Reavivados por Sua Palavra


SALMO 45 – #RPSP – COMENTÁRIO ROSANA BARROS by Ivan Barros
15 de dezembro de 2016, 0:30
Filed under: Sem categoria

“O Teu trono, ó Deus, é para todo o sempre; cetro de equidade é o cetro do Teu Reino” (v. 6).

Disse Jesus: “… a boca fala do que está cheio o coração” (Mateus 12:34). O coração do salmista transbordava “de boas palavras” (v. 1) e essas palavras foram consagradas a Deus. Uma composição inspirada segundo a melodia celeste. A celebração de um casamento tornou-se a ilustração mais adequada para descrever o amor inigualável do Ungido de Deus por sua noiva. Afinal, Quem é “o mais formoso entre os filhos dos homens?“. Quem “dos lábios extravasou graça” (v. 2)? Quem é Aquele cujo trono é eterno (v. 6)? Quem foi ungido “com o óleo da alegria, como a nenhum” outro (v. 7)? A Quem os povos “louvarão para todo o sempre” (v. 17)

Apesar de não ser considerado por inteiro como um Salmo messiânico, é bem notória a utilização da figura de Cristo em muitas passagens. A Bíblia compara a união entre Cristo e Sua igreja com a união matrimonial entre um homem e uma mulher: “porque o marido é o cabeça da mulher, como também Cristo é o cabeça da igreja… Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a Si mesmo Se entregou por ela” (Efésios 5:23, 25).

Observe novamente o verso dez. Ele é como um amoroso convite à igreja de Deus de todos os tempos, mas que também não deixa de ser um chamado urgente: —”Ouve, filha; vê, dá atenção. Dá atenção a Quem se despiu da glória de um Rei e vestiu-se de humanidade para que um dia possa celebrar as Suas bodas contigo. Desperta para dar ouvidos à voz do teu SENHOR! Ouve, vê e obedece! Menina dos meus olhos, “dá-me ouvidos e não te desvies das palavras da minha boca” (Provérbios 5:7).

O Natal está chegando, onde celebramos o amor, a paz e a união. Parece que o mundo se torna mais solidário e humano nesta data. E, apesar de não ser a data real do nascimento de Cristo, aproveitamos este espírito natalino para lembrar ao mundo o verdadeiro sentido do Natal: Jesus Cristo. De Gênesis Apocalipse, as Escrituras testificam dEle (João 5:39). A “Palavra que sai da boca de Deus” (Mateus 4:4) nos serve de aio para que as palavras de nossa boca sejam resultado de um coração em que Cristo reina soberano (Efésios 3:17). O convite do Príncipe da Paz é que possamos dar ouvidos à Sua voz por meio do Espírito Santo (Apocalipse 2:7), observemos a Sua Palavra (I Timóteo 4:9,13) e a obedeçamos (Apocalipse 14:12).

Estamos muito perto, amados, das bodas do Cordeiro! E a Bíblia também aponta a noiva como sendo a Cidade Santa (Apocalipse 21:9-10), e nós, as virgens (Mateus 25:1-13). As virgens prudentes serão “as virgens…” (v. 14) que “serão dirigidas com alegria e regozijo; entrarão no palácio do Rei” (v. 15). Se tão-somente aceitarmos o convite do SENHOR (v. 10) faremos parte deste grupo seleto e dia após dia Ele derramará sobre nós gotas do Espírito até que venha a Sua chuva de poder (Joel 2:28). 

“Jesus vem logo! Estais vós prontos?”

Bom dia, convidados às bodas do Cordeiro!

Desafio do dia: Medite na letra deste lindo louvor: “O coração não se turbe” (Arautos do Rei). https://youtu.be/PHunnRBqW48

*Leiam #Salmo45

Rosana Garcia Barros

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: