Reavivados por Sua Palavra


ISAÍAS 32 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
21 de junho de 2017, 18:26
Filed under: Sem categoria

4 Temerários. Comparar com Is 6:10. Os “temerários” são os que não tomam tempo para meditar em alguma coisa em busca de conclusões sólidas. No entanto, no tempo prometido da restauração, eles vão agir com prudência. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 4, p. 231.

O nobre. Isto é, o generoso. Ele não sofrerá por ser generoso. CBASD, vol. 4, p. 231.

Mulheres que viveis despreocupadamente. Isaías se dirige ás mulheres favorecidas de Jerusalém, que, por viverem de forma opulenta, são as que mais sofreriam as dificuldades de um cerco [ver tb. Is. 3:16-26]”. CBASD, vol. 4, p. 232.

10 A vindima se acabará. A perda literal da vindima, com a consequente escassez de vinho para as ocasiões festivas. Ou pode ser uma linguagem ficurada para se descrever a perda de todas as formas de alegria. CBASD, vol. 4, p. 232.

12 Batei no peito. Esta atitude é uma maneira de os orientais expressarem pesar e angústia. A prosperidade logo daria lugar à desolação e miséria. CBASD, vol. 4, p. 232.

13 Casas onde há alegria. As majestosas mansões onde os ricos se reuniam para banquetes e bebedeiras. A previsão se cumpriu em parte durante a invasão de Senaqueribe [assírios]; mais tarde, mais completamente quando Nabucodonosor saqueou o país e, ainda mais tarde, quando os romanos devastaram a terra de Judá. CBASD, vol. 4, p. 232.

15 Até que se derrame sobre nós o Espírito.Estas palavras se cumpriram em parte na grande reforma feita por Ezequias, mas de forma mais completa no Pentecostes (Jl 2:28; At 2:17; ver também Os 6:3; Jl 2:23; Zc 10:1; Ap 18:1). CBASD, vol. 4, p. 232.

Pomar. Chegaria o tempo em que o Espírito de Deus seria derramado sobre o mundo, o que faria com que regiões espiritualmente áridas e desoladas florescessem como a rosa. Este era dos temas preferidos de Isaías (Is 29:17; 35:1; 41:17-20; 55:13). CBASD, vol. 4, p. 232.



ISAÍAS 32 by jquimelli
21 de junho de 2017, 1:00
Filed under: Sem categoria

Comentário Devocional

Neste capítulo, vemos uma descrição messiânica de Cristo como Rei que reinará com justiça (v. 1a): “Isaías desvia a atenção do iminente ataque assírio a Jerusalém (Is 31:8,9) para se referir ao tempo de paz que viria a seguir. Depois da retirada de Senaqueribe, em 701 a.C., seguiu-se um tempo de paz sob o justo reinado de Ezequias… O quadro profético de paz e segurança une a descrição das glórias do mundo porvir com a era messiânica. Nesse contexto messiânico, o “rei” é Cristo”. CBASD, vol. 4, p. 231.

Isaías fala no verso 15 como o derramamento do Espírito tornará os campos frutíferos. “Estas palavras se cumpriram em parte na grande reforma feita por Ezequias, mas de forma mais completa no Pentecostes (Jl 2:28; At 2:17; ver também Os 6:3; Jl 2:23; Zc 10:1; Ap 18:1). Idem.

Em Joel 2:28 e 32, o Senhor diz: “derramarei do meu Espírito sobre todos os povos” e “quem invocar o nome do Senhor será salvo”. É a chamada final. Muitos se unirão ao Remanescente.

Querido Deus,
Queremos viver em segurança espiritual, crescendo na Sua graça, banhados pelo Espírito, pela justiça de Jesus. Amém.

Koot Van Wick
Coreia do Sul

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/isa/32, https://www.revivalandreformation.org/?id=957 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/isa/32/
Tradução anterior: https://reavivadosporsuapalavra.org/2014/03/28
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli
Texto bíblico: Isaías 32 NVI
Comentário em áudio Pr Valdeci
Leituras da semana do programa Crede em Seus Profetas: https://credeemseusprofetas.org/



ISAÍAS 32 – COMENTÁRIO PR ADOLFO SUAREZ by jquimelli
21 de junho de 2017, 0:55
Filed under: Sem categoria



ISAÍAS 32 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
21 de junho de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

ISAÍAS 32 – Uma vida, família, igreja e até nação entregue a Cristo, quando regida pelo Espírito Santo, transforma até o deserto estéril em terra fértil (um bosque); a injustiça cede lugar à justiça; e, a vida agitada, corrida e estressante converte-se em paz, quietude e tranquilidade.

Pecadores que se convertem a Cristo, o Rei justo, se tornam príncipes que representam o Messias neste mundo insípido, imoral e tomado pelas trevas do mal (vs. 1-2). Cada crente, verdadeiramente cristão, cheio do Espírito Santo, será…

1. …um esconderijo contra os vendavais da vida para os que buscarem conselhos, orientações e ouvirem de seus lábios a mensagem do evangelho.
2. …um refúgio contra as tempestades insurgentes neste mundo de injustiça, perversidade e desgraças;
3. …como um manancial àqueles que estão áridos numa terra seca de verdades, de amor, e espiritualidade viva;
4. …como a sombra de uma grande Rocha para os que sofrem no calor das investidas do diabo, das injustiças dos agentes dos demônios, e da falta de proteção em uma sociedade pautada pelo pecado.

O pecado reverte os planos divinos, destrói a criação e deturpa o caráter do ser humano criado à imagem de Deus. A natureza e a sociedade tornam-se um caos, catástrofes se tornam ameaças e os valores são invertidos. Entretanto, Deus estabeleceu um plano para julgar e condenar ao mal; e, então, restaurar tudo o que o pecado arruinou (vs. 3-14).

Para isso, Jesus, o Messias, veio para salvar aos pecadores; e, o Espírito Santo foi enviado para transformar aos transgressores. O coração de quem se entrega a Cristo e é regido pelo Espírito Santo caracteriza-se com “antes” e “depois” de ser reavivado (vs. 15-18):

• De árido passou a fértil, produz o fruto do Espírito;
• De injusto passou a justo;
• De tortuoso passou a reto;
• De incrédulo passou a ter fé;
• De impaciente/inquieto passou a ter paz/descanso.

Embora continuem num mundo perverso, os conversos que promovem o bem serão bem-aventurados até o dia em que Deus dará um basta total ao poder do mal e seus promotores (vs. 18-20).

Precisamos de mais pessoas convertidas a Cristo, cheias do Espírito Santo. Precisamos de mais crentes reavivados que façam a diferença na sociedade. Precisamos impactar o mundo com o poder celestial, sendo representantes divinos! – Heber Toth Armí.



ISAÍAS 32 – COMENTÁRIO ROSANA BARROS by Ivan Barros
21 de junho de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Levantai-vos, mulheres que viveis despreocupadamente, e ouvi a Minha voz; vós, filhas que estais confiantes, inclinai os ouvidos às Minhas palavras” (v. 1).


Apesar do tempo de paz que sobreveio a Jerusalém com o reinado de Ezequias, a situação política do reino não permaneceria assim por muito tempo. Na bonança, ao invés de buscarem ainda mais a Deus e nEle se refugiarem, levavam uma vida despreocupada, regalada e movida a festas e bebedeiras (v. 13). A advertência de forma direta às mulheres de Jerusalém deixa bem clara a importância do papel da mulher diante de Deus. Mas aquelas mulheres estavam vivendo de maneira despreocupada, confiantes na paz terreal, esquecendo-se dos deveres que como mães e esposas lhes cabiam executar.

É exatamente assim que o mundo de hoje está. É assim que a maioria se comporta. E este mal não se limita apenas ao cenário geral, mas tem adentrado com força às portas da igreja de Deus. De forma sutil, Satanás tem desviado a atenção do povo de Deus do que realmente importa para que vivamos da mesma forma que àquelas mulheres: DESPREOCUPADAMENTE. Os pais estão ocupados demais em seus labores diários para exercer como deveriam a sua função de sacerdotes do lar. De igual forma, as mães estão sobrecarregadas demais para perceber que os filhos estão crescendo sem a sua imprescindível vigilância. E os defeitos de caráter dos filhos são negligenciados e tolerados simplesmente porque, ou os pais não têm mais paciência para corrigi-los, ou porque não pensem que seja tão grave a conduta ruim dos filhos, pois, afinal, a maioria age assim também. Oh, meus irmãos, que tempos terríveis estamos vivendo! Onde cada membro da família, por não compreender o seu papel dentro do lar, tem cooperado para a triste condição das famílias atuais: desestruturadas e confusas.

Estamos vivendo em momentos decisivos e Jesus nos chama: “Levantai-vos” e vencei da mesma forma que Eu venci no deserto da tentação: mediante oração, jejum e pelo poder do ESTÁ ESCRITO (Mateus 4)! O chamado de Deus requer ATITUDE. Homens e mulheres que submetam-se à “boa, agradável e perfeita vontade de Deus” (Romanos 12:2). Precisamos despertar com urgência! A voz de comando do SENHOR nunca é para amanhã, é para AGORA. Cristo não disse “Ide” (Mateus 28:19) quando vocês virem que as profecias estão se cumprindo. Mas Ele disse “Ide” HOJE! “Vigiai e orai” AGORA! “Inclinai os ouvidos à Minha Palavra” (v. 1) e escutem a Minha voz! O SENHOR deseja falar com os Seus filhos, mas nós só O ouviremos se estivermos dispostos a aceitar a Sua vontade. Ele não nos fala o que queremos ouvir, mas o que precisamos ouvir. E é aqui que entra a importância da comunhão diária. Somente mantendo um relacionamento diário com Deus é que podemos ouvir com clareza a Sua voz.

Dentro em pouco, amados, a porta da graça fechará “e não haverá mais colheita” (v. 10). Toda a confiança depositada em coisas vãs fará tremer (v. 10) quem não procurou se preparar. Esta não é uma mensagem sensacionalista, meus irmãos, e sim a realidade para o tempo solene em que estamos vivendo. Porém, pode ser que estejamos permitindo que as coisas deste mundo ofusquem o brilho e a urgência da mensagem que um dia abraçamos. Deus não suporta mais o odor do pecado que exala desta terra! Jesus está prestes a voltar! E nos momentos que antecedem a Sua volta, este mundo entrará em um colapso jamais visto. O pavor tomará conta dos corações que tremerão diante de uma expectativa que não sabem discernir. Especulações, fanatismo e ceticismo tentarão explicar, ignorando ou distorcendo o ASSIM DIZ O SENHOR. Desde que Cristo entrou no lugar Santíssimo do Santuário Celeste (Hebreus 8:1-2; Ap. 11:19), é tempo de profundo exame do coração, entrega total e profundo arrependimento: “…turbai-vos, vós que estais confiantes. Despi-vos, e ponde-vos [nus], e cingi com panos de saco os lombos” (v. 11). Ou seja, NÃO BRINQUEM DE SER CRISTÃOS! DE DEUS NÃO SE ZOMBA! (Gálatas 6:7). Precisamos nos despir das vestes do pecado e nos apresentar diante do SENHOR com inteireza de coração e completo arrependimento, permitindo que Cristo nos revista de Suas vestes de justiça, “até que se derrame sobre nós o Espírito lá do alto” (v. 15). Então, pode vir o que vier (v. 19)! Cumprir-se-á a Palavra do SENHOR e a letra da canção: “Pode cair o mundo, estou em paz!”.

Que possamos cumprir a missão que nos foi confiada semeando “junto a todas as águas” (v. 20), pregando o “evangelho eterno… a cada nação, e tribo, e língua, e povo” (Ap. 14:6). E “o efeito da justiça será paz, e o fruto da justiça, repouso e segurança, PARA SEMPRE” (v. 17), onde “reinará um Rei com justiça” (v. 1)!

Chegou a hora! “Levantai-vos”, homens e mulheres de Deus! Que este despertar comece na minha e na sua vida!

Bom dia, herdeiros do Reino de paz!

Desafio do dia: Semana de oração “Eu, __(seu nome)__, na presença de Deus!” (terceiro dia). Lembram-se do desafio de escolher um nome para orar durante o restante do ano (comentário de Isaías 16)? Coloque este nome diante do altar de Deus de forma especial esta semana. E no seu culto particular, louve ao SENHOR com o hino do link abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=OshvL_4yYdE

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Isaías32
#RPSP
#IASD



ISAÍAS 32 – COMENTÁRIO PR EVANDRO FÁVERO by jquimelli
21 de junho de 2017, 0:25
Filed under: Sem categoria

A pedidos, mantemos na página as publicações do pr Evandro Fávero:

 




%d blogueiros gostam disto: