Reavivados por Sua Palavra


ISAÍAS 27 by jquimelli
16 de junho de 2017, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário devocional:

Isaías ainda está focando o fim dos tempos e a batalha divina de Cristo. “Naquele dia” o Senhor “castigará o Leviatã, a serpente veloz” (v.1b NVI). Satanás, é a serpente veloz. Deus o matará com “Sua espada severa, longa e forte” (v.1a NVI). Esta expressão parece demonstrar uma espada muito poderosa. Na verdade, o Messias Guerreiro só precisa falar. Sua Palavra é Sua espada.

Cristo é o agricultor amoroso. Ele rega e cuida da Sua vinha. Ele a protege “de dia e de noite para impedir que lhe façam dano” (v. 2-3).

O Senhor também cuida incessantemente dos espinhos e abrolhos espirituais a fim de que façam amizade com Ele (v. 5). Caso contrário, terão de ser cortados e jogados no fogo. Se aceitarem ajuda, Ele cuidará deles de tal maneira que eles se tornarão parte da vinha de Deus: “Que façam as pazes comigo” (v. 5c NVI), é o anseio do Senhor.

No tempo do juízo investigativo Deus fará com que aqueles que vêm a Ele floresçam. Assim, o Israel espiritual encherá o mundo de frutos (v. 6).

Querido Deus,
Que nenhum de nós, que somos parte de sua vinha, seja encontrado seco e inútil. Amém.

Koot Van Wick
Coreia do Sul

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/isa/27, https://www.revivalandreformation.org/?id=952 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/isa/27/
Tradução anterior: https://reavivadosporsuapalavra.org/2014/03/20
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Isaías 27 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas: https://credeemseusprofetas.org/



ISAÍAS 27– COMENTÁRIO PR EVANDRO FÁVERO by Maria Eduarda
16 de junho de 2017, 0:55
Filed under: Sem categoria



ISAÍAS 27 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
16 de junho de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

ISAÍAS 27 – Almejamos paz. Lutamos pela paz. A paz é possível, mas somente com Deus. Ele nos faz promessa de paz. Contudo, para cumprir, os poderes celestiais deverão lutar para que a obtenhamos. Essa batalha, chamamos “O Grande Conflito entre o bem e o mal”.

O mal tem suas forças e seus agentes. Quem está por trás do mal indica que o mal não é natural, mas sobrenatural. O profeta Isaías indica essa verdade no primeiro versículo deste capítulo:

1. Ele é grande e forte;
2. É um dragão;
3. Chamado de serpente veloz e sinuosa.

O apóstolo João, em Apocalipse 12:9, clareia mais nossa compreensão quando relata: “E foi expulso o grande dragão, a antiga serpente, que se chama diabo e Satanás…”

A Bíblia de Estudo Andrews comenta: “Essa criatura misteriosa é descrita, neste contexto, como uma ‘serpente sinuosa’, um réptil do mar ou monstro marinho. O termo também ocorre em Jó 3:8; 41:1; Sl 74:14; 104:26”.

Qual é a mensagem do profeta Isaías? O ser sobrenatural, o originador de todo o mal no mundo, será castigado pelo Senhor. Ao utilizar sua dura espada implica que Deus matará o diabo e nunca mais existirá para infernizar a vida de ninguém em lugar algum (Gênesis 3:14-15). “E o Deus da paz, em breve, esmagará debaixo de vossos pés a Satanás” (Romanos 16:20).

Por isso, essa profecia é…

• …uma canção sobre a restauração da vinha de Deus (vs. 2-6);
• …uma demonstração de que valeu a pena os diversos métodos disciplinares do Senhor (vs. 7-9).
• …uma celebração por Deus aniquilar aos que promovem destruição (vs. 10-11);
• …uma promessa divina de vindicação aos oprimidos pelo mal (vs. 12-13).

A vinha de Deus em Isaías 5 estava imprestável, agora ela foi renovada, restaurada, e tornou-se útil. Deus usa inúmeros meios de podar sua vinha, muitos deles bem dolorosos; todavia, Ele certamente visa sempre a um fim proveitoso (João 15:1-11; I Coríntios 12:7).

A ideia de inferno eterno, com pessoas sofrendo de forma imortal, dá a sensação de que Deus não tem poder absoluto para resolver plenamente o problema do mal. A verdade é que o grande conflito entre o bem e o mal terá fim; assim, a vitória de Deus será total!

Vamos celebrar essa promessa? Alegremo-nos! Reavivemo-nos! – Heber Toth Armi



ISAÍAS 27 – COMENTÁRIO ROSANA BARROS by Ivan Barros
16 de junho de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Naquele dia, dirá o SENHOR: Cantai a vinha deliciosa” (v. 2).


Definitivamente, se tem uma planta a qual a Bíblia cita como ilustração mais do que qualquer outra, esta é a videira. Os seus ramos, fruto e raiz foram bem explorados em forma de alegorias a fim de ensinar ao homem ricas lições espirituais. A vide era uma cultura muito comum na agricultura de Israel e precisava de cuidados especiais. A plantação geralmente era cercada e tinha uma torre de vigia para se evitar os ladrões. Além de que precisava ser cuidadosamente regada e frequentemente podada para produzir mais fruto.

“Jacó” (v. 6), isto é, Israel, diferente da situação do triste cântico de Isaías 5:1-7, agora desfrutaria de todas as coisas que precisava para ser uma “vinha deliciosa” (v. 2). Diferente da decisão do antigo Israel, Deus suscitaria um Israel espiritual que cumpriria a obra que fora negligenciada. Uma obra que encheria “de fruto o mundo” (v. 6). Seria cumprida a promessa feita por Cristo aos discípulos: “mas recebereis poder, ao descer sobre vós o Espírito Santo, e sereis Minhas testemunhas tanto em Jerusalém como em toda a Judeia e Samaria e até aos confins da terra” (Atos 1:8).

De igual forma, Jesus usou a figura da videira para ilustrar o plano da salvação: “Eu sou a videira, vós, os ramos. Quem permanece em Mim, e Eu, nele, esse dá muito fruto; porque sem Mim nada podeis fazer” (João 15:5). Eis a “vinha deliciosa”: Jesus Cristo. Não basta apenas pertencer a Ele, mas Ele precisa estar em nós. Eu nEle e Ele em mim, esta é a fórmula da salvação! Então, podem surgir “espinheiros e abrolhos” (v. 4) diante de nós, mas teremos em nosso favor o Agricultor (João 15:1) que nos dará a Sua paz (v. 5), agirá contra eles e os destruirá. O SENHOR também realiza em nós a Sua poda, lançando fora tudo aquilo que esteja nos impedindo de dar mais fruto. Muitas vezes não compreendemos de início os benefícios das lutas e provações que enfrentamos aqui, mas quando permitimos que o SENHOR nos molde, percebemos que o “xô!, xô!” (v. 8) nos ajudou a frutificarmos “uvas boas” e evitarmos as “uvas bravas” (Isaías 5:2).

Está mui perto o dia em que “o SENHOR castigará com a Sua dura espada, grande e forte” (v. 1), “a antiga serpente, que se chama diabo e Satanás” (Ap. 12:9). Porém, muitos também receberão a mesma condenação porque simplesmente recusaram dar atenção à santa Palavra de Deus. Como ramos secos, serão quebrados (v. 11). Um dia estiveram na videira, mas não permitiram que a vida que dela emana estivesse neles. Tornar-se-ão um povo sem entendimento e que é levado por toda sorte de doutrinas de homens. A porta da graça se fechará e já não mais haverá perdão (v. 11). Porém, o SENHOR colherá os Seus filhos “um a um” (v. 12) e, ao ressoar da última trombeta, os ajuntará, como um só povo, “e adorarão ao SENHOR” (v. 13) pelos séculos dos séculos.

Amados, precisamos permanecer em Cristo e permitir que Ele permaneça em nós. Acordou? Primeiro Deus! A comunhão é a chave de acesso aos portais eternos! Manter uma amizade íntima com Cristo todos os dias é o que nos mantém conectados a Ele. Bíblia + oração = poder do Espírito Santo. E poder do Espírito Santo = testemunhas de Jesus. Esta é a equação cujo resultado é um só: SALVAÇÃO.

Bom dia, salvos em Jesus!

Desafio do dia: Desenhe ou imprima a figura de um cacho de uvas, escreva ao lado o texto de João 15:5 e coloque em um lugar visível para que você nunca se esqueça da sua comunhão diária com Cristo.

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Isaías27
#RPSP

DEIXE SEU COMENTÁRIO…




%d blogueiros gostam disto: