Reavivados por Sua Palavra


ISAÍAS 35 – COMENTÁRIO ROSANA BARROS by Ivan Barros
24 de junho de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Fortalecei as mãos frouxas e firmai os joelhos vacilantes” (v. 3).


A vitória sobre os inimigos é relatada neste capítulo como a promessa de um tempo em que o povo de Deus não teria mais que preocupar-se com guerras. Mas a mensagem profética vai além, e descortina os séculos até o dia em que “verão a glória do SENHOR” (v. 2) e a “retribuição de Deus” (v. 4). Se o povo houvesse aceitado o “bom caminho”, de modo algum teria errado e de forma alguma teria rejeitado “o Caminho Santo” (v. 8). Teria sido tão real a felicidade da Sião terrestre quanto o será da Sião celeste.

A promessa da primeira vinda do Messias era o evento mais esperado entre o povo de Deus, ou pelo menos era o que deveria ser. Porém, a realidade mostrou que “o esplendor do nosso Deus” (v. 2) “veio para o que era Seu, e os Seus não O receberam” (João 1:11). O “Caminho Santo” (v. 8) tornou-se um de nós, fez cegos enxergar, surdos ouvir, coxos saltar, mudos cantar (v. 5-6), e, ainda assim, foi desprezado. A maior prova do amor de Deus pela humanidade foi em ter Cristo vindo para morrer em nosso lugar, garantindo-nos a salvação eterna por intermédio de Sua segunda vinda. Isto deve fortalecer e firmar a nossa vida na certeza de que é só uma questão de tempo até que tudo se cumpra e possamos dizer: “Eis que Este é o nosso Deus, em Quem esperávamos, e Ele nos salvará; Este é o SENHOR, a Quem aguardávamos; na Sua salvação exultaremos e nos alegraremos” (Isaías 25:9).

Infelizmente, a nossa situação não dista da situação do antigo Israel. Deus tem nos provado através de toda a história que Ele cumpre as Suas promessas e nenhuma JAMAIS falhou. Sua aliança eterna permanece em seu curso e o segundo advento de Cristo será tão real quanto o fato de você estar lendo este comentário agora. Mas realmente temos almejado este Dia? Você sente saudades de Jesus? O conflito dos séculos tem revelado toda a fúria do inimigo de Deus e toda a maldade do coração humano, fazendo com que os filhos do Reino fiquem “desalentados de coração” (v. 4), de “mãos frouxas” e “joelhos vacilantes” (v. 3). Contudo, há um recado especial para estes: “Sede fortes, não temais. Eis o vosso Deus… Ele vem e vos salvará” (v. 4).

Há um lugar de eterna paz reservado para “os resgatados do SENHOR”. Ali, “alegria eterna coroará a sua cabeça; gozo e alegria alcançarão, e deles fugirá a tristeza e o gemido” (v. 10). “Os remidos” (v. 9) de todas as nações “verão a glória do SENHOR” e irão maravilhar-se com “o esplendor do nosso Deus”. A força que lhes sobrevirá nos instantes finais será o resultado do que praticaram até então. Pela fé, contemplaram aqui a glória de Deus e hão de vê-la no Dia da manifestação do Unigênito do Pai. Da fraqueza extrairão força e do desalento, esperança.

Somos todos chamados a fazer parte deste rebanho de um só Pastor. Está prestes a se cumprir na vida dos salvos o anseio de Davi: “e habitarei na Casa do SENHOR para todo o sempre” (Salmo 23:6). Não troque os “mananciais de água” do SENHOR pelas ilusões desta “terra sedenta” (v. 7). Preparemos o nosso coração, “resgatados do SENHOR”, estamos quase chegando em casa!

Feliz sábado, amados!

Desafio do dia: Semana de oração especial: “Eu, __(seu nome)__, na presença de Deus!” (6o dia). Hoje cante hinos que falem sobre a Nova Terra e peça ao Espírito Santo que continue a lhe conduzir no “Caminho Santo” (v. 8).

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Isaías35
#RPSP
#IASD


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: