Reavivados por Sua Palavra


OITO ANOS DE REAVIVADOSPORSUAPALAVRA.ORG by Jeferson Quimelli

Oito anos pregando a Bíblia, a Palavra de Deus, capítulo por capítulo! Graças a Deus!

https://reavivadosporsuapalavra.org/2012/04/17/

Para acessar os comentários sobre cada capítulo, basta digitar o livro e capítulo na ferramenta “SEARCH”

Se você teve sua vida espiritual afetada por este programa, comente aqui.



SALMO 76 – BUSQUE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
18 de abril de 2020, 1:10
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO SALMO 76 – Leia a Bíblia antes

SALMO 76 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Associação Geral)

COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO PR. HEBER TOTH ARMÍ

COM. VÍDEO PR EVANDRO FÁVERO (link externo)

COM. VÍDEO PR ADOLFO SUAREZ (link externo)

COM. VÍDEO PR RONALDO DE OLIVEIRA(link externo)

COM. VÍDEO PR MICHELSON BORGES (link externo)

COM. VÍDEO PR WEVERTON E EQUIPE (link externo)

COM. VÍDEO PR VALDECI JÚNIOR (link externo)



SALMO 76 by Jeferson Quimelli
18 de abril de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/sl/76

Os Salmos 73-89 foram escritos por Asafe. Quem foi Asafe? Ele pode ter sido um cantor na corte de Davi. Parece que ele escreveu vários salmos, incluindo este. Imagine esse Salmo cantado com apoio de instrumentos de corda.

O capítulo começa com louvores a Deus (uma boa maneira de começar nossas orações). Durante todo o capítulo de doze versículos só há louvor a Deus com a lembrança de como Ele liderou os israelitas, expresso na honra e reverência que lhe são devidas.

Qual é o seu impacto nos outros ao seu redor? As pessoas olham para você e dizem: “Lá se vai alguém que ama a Deus, é um cristão?” Esse é um dos muitos aspectos positivos pelos quais devemos nos esforçar em nossa vida diária. Independentemente dos desafios, devemos exemplificar Deus em todas as coisas. Sim, é mais fácil falar do que fazer! No entanto, com a ajuda de Deus, podemos nos esforçar para alcançar esse objetivo de maneira humilde, permitindo que Ele modele nosso caráter. Quanto mais O louvamos, menos olhamos para nós mesmos e para os outros.

Que seu dia comece com louvores a Jesus e continue o dia inteiro.

Kirsten Machado
Professora da Escola Adventista Americana de Taipei, Taiwan

 Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=800

 

Comentário rodada anterior 

Desde os tempos mais remotos as nações tiveram que gastar muito tempo e esforço não só na concepção de novas armas de guerra, mas também no preparo de proteções adequadas.

Deus em diversas ocasiões enviou Seus anjos para deter aqueles que tinham a intenção de prejudicar o seu povo. Ele enviou anjos para ferir com paralisia e hanseníase pessoas egoístas e cobiçosas, para afogar um exército debaixo do Mar Vermelho e desencadear uma série de outros eventos a fim de proteger os inocentes.

Deus é descrito em vários textos bíblicos como lento para irar-se. Ele não perde a paciência ou age de forma vingativa. Mas há um limite para o que Deus tolera daqueles que querem prejudicar o Seu povo. Ai deles quando este limite é atingido!

Como é maravilhoso sentir a proteção que vem de estar do lado de Deus. Aqueles que pertencem à Sua igreja sentem o calor da Sua presença. Aqueles que permanecem no Seu amor experimentam a paz que o Seu Espírito confere. Embora precisemos andar pelo vale da sombra da morte, nós não tememos mal algum, porque Ele está conosco.

Gordon Christo 
India

Texto original: http://www.revivalandreformation.org/bhp/en/bible/psa/76 e http://revivedbyhisword.org/en/bible/Psa/76/
Tradução: Jeferson Quimelli/Pr Jobson Santos



SALMO 76 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
18 de abril de 2020, 0:50
Filed under: Sem categoria

280 palavras

O Salmo 76 é uma ode [poema lírico destinado ao canto] de ação de graças pelo livramento de Jerusalém de um grande perigo. O salmo foi usado para celebrar a derrota dos exércitos assírios sob o comando de Senaqueribe (ver PR, 361, 362; cf. GC, 23). O salmista contemplo além das cenas de vitória imediata e vê nelas o triunfo da justiça divina, provando a tolice da ira do ser humano e a sabedoria em se submeter a Deus. O salmo consiste de quatro estrofes com três versículos cada. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 3, p. 910.

1 Judá … Israel. O paralelismo sinonímico [como sinônimos] das duas frases deste versículo indica que “Israel”é sinônimo de “Judá”. CBASD, vol. 3, p. 910.

Salém. O nome mais curto e antigo de Jerusalém. O lugar de paz, onde Deus habita (ver com. de Gn 14;18; PP, 703). CBASD, vol. 3, p. 910.

Os de ânimo forte. Os invasores que se orgulhavam de sua força. CBASD, vol. 3, p. 910.

Juízo. A derrota do inimigo foi considerada como um juízo dos céus. CBASD, vol. 3, p. 910.

10 Há de louvar-Te. A impiedade do ser humano faz com que Deus realize grande feitos. A hostilidade humana para com Deus dá oportunidade para que o poder divino seja manifestado, despertando louvor a Deus (ver Êx 9:16; 18:11). CBASD, vol. 3, p. 910.

Do resíduo das iras Te cinges. Literalmente, “Te cingirás”. O paralelismo das duas frases no versículo indica que Deus coloca, como um adorno, os últimos e inúteis esforços dos débeis seres humanos para demonstrar Sua força, vestindo-Se para Sua própria glória. A experiência de Daniel é um exemplo notável disso (ver PR, 543, 544). CBASD, vol. 3, p. 910, 911.

12 Orgulho (ARA; ARC: “espírito”). Do heb. ruach, literalmente, “vento”(ver com. de Ec 12:7). CBASD, vol. 3, p. 911.



SALMO 76 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
18 de abril de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Desde os céus fizeste ouvir o Teu juízo; tremeu a Terra e se aquietou” (v.8).

Asafe apresentou a majestade e o poder de Deus na perspectiva de Seu juízo. Parece que este era o assunto de maior interesse do salmista; o tema de estudo que mais lhe fascinava. Em reconhecer a grandeza de Deus, seu coração ardia na expectativa de que Ele Se levantasse “para julgar e salvar todos os humildes da Terra” (v.9). Asafe não enxergava o juízo como algo a ser temido, mas como a ação divina que culminará na salvação dos justos.

“O Senhor odeia o pecado, mas ama o pecador”. Já ouviu esta afirmação? Ela é verdadeira e nos ajuda a entender melhor a ira de Deus. Foi exatamente o pecado que fez separação entre nós e Deus (Is.59:2). Como de costume, o Senhor andava pelo Éden no pôr do sol, e mesmo sabendo o que havia acontecido e como Adão e Eva se esconderam de Sua face, em um misto de ternura e tristeza, perguntou ao homem: “Onde estás?” (Gn.3:9). Desde então, pela mácula da iniquidade, perdemos o privilégio de um relacionamento face a face com o nosso Criador.

O pecado criou uma barreira que, não fosse a intervenção divina ao longo da história, todo o mundo teria perecido nas águas do dilúvio. Mas a vitória de Cristo na cruz do Calvário quebrou o jugo do pecado e nos leva para cada vez mais perto do encontro com o nosso Deus e Redentor. O Senhor não lança fora nenhum pecador arrependido, por mais longe que tenha ido. A Sua ira é contra o pecado e seu originador. A cada filhinho que tem se escondido pelo medo da rejeição, Ele pergunta: “Onde estás?”. E assim como Ele vestiu Adão e Eva com “vestimenta de peles” (Gn.3:21), Ele deseja nos vestir com as “vestiduras brancas” da justiça de Cristo (Ap.7:9).

O Senhor virá para destruir o pecado com “o diabo e seus anjos” (Mt.25:41), mas todos “os que lavram a iniquidade e semeiam o mal, isso mesmo eles segam. Com o hálito de Deus perecem; e com o assopro da Sua ira se consomem” (Jó 4:8-9). E até estes terão de um dia reconhecer: “Àquele que está sentado no trono e ao Cordeiro, seja o louvor, e a honra, e a glória, e o domínio pelos séculos dos séculos” (Ap.5:13). Como Asafe, não devemos temer o juízo e a ira de Deus, pois o nosso ilustre e glorioso Senhor trabalha incansavelmente para nos levar de volta para Sua casa, de volta para um relacionamento face a face e eterno. Portanto, vigiemos e oremos!

Feliz sábado, “humildes da Terra” (v.9)!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Salmo76 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



SALMO 76 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
18 de abril de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

SALMO 76 – Deus é imanente, presente em nossa história e em nossa vida nos concedendo vitórias. Deus é poderoso, agindo em prol dos seres humanos a fim de que não sejam destruídos por inimigos rancorosos e odiosos. Deus é temível, pois executa Sua justiça com santidade aterrorizando os arrogantes e orgulhosos. Por tudo isso e muito mais, Deus é digno de louvor.

Deste Salmo, Warren Wiersbe, extrai quatro verdades fundamentais que merecem nossa consideração:
• Deus deseja que O conheçamos (vs. 1-3);
• Deus deseja que confiemos nEle (vs. 4-6);
• Deus deseja que O temamos (vs. 7-9);
• Deus deseja que Lhe obedeçamos (vs. 10-12).

Para conhecer a Deus precisamos de Sua Palavra; sem estudar a Bíblia, refletir e meditar em Sua mensagem, fica difícil, para não dizer impossível, conhecer a Deus. Sem conhecê-Lo através de Sua própria revelação, criaremos conceitos, ou mesmo deuses em nossa mente, que não existem.

O Deus que revelou-Se nas páginas sagradas possui caráter bélico, não inerte. É poderoso em Seus atos, não ocioso. Suas atitudes resultam em vitórias, não em derrotas. Seus planos deram e darão certos – nenhum deles ficará apenas no “papel”. O armagedom será a maior demonstração de Seu poder bélico contra os mais altos opositores de Seu governo (ver Apocalipse 16).

Como um Deus atento a tudo, que zela pela justiça, também preza pela erradicação da injustiça. “O julgamento divino provém de Deus, do Céu, e do santuário celestial. Julgar significa livrar. O juízo divino é pronunciado em favor dos aflitos. Quando Deus se ergue para julgar, Seus seguidores fieis ficam em vantagem, e os arrogantes são condenados. Quando o juízo divino traz livramento e justiça, os salvos louvam e glorificam ao Senhor” (Bíblia Andrews).

Conhecendo melhor o caráter de Deus, Suas atitudes e planos, somos convidados a reverenciá-lO humildemente, a agir com responsabilidade e humildade com os seres humanos. Somos desafiados a substituir a ira pelo louvor, sufocar a ruindade com a bondade e trocar a reclamação por gratidão.

• Precisamos conhecer melhor a Deus, para então confiarmos mais nEle, assim O temeremos e seremos devidamente motivados a obedecer-Lhe com coração contrito e submisso.
• Precisamos aproximar-nos mais de Deus através de Sua Palavra para não sermos iludidos com imagens imaginárias de um Deus inventado por nossa criatividade.

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.




%d blogueiros gostam disto: