Reavivados por Sua Palavra


SALMO 46 – #RPSP – COMENTÁRIO ROSANA BARROS by Ivan Barros
16 de dezembro de 2016, 0:30
Filed under: Sem categoria

 

“Aquietai-vos e sabei que Eu sou Deus; sou exaltado entre as nações” (v. 10).

Ellen White, no livro O Grande Conflito, descreveu, como ninguém, a vida e os sofrimentos de Martinho Lutero. Sendo um dos maiores reformadores da história da Igreja cristã, sofreu diversas perseguições por causa da fé que abraçara. Certamente, ele sabia o que dizia quando compôs o hino “Castelo forte” (HA, n° 33), com base no Salmo 46. Lutero foi um homem extremamente sincero e que, ao descobrir a maravilhosa verdade: “O justo viverá da fé” (Romanos 1:17), foi duramente reprovado por aqueles a quem julgava serem grandes homens de Deus. Sobre isto, diz o espírito de profecia: “Lutero tremia quando olhava para si mesmo – um só homem opor-se às mais poderosas forças da Terra… Mas ele não foi abandonado ao desânimo. Quando faltou o apoio humano, olhou para Deus somente, e aprendeu que poderia arrimar-se em perfeita segurança Àquele todo-poderoso braço” (O Grande Conflito, p. 128).

Deus nos convida a nEle confiar ainda que tudo ao nosso redor nos seja desfavorável. Ele nos convida a mudar o nosso foco, a olhar na direção certa. Quando Pedro tirou os olhos do Salvador e olhou para a fúria do mar, começou a imergir em seus temores (Mateus 14:30). Somos chamados a olhar para o Único capaz de nos socorrer em nossas tribulações (v. 1) e a contemplar as Suas obras de livramento (v. 8); a lembrar de que “há um rio, cujas correntes alegram a Cidade de Deus, o santuário das moradas do Altíssimo” (v. 4) e é para lá que iremos se tão-somente Deus for o nosso refúgio e fortaleza (v. 1).

Aquietar não significa condição de letargia, mas de confiança e dependência. E “sabei que Eu sou Deus” (v. 10) não é uma mera explicação de Deus de quem Ele é, mas de Sua total capacidade de realizar todas as coisas. Ao compreendermos que precisamos de Deus e que só Ele pode todas as coisas, “ainda que a terra se transtorne e os montes se a abalem… ainda que as águas tumultuem e espumejem e na sua fúria os montes se estremeçam” (v. 2, 3), “não temeremos” (v. 2). Quem está conosco é o SENHOR dos Exércitos e Ele comandará a nossa vitória até que estejamos a salvo no lugar onde Ele habita (v. 5). Ele está prestes a por a termo a guerra (v. 9) que envolve a tua e a minha salvação. E qual será a tua decisão? Oxalá que seja aquietar o coração, saber que só o SENHOR é Deus e viver o que Paulo viveu com tanta intrepidez: “Tudo posso nAquele que me fortalece” (Filipenses 4:13).

Bom dia, refugiados no SENHOR!

Desafio do dia: Leia o capítulo 7, “A influência de um bom lar” do livro “O Grande Conflito”.

*Leiam #Salmo46

Rosana Garcia Barros

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: