Reavivados por Sua Palavra


SALMO 60 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
30 de dezembro de 2016, 0:50
Filed under: Sem categoria

Este salmo nos dá informações sobre o reinado de Davi não encontrado nos livros de 1 e 2 Samuel ou 1 e 2 Crônicas. Embora io pano de fundo definição do salmo seja encontrada em 2 Samuel 8, essa passagem não faz nenhuma referência ao fato de que as forças de Davi encontraram resistência dura (60: 1-3) e aparentemente mesmo uma derrota temporária (60: 9, 10). Quanto mais perto chegarmos a Deus, mais nossos inimigos nos atacarão porque ameaçamos seu modo de vida perverso e egoísta. Life Application Study Bible Kingsway.

De acordo com o subtítulo, o Salmo 60 foi escrito por Davi durante a guerra contra os edomitas. O cântico retrata a humilhação de Israel após uma grande derrota (v. 1-3), apela a Deus para cumprir Suas promessas de vitória (v. 4-8), e expressa confiança na vitória final de Israel sobre os inimigos (v. 9-12). O salmo tem um estilo ágil, emprega metáforas vívidas e trem muitas expressões de esperança. CBASD, vol. 3, p. 870.

Davi abre o Salmo 60 com uma surpreendente acusação contra Deus: “Tu nos rejeitaste e dispersaste, ó Deus” (v. 1, NVI). E também: “Sacudiste a terra e abriste-lhe fendas”; (v. 2). E, finalmente, “Fizeste passar o teu povo por tempos difíceis; deste-nos um vinho estonteante” (v. 3). O vinho “estonteante”, o vinho da ira de Deus contra o seu povo deixou-os cambaleando como um bêbado.

Você provavelmente sabe o que é ter tudo dando errado até o ponto em que você acha que Deus está longe e todo o seu mundo está caindo aos pedaços. No caso de Davi, não sabemos o que aconteceu para que ele expressasse a crença de que Deus rejeitou o seu próprio povo.

Mas o humor de Davi muda quando ele considera que Deus ainda está no controle e ainda é verdade para aqueles que Ele ama. O inimigo que tem causado danos a Israel era apenas o instrumento de desagrado de Deus, e agora Ele vai restaurar o que foi perdido e consertar o que está quebrado.

Deus é o ponto de encontro da nação: “Mas para aqueles que Te temem, tens levantado uma bandeira a ser desfraldada”. Isto lembra um soldado levantando sua bandeira para incentivar seus companheiros de luta.Tendo reunido o Seu povo mais uma vez sob a Sua bandeira da verdade (NVI), Ele vai resgatá-los e reconstruí-los.

A oração de Davi é: “Salva-nos e ajuda-nos com a Tua mão direita.” A “mão direita” de Deus é freqüentemente mencionada nas Escrituras como seu braço de poder que é movido para salvar e proteger. O nosso fiel Deus nos assegura: “Então, não tenha medo, pois eu estou com você, não te espantes, porque eu sou teu Deus. Eu te fortaleço, e ajudá-lo, eu o segurarei com a minha destra fiel “(Isaías 41:10). Garth Bainbridge, em http://revivedbyhisword.org/en/bible/Psa/60/.

1. Tu nos … dispersaste. Ou “quebraste”. A palavra hebraica assim traduzida sugere a derrota de um exército cujas fileiras estão desfeitas, ou a derrubada de um muro por meio de instrumentos de guerra num cerco (ver Jz 21:15; 2Sm 5:20; 6:8). CBASD, vol. 3, p. 870.

indignado. O salmista considerou a derrota como uma evidência da indignação de Deus. CBASD, vol. 3, p. 870.

restabelece-nos! Ou, “restaura-nos”. CBASD, vol. 3, p. 870.

2 Abalaste a terra. A metáfora de um terremoto é usada para retratar o pânico que toma conta de um país derrotado. CBASD, vol. 3, p. 870.

brechas. O salmista pede a Deus que repare as brechas feitas pelo terremoto, ou seja, a devastação causada pelo inimigo. CBASD, vol. 3, p. 870.

3 reveses. Ou, “coisas severas”, isto é, fracassos, derrotas, provas. CBASD, vol. 3, p. 870.

CBASD, vol. 3, p. 870.vinho que atordoa. Literalmente, “vinho cambaleante”. A nação, de forma simbólica, bebeu um vinho embriagador que a fez cambalear como um bêbado (ver Sl 75:8; Is 51:17, 22; Jr 25:15-17). CBASD, vol. 3, p. 870.

4 um estandarte. Do heb. nes, “uma insígnia”, “um sinal”. A despeito da humilhação da nação, o salmista vê esperança no chamado de Israel para se refugiar sob o estandarte de Deus. CBASD, vol. 3, p. 870.

6-10 Deus disse que as cidades e territórios de Israel eram dEle, e Ele sabia o futuro de cada uma das nações. Quando o mundo parece fora de controle, devemos nos lembrar de que Deus é dono das cidades e sabe o futuro de cada nação. Deus está no controle. NEle e através dEle conquistaremos a vitória. Life Application Study Bible Kingsway.

6 Falou Deus. O Senhor prometeu a Israel a terra de Canaã (ver Gn 12:7; 13:15; 17:8; Sl 105:8-11). Davi roga a Deus que Ele cumpra a promessa em sua totalidade. CBASD, vol. 3, p. 871.

a na Sua santidade. A santidade de Deus com frequência é mencionada pelos escritores bíblicos como uma garantia de que Suas promessas se cumprirão. (ver Sl 89:35; Am 4:2). CBASD, vol. 3, p. 871.

Siquém. É provável que o nome desta cidade seja usado para designar toda a região ao oeste do Jordão. Como um recurso de linguagem, uma cidade importante designa todo um território. Siquém foi o segundo local a que Jacó chegou na Palestina, quando voltava da Mesopotâmia (Gn 33:18). Mais tarde, tornou-se uma cidade importante de Efraim, se não a principal (ver 1Rs 12:1). CBASD, vol. 3, p. 871.

Sucote. Um local ao leste do Jordão onde Jacó se acampou ao voltar da Mesopotâmia (Gn 33:16, 17). CBASD, vol. 3, p. 871.

7 Gileade. Região ao leste do Jordão, concedida a Gade e a Manassés (ver Nm 32:39, 40; Js 17:1; ver com. do Sl 22:12). CBASD, vol. 3, p. 871.

Efraim. Efraim e Judá eram as principais tribos do oeste do Jordão. CBASD, vol. 3, p. 871.

a defesa de minha cabeça. Descreve-se Efraim como a principal defesa de todo o país. Depois da divisão do reino, Efraim ficou sendo a principal tribo do reino do norte (ver Dt 33:17). CBASD, vol. 3, p. 871.

Judá. Uma das principais tribos, em posição, número e pela promessa profética (ver Gn 49:8-12). CBASD, vol. 3, p. 871.

cetro. O governo de Israel foi confiado a Judá (ver 1Sm 16:1; 2Sm 2:4; 5:1-3; Sl 78:68). CBASD, vol. 3, p. 871.

8 Moabe. País situado no deserto ao leste do Mar Morto, cujo limite ao norte era o rio Arnon, e ao sul, Edom. Moabe tinha planejado destruir Israel quando este entrasse em Canaã (ver Nm 22). Balaão profetizou a derrota de Moabe (ver Nm 24:17), e Davi cumpriu a profecia (2Sm 8:2). CBASD, vol. 3, p. 871.

bacia de lavar. Metáfora que expressa desprezo extremo, comparando Moabe a uma bacia em que o conquistador lava seus pés. CBASD, vol. 3, p. 871.

Edom. País na região ao sul do Mar Morto. Os edomitas eram os descendentes de Esaú. CBASD, vol. 3, p. 871.

atirarei a minha sandália. Edom é um escravo a quem o mestre atira as sandálias para serem limpas ou guardadas. CBASD, vol. 3, p. 871.

Filístia. Os filisteus eram inimigos tradicionais dos israelitas. Seu território ficava ao longo da costa mediterrânea ao oeste de Judá. … Como outros inimigos, a Filístia não triunfaria e, sim, seria derrotada. CBASD, vol. 3, p. 871, 872.

Davi mencionou as nações inimigas que rodeavam Israel. Moabe estava diretamente ao leste, Edom ao sul, e Filístia ao oeste. No momento em que este salmo foi escrito, Davi estava lutando contra Aram [Síria] ao norte. Embora estivesse cercado por inimigos, Davi acreditava que Deus o ajudaria a triunfar. Life Application Study Bible Kingsway.

9 cidade fortificada. Talves se refira a Selá, capital de Edom, cidade mais tarde chamada de Petra, à qual se podia chegar apenas por meio de um desfiladeiro cujas paredes de rocha são quase verticais. A cidade foi construída na rocha e era praticamente inacessível ao invasor (ver Ob 1, 3). Davi expressa ansiedade em conquistar esta fortaleza. CBASD, vol. 3, p. 872.

Quem me guiará até Edom? Este versículo é quase um grito de guerra. A esperada vitória foi alcançada por Joabe e Abisai durante o reinado de Davi (ver com. de 2Sm 8:12, 13; e também de 1Rs 11:15). CBASD, vol. 3, p. 872.

10 Não nos rejeitaste. Comparar com Sl 43:2; 44:9-11. CBASD, vol. 3, p. 872.

11 Presta-nos auxílio. O salmista reconhece que Deus é sua real fonte de ajuda. CBASD, vol. 3, p. 872.

12 faremos proezas. Literalmente, “alcançar poder”. A palavra hebraica para “poder” (chayil) transmite a ideia de poder ou habilidade de realizar. CBASD, vol. 3, p. 872.

adversários. O salmo, embora comece com humilhação, termina com uma nota de confiante esperança (ver Sl 44:5). A Davi foi permitido ver a resposta à sua oração. Durante seu reinado, Israel tinha expandido grandemente suas fronteiras. As promessas feitas a Abraão começavam a ser cumpridas (ver Gn 15:18; ver com. 1Rs 4:21). CBASD, vol. 3, p. 872.

 


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: