Reavivados por Sua Palavra


JEREMIAS 42 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
5 de setembro de 2017, 0:20
Filed under: Sem categoria

2 Rogues ao SENHOR. Visto que Jeremias tinha ido a Mispa (Jr 40:6), sem dúvida ele estava entre os que foram levados por Ismael e que foram resgatados por Joanã em Gibeão (Jr 41:10, 13, 14). CBASD, vol. 4, p. 541.

5 Então, eles disseram. Completamente humilhados por causa dos sofrimentos provocados eles pela invasão babilônica, os judeus fervorosamente declararam sua completa submissão ao que Deus tivesse em mente para eles. CBASD, vol. 4, p. 541.

10 Então, vos edificarei. Uma reafirmação da intenção de Deus para com Seu povo (ver Jr 1:10; 18:7-10; 24:4-6; ver com. de Jr 32:41). CBASD, vol. 4, p. 541.

Porque estou arrependido. Ver com. de Nm 23:19. Isto não significa tristeza pelo que foi feito no passado, como é verdade com relação aos seres humanos em suas transgressões, mas uma mudança no propósito de Deus de julgar com misericórdia, por causa da mudança de propósito e ação dos seres humanos (ver Jr 18:8; 26:3; ver com. de Jl 2:13). CBASD, vol. 4, p. 541.

14 A terra do Egito. A terra do Egito parecia oferecer um local seguro e pacífico no qual habitar. Ele era o celeiro do Oriente, e suas colheitas abundantes forneciam um contraste agradável e muito desejável à condição de fome que o remanescente (o “resto”, v. 2) tinha experimentado por causa da invasão babilônica. A resposta do profeta evidenciou ao povo que fora inspirada por Deus. As secretas intenções, vontades ou esperanças do povo de ir ao Egito (ver v. 14-20), a despeito de sua professa disposição em seguir o conselho do Senhor, qualquer que fosse …, foram agora desvendadas por Deus nesta mensagem dada por meio de Jeremias. CBASD, vol. 4, p. 542.

16 Acontecerá, então. Uma vez mais, Jeremias alerta contra a procura do Egito como auxílio em lugar da submissão aos babilônios (ver Jr 2:36; 37:7-10). CBASD, vol. 4, p. 542.

20 Enganastes. O fervor da declarada intenção do povo em seguir a vontade de Deus era apenas uma simulação. Como Balaão, em tempos passados (ver com. de Nm 22:20), o povo esperava que o Senhor aprovasse o rumo que desejava buscar. Devemos vigiar sempre para não cometer o mesmo erro nas grandes decisões da vida. CBASD, vol. 4, p. 542.

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: