Reavivados por Sua Palavra


ISAÍAS 16 by jquimelli
5 de junho de 2017, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

Nas Escrituras toda manifestação da justiça divina está aliada à misericórdia. Os avisos dados pelo SENHOR mediante Seus profetas concediam oportunidade para as nações pagãs se arrependerem e abandonarem suas práticas vis. Porém, nem todas deram ouvidos, e, como Moabe, rejeitaram “a palavra que o SENHOR há muito pronunciou” (v. 13).

A vontade de Deus para Moabe era clara: que executassem o juízo (v. 3) e protegessem os interesses dos mais fracos (v. 4). Se eles tivessem obedecido, um trono seria estabelecido em benignidade (v. 5). Eles se tornariam aliados do Messias e, por fim, se uniriam a todas as nações quando estas virão perante o Senhor para O adorar (Ap. 15:4). Infelizmente, Moabe se manteve em seu orgulho (v. 6), o que levou a nação à ruína.

O Senhor não quer que ninguém se perca. Ele quer que todos se convertam sinceramente e mudem de vida (2 Pe 3:9). Em Sua misericórdia, Ele está nos chamando ao arrependimento; mas Ele também é justo. Um dia, todos colherão o que plantaram. Abramos a porta do nosso coração, aceitemos o Messias como o Rei de nossas vidas. Assim escreveremos um futuro brilhante para nós e nossos filhos.

Rosana Garcia Barros
Líder do Clube de Aventureiros
Maceió, Brasil

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/isa/16, https://www.revivalandreformation.org/?id=941 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/isa/16/
Tradução anterior: https://reavivadosporsuapalavra.org/2014/03/12
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Isaías 16 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas: https://credeemseusprofetas.org/



ISAÍAS 16 – REGAR-TE-EI COM AS MINHAS LÁGRIMAS by jquimelli
5 de junho de 2017, 0:56
Filed under: Sem categoria

REGAR-TE-EI COM AS MINHAS LÁGRIMAS (Is 16:9)

Você já pensou em Deus chorando por você?
Jesus chorou por Jerusalém.Deus nos ama com um amor eterno e quer apenas o melhor para nós.
Como devemos responder a esse amor?
A Escritura nos diz: Nós o amamos porque Ele nos amou primeiro. (1 João 4:19).
Tragamos alegria ao coração de Deus hoje, enquanto expressamos nosso amor a Ele.
O que você diz?

Pr Derek Morris
Ministerial mundial da Igreja Adventista

Fonte: https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/isa/16



ISAÍAS 16 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
5 de junho de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

ISAÍAS 16 – Não importa a nação ou a pessoa, não importa quão cruel ou perverso uma nação ou uma pessoa tenha sido, não importa quão longe do ideal de Deus uma nação ou uma pessoa vai… Deus está mais ansioso para salvar do que para condenar.

A ação de Deus em prol do pecador é grande e intensa visando desviar os perdidos da rota do inferno.

• A pesar de a profecia apresentar mulheres moabitas abandonadas como pássaros sem ninho clamando inutilmente por ajuda; e, embora a profecia declare que em três anos poucas pessoas restariam dentre os moabitas, o interesse de Deus é exortar os rebeldes a render obediência ao Salvador para o bem deles mesmos (vs. 1-5).

• Assim como a pregação contundentemente pessimista de Jonas levou a grande cidade de Nínive ao arrependimento e à conversão, a revelação de Deus a Moabe certamente objetivava o arrependimento e conversão dos seus cidadãos. As ameaças divinas visam despertar-nos de nossa indiferença (vs. 6-8).

• O coração de Deus bate no coração de quem morreu para o eu. A tristeza que Deus sente pela miséria dos pecadores arrogantes, orgulhosos e indiferentes inundam o coração dos verdadeiramente crentes. Diferentemente de Caim que matou seu irmão e respondeu a Deus: “Sou eu guardador de meu irmão?” Isaías demonstra sincera preocupação por inimigos de sua nação (vs. 9-11).

• Certamente Deus não fará nada sem antes revelar Seus segredos e propósitos a Seus profetas, conforme informa Amós 3:7. Sempre antes de qualquer evento Deus tenta alertar aos perversos e aos conversos o que Ele fará. O juízo dos impenitentes moabitas fora projetado para três anos, quem sabe alguém se arrependeria como a moabita Rute no passado (vs. 12-14).

Antes do dilúvio, Deus enviou Noé para alertar as pessoas da destruição mundial, na libertação do cativeiro egípcio Deus suscitou Moisés, frente à crescente idolatria Deus levantou vários profetas como Débora, Elias, Eliseu, Isaías, etc. Antes da primeira vinda de Cristo, João Batista foi o precursor.

Se Deus nada faz sem antes avisar, seria Seu perfil deixar-nos sem um porta-voz Seu nestes últimos dias, os quais representam a maior idolatria da história (Apocalipse 13), a maior destruição do Planeta (Apocalipse 14), a maior libertação ligado ao maior evento do Universo (Apocalipse 19)?

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.



ISAÍAS 16 – COMENTÁRIO PR. EVANDRO FÁVERO by Maria Eduarda
5 de junho de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria



ISAÍAS 16 – Comentário Rosana Barros by Ivan Barros
5 de junho de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Então, um trono se firmará em benignidade, e sobre ele no tabernáculo de Davi se assentará com fidelidade Um que julgue, busque o juízo e não tarde em fazer justiça” (v. 5).

Em toda a Escritura não há uma só manifestação da justiça divina que não esteja aliada à misericórdia. Os avisos dados pelo SENHOR mediante Seus profetas concediam oportunidades para que as nações pagãs se arrependessem e abandonassem as suas práticas vis. Porém, nem todas deram ouvidos, e, como Moabe, rejeitaram “a palavra que o SENHOR há muito pronunciou” (v. 13).

Apesar do contexto de profecia messiânica revelado no verso cinco, este teria sido o galardão de Moabe se tivesse escolhido a benignidade no lugar da opressão. Mas a sua soberba, arrogância e orgulho (v. 6) levaram a nação à ruína e à completa tristeza.

A soberba e o orgulho próprio são dois “venenos” mascarados. Eles vão matando aos poucos. São doses diárias que vão enlevando o coração até o ponto de estar completamente envenenado. Só existe um antídoto contra este perigo letal: JESUS.

O “manso e humilde de coração” (Mateus 11:29) nos convida a dEle aprender para nEle caminhar (João 14:6). Um coração cheio de si, “soberbo em extremo” (v. 6) “entra no santuário a orar e nada alcança” (v. 12). Como o fariseu, ora “de si para si mesmo” (Lucas 18:11) lançando mão da atitude do publicano e desprezando a única justiça que salva, “porque todo o que se exalta será humilhado; mas o que se humilha será exaltado” (Lucas 18:14).

“Quando o homem violento tiver fim, a destruição for desfeita e o opressor deixar a terra” (v. 4), “então, um trono se firmará em benignidade” (v. 5) e os remidos irão declarar que “Justos e verdadeiros são os Teus caminhos, ó Rei das nações!” (Apocalipse 15:3), e “todas as nações virão e adorarão diante de Ti, porque os Teus atos de justiça se fizeram manifestos” (Apocalipse 15:4).

Oremos: Santo Deus, que não desprezemos as Tuas palavras, pois elas são justas e benignas e nos guiam para a Tua salvação!

Bom dia, salvos pela justiça de Cristo!

Desafio do dia: Temos muitos motivos para orar por nós mesmos e pelos outros. Mas, hoje, peça ao SENHOR que lhe indique um nome especial, de forma que ele esteja presente em todas as suas orações este ano.

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Isaías16
#RPSP




%d blogueiros gostam disto: