Reavivados por Sua Palavra


ISAÍAS 38 – COMENTÁRIO ROSANA BARROS by Ivan Barros
27 de junho de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria


“… Ouvi a tua oração e vi as tuas lágrimas…” (v. 5).


A reação de Ezequias diante do prognóstico de morte revelou a sua amizade com o SENHOR. Ele confiava que o Médico dos médicos tinha o poder de reverter o seu quadro terminal e foi buscar a cura na Fonte. Ezequias reivindicou as promessas divinas regando-as com muitas lágrimas e com o coração contrito. O fiel rei tinha prazer em viver na presença de Deus e dedicar a sua vida em Seu serviço, e a morte o privaria temporariamente de tal privilégio (v. 18).

O fato de o SENHOR ter ouvido à oração do rei e de ter-lhe dado um sinal sobrenatural (v. 8), é ou não um verdadeiro bálsamo para o nosso coração? Sabem o que Deus espera de nós? Honestidade. Orações humildes e sinceras que exponham diante dEle todas as nossas emoções. Quantos mal entendidos poderiam ter sido evitados e quantas situações vexatórias não teriam ocorrido se, ao invés de agirmos por impulso, fôssemos ao encontro do Único que conhece total e profundamente o nosso coração (Jeremias 17:10). A oração é o melhor tratamento para a cura do coração. Nem sempre recebemos exatamente o que pedimos, mas o SENHOR nos dá exatamente o que precisamos. O maior sinal da ação divina que devemos pedir hoje está expresso nesta pergunta: “Qual será o sinal de que hei de subir à Casa do SENHOR?” (v. 22). Quanto mais se aproxima o retorno do nosso Salvador, mais devemos sentir o desejo de com Ele subir.

Não tem sido fácil viver em paz nestes últimos dias. Como cristãos, encontramo-nos encurralados em um mundo onde ser fiel a Deus e à Sua Palavra é considerado retrógrado e estranho. Onde não mais existe a diferença entre o santo e o profano. A doença terminal que mais tem ceifado vidas não está catalogada na OMS, mas está registrada na Bíblia: “o salário do PECADO é a MORTE” (Romanos 6:23). Milhares e milhares morrem todos os dias, e, grande parte, vítimas de suas próprias escolhas. Deus coloca diante de Suas criaturas a cura e a salvação, mas a maioria tem escolhido paliativos que os levam direto para a morte eterna.

Amados, a grande aflição e amargura que os filhos de Deus têm enfrentado ou enfrentarão é para que obtenhamos o resultado PAZ (v. 17). O SENHOR deseja nos livrar “da cova da corrupção” (v. 17). Louvemos a Deus “todos os dias de nossa vida” (v. 20). Oremos a Ele, choremos diante dEle: “Ó, SENHOR, ando oprimido, responde Tu por mim” (v. 14), e Ele nos ouvirá e contemplará as nossas lágrimas. Que a maior emoção do nosso coração seja manifesta naquele grande Dia em uma “explosão” de alegria quando finalmente poderemos dizer: “O SENHOR veio salvar-me” (v. 20)!

Bom dia, salvos pela graça de Jesus!

Desafio do dia: 1) Derrame o seu coração perante o SENHOR. Faça de Jesus o Seu melhor amigo todos os dias, e perceberás que a oração já faz parte da sua vida. 2) Cadastre-se no site www.EuOro.com e beneficie pessoas por meio de suas orações.

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Isaías38
#RPSP
#IASD

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: