra.org/2014/06/13/.

Azarias. Parece … que Azarias era o verdadeiro líder da insatisfação vigente. CBASD, vol. 4, p. 543.

Soberbos. Literalmente, “insolentes” ou “presunçosos”. Este adjetivo sugere que tais “homens”, em hipótese alguma, representavam todo o povo; mas, como ocorre com frequencia, sua agressividade verbal permitiu-lhes tomar a iniciativa. CBASD, vol. 4, p. 543.

Baruque. O povo acusou a Baruque, secretário e companheiro do profeta… de ter influenciado a Jeremias para “entregar” os judeus remanescentes “nas mãos dos caldeus”. CBASD, vol. 4, p. 543.

Todo o resto. Isto incluía Jeremias e Baruque. CBASD, vol. 4, p. 543.

Dentre todas as naçoes. Significa que praticamente toda a Judeia ficaria despovoada. CBASD, vol. 4, p. 543.

11 Um texto fragmentário que agora pertence ao Museu Britânico de Londres declara que Nabucodonosor levou a efeito uma expedição punitiva ao Egito no seu 37º ano (568-567 a.C.), durante o reinado do Faraó Amásis (v. Ez 29.17-20). Bíblia NVI Vida.

12 Despiolhará a terra do Egito. Nabucodonosor não teria dificuldade em conquistar a terra do Egito. CBASD, vol. 4, p. 543.

13 Colunas. Os obeliscos do local. CBASD, vol. 4, p. 543.

Bete-Semes. Literalmente, “a casa do sol”. Possivelmente seria Heliópolis ou On. … Heliópolis é um nome grego que significa “cidade do sol”. A cidade estava localizada próxima ao sítio da moderna Cairo. CBASD, vol. 4, p. 543.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: