Reavivados por Sua Palavra


SALMO 57 – #RPSP – COMENTÁRIO ROSANA BARROS by Ivan Barros
27 de dezembro de 2016, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Firme está o meu coração, ó Deus, o meu coração está firme; cantarei e entoarei louvores” (v. 7).

A experiência de Davi na caverna em En-Gedi (Vide I Samuel 24) foi, certamente, uma das mais marcantes de sua vida. Ali estava ele e seus homens escondendo-se da ira de Saul. Interessante é que o relato diz que eles estavam “assentados no mais interior” da caverna (I Samuel 24:3). Guardem esta informação. Então, Saul entra justamente nesta caverna para “aliviar o ventre” (idem). 

Opa! — disseram os homens de Davi — Eis a oportunidade perfeita para acabar com a vida deste ímpio!

Mas Davi sai do interior da caverna, chega por trás de Saul com toda cautela e, sem que ele perceba, corta um pedaço do seu manto. Entretanto, aconteceu algo curioso. Ele se arrepende de ter danificado a veste real de Saul e conteve seus homens para que não fizessem nenhum mal a Saul. O início do Salmo de hoje revela a necessidade de Davi em abrigar-se “à sombra das… asas” (v. 1) do SENHOR. Deus era o seu refúgio e o mais interior da caverna representa qual deve ser a nossa condição diante de Deus: totalmente dependentes. Quando Cristo olhou para Jerusalém, Suas palavras revelam o cuidado que Ele deseja ter conosco: “Quantas vezes quis Eu reunir os teus filhos, como a galinha ajunta os seus pintinhos debaixo das asas, e vós não quisestes” (Mateus 23:37). Mas Davi aceitou este abrigo seguro e nEle encontrou auxílio e livramento (v. 3). Saul procurava a morte de Davi, quando estava cavando a sua própria cova (v. 6). O fato de Saul não incomodar-se em fazer o mal a Davi, e Davi incomodar-se simplesmente pelo fato de ter danificado as vestes de Saul, nos dá uma visão bem clara da diferença entre um coração endurecido e um coração conduzido por Deus. 

Eu não sei você, mas estou amando o fato de relembrar histórias que já estudamos, e encontrar novos detalhes que fazem toda a diferença como edificação de nossa espiritualidade. Apesar de Deus já haver rejeitado Saul, Davi ainda o considerava um ungido do SENHOR (I Samuel 24:6), mostrando o grau de seriedade que ele tinha com relação à uma aliança feita por Deus. Ele acreditava que se Deus havia colocado Saul no trono, o próprio Deus deveria tirá-lo, e não ele. Davi preferiu passar por toda aquela perseguição a fazer justiça com as próprias mãos. Que testemunho a ser seguido! E conhecemos a história. Deus o honrou e o fez o maior dos reis de Israel, a ponto de receber a mais alta honra de fazer parte da genealogia de Cristo e de uma das formas de dirigir-se a Ele: “SENHOR, Filho de Davi, tem compaixão de nós!”. E é interessante que foi exatamente assim que Davi começou a sua súplica neste Salmo: “Tem misericórdia de mim, ó Deus” (v. 1). 

Qua tal escolhermos fazer como Davi? Clamar ao SENHOR que nos abrigue debaixo de Suas asas e nos ajude a não levantar a mão contra o nosso próximo nem que seja de forma sutil. Lembre-se de que Davi nos deixou bons testemunhos, mas também teve os seus momentos ruins. Portanto, o nosso coração deve estar firme em Deus, que através de Jesus nos deixou o perfeito exemplo de como devemos viver. Somente debaixo de Suas vestes encontramos abrigo seguro e motivos para render-Lhe graças e cantar-Lhe louvores (v. 9). Então, Ele nos abrigará “até que passem as calamidades” (v. 1) e nos fará despertar, à cada dia, com este lindo cântico no coração: “Sê exaltado, ó Deus, acima dos céus; e em toda a terra esplenda a Tua glória” (v. 11).

Bom dia, refugiados no SENHOR!

Desafio do dia: Medite na letra deste hino e faça dele uma oração: “Sob Suas asas”, hino 357 do hinário adventista.

*Leiam #Salmo57 

Rosana Garcia Barros


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: