Reavivados por Sua Palavra


ISAÍAS 20 – COMENTÁRIO ROSANA BARROS by Ivan Barros
9 de junho de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Nesse mesmo tempo, falou o SENHOR por intermédio de Isaías, filho de Amoz, dizendo: Vai, solta de teus lombos o pano grosseiro de profeta e tira dos pés o calçado. Assim ele o fez, indo despido e descalço” (v. 2).


A profecia a respeito do cativeiro dos egípcios e dos etíopes abre uma nova fase na vida de Isaías. Assim como seus filhos, ele também seria uma pregação ambulante. Por três anos, o profeta andou despido de sua veste principal e descalço. Não se sabe ao certo se isto aconteceu em intervalos durante aquele período, ou se foram três anos ininterruptos: “A palavra ‘arom’, ‘despido’, tanto pode significar completamente nu ou parcialmente vestido. Neste caso (como em Is. 58:7; Ez. 18:7, 16; Mq. 1:8), aponta-se o último significado. Isaías deixou de lado sua veste exterior e usou apenas as vestes interiores, uma prática comum no Oriente até hoje, principalmente entre os trabalhadores. O ato seria sinal de humilhação, privação e vergonha” (Comentário Bíblico Adventista, vol. 4, p. 186).

As vestes, no antigo testamento, tinham significados e podiam representar posição social, ou religiosa, além de serem consideradas símbolo de pureza ou de imundícia. A depender da forma que alguém se vestia, podia-se definir a sua classe social, religião, profissão e até estado de espírito. Diante disto, o profeta estava “vestido” para transmitir uma mensagem muito clara. Não havia desculpas para a incompreensão. Sua roupa já dizia tudo!

Quando Adão e Eva caíram em pecado, a primeira coisa que fizeram foi confeccionar roupas de folhagens ao perceber a sua nudez. Porém, “fez o SENHOR Deus vestimenta de peles para Adão e sua mulher e os vestiu” (Gênesis 3:21). José teve sua veste arrancada por seus irmãos, e depois pela esposa de Potifar, mas Deus o vestiu com vestes dignas de um rei (Gênesis 41:42). Ao estabelecer os ritos e procedimentos do santuário terrestre, o SENHOR também descreveu o tipo de vestimenta que os sacerdotes usariam em Sua Casa, usando um capítulo praticamente todo para orientar cada detalhe daquela roupa, bem como o “detalhe” da inscrição que Arão teria em uma lâmina de ouro puro sobre a testa: “Santidade ao SENHOR” (Êxodo 28:36).

Meus irmãos, este é um assunto um tanto delicado e causador de muitas discussões. Mas este não é o objetivo da Palavra do SENHOR ao deixar bem claro que Deus se preocupa até com o que nos vestimos. Isaías confiou completamente na instrução de Deus ao submeter-se a usar trajes de humilhação. Ele aceitou fazer parte dos propósitos de Deus. Se ele não estivesse antes de tudo com o coração revestido pela fé, de nada adiantaria a sua representação exterior. Israel podia até vestir-se como israelita, ornar-se como israelita, mas seu coração estava longe de Deus. Preferiram confiar em nações pagãs a confiar no Deus que os escolheu como a Sua porção.

Podemos vestir as melhores roupas. Podemos ostentar uma aparência de piedade. Mas se isto não for a CONSEQUÊNCIA de um interior transformado e constantemente reavivado pelo Espírito Santo, diante de Deus, estamos nus (Ap. 3:17). Precisamos atender urgentemente ao conselho de Cristo: “Aconselho-te que de Mim compres… vestiduras brancas para te vestires, a fim de que não seja manifesta a tua nudez” (Ap. 3:18). O SENHOR do Universo, assim como um dia vestiu os nossos primeiros pais, deseja nos vestir com vestes especiais. Cristo nos oferece as Suas vestes de justiça. Somente revestidos delas poderemos ser justificados naquele grande Dia, quando receberemos as vestes incorruptíveis e imortais daqueles que venceram com Cristo, “os chamados, eleitos, fiéis que se acham com Ele” (Ap. 17:14). Que sejamos testemunhas de Jesus (Atos 1:8), como diz a letra de uma corinho infantil: “Por dentro, fora, no alto e em baixo”.

Bom dia, testemunhas de Cristo!

Desafio do dia: Hoje é dia de faxina. Primeiro, ore e peça ao Espírito Santo que faça uma análise do seu coração e decida, em nome de Jesus, abandonar tudo aquilo que tem maculado a sua vida. Depois, analise o que você tem usado e consumido e peça a Deus para se desfazer de tudo aquilo que não O agrada. Não se preocupe, pode ser um processo lento e gradual, o SENHOR é longânimo e benigno. Lembre-se que a mensagem do profeta não durou três dias, e sim três anos. Mas tenha certeza de uma coisa: Se você estiver disposto, Ele vai falar com você.

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Isaías20
#RPSP

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: