Reavivados por Sua Palavra


SALMO 64 – BUSQUE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
6 de abril de 2020, 6:30
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO SALMO 64 – Leia a Bíblia antes

SALMO 64 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Associação Geral)

COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO PR. HEBER TOTH ARMÍ

COM. VÍDEO PR ADOLFO SUAREZ (link externo)

COM. VÍDEO PR WEVERTON E EQUIPE (link externo)

COM. VÍDEO PR RONALDO DE OLIVEIRA(link externo)

COM. VÍDEO PR MICHELSON BORGES (link externo)

COM. VÍDEO PR VALDECI JÚNIOR (link externo)



SALMO 64 by Jeferson Quimelli
6 de abril de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/sl/64

Como Davi, clamamos a Deus pedindo que nos ouça, proteja e salve dos nossos adversários. Sabemos que estamos vivendo em um ambiente hostil, no qual o inimigo caminha entre nós como um leão que ruge, buscando a quem possa tragar (1 Pedro 5:8). Ele tem deStruição em sua mente – do coração, da mente, da alma. As táticas do diabo incluem aquelas que Davi escreveu nesta passagem: conspiração, ataques verbais e intrigas.

Como Davi, encontramos em nosso caminho pessoas que trabalham contra nós por meio de fofocas, mentiras, enganos e meias-verdades. Isso pode ser feito de forma aberta ou nas nossas costas. É especialmente doloroso ser injustamente acusado ou declarado culpado.

O diabo é mentiroso (João 8:44) e trabalha contra nós instigando dúvida, desânimo e pensamentos negativos a fim de diluir nossas crenças e nossa fé. Ele é nosso acusador (Ap 12:10) e voz de condenação (Zac 3:1). Ele aponta nossos tropeços e quedas, sugerindo que não somos bons o suficiente para Jesus, para o serviço e para o céu. Não teríamos chance contra ele, NÃO FOSSE a intervenção de Deus para nos defender e lutar por nós.

Stephanie Sheehan
School of Business and Management
Southern Adventist University

Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=788
Tradução: Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli



SALMO 64 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
6 de abril de 2020, 0:50
Filed under: Sem categoria

434 palavras

O Salmo 64 retrata de forma vívida homens maus tramando contra a vida do salmista (ver Sl 52; 57-59). CBASD, vol. 3, p. 878.

Há hostilidade no ar e Davi está experimentando os efeitos da maldade daqueles que querem derrotá-lo. Ele clama a Deus para ouvi-lo, salvá-lo e protegê-lo dos acusadores. Davi relata em detalhes as maneiras pelas quais os seus inimigos estão trabalhando contra ele e contra Deus. Ele, então, tira o seu foco do negativo e declara as maneiras pelas quais Deus irá neutralizar os esforços dos seus inimigos, resultando na derrota deles. Isto despertará um louvor retumbante por todo o povo de Deus. A narrativa nos é familiar, porque a experiência de Davi é também a nossa experiência, pois traz o grande conflito a um nível pessoal. Stephanie Sheehan, em https://reavivadosporsuapalavra.org/2013/10/10/.

1, 2 Podemos crer que Deus quer ouvir apenas certos pedidos de nós. Embora seja verdade que devemos oferecer louvor, confissão e petições respeitosas, também é verdade que Deus está disposto a ouvir qualquer coisa que queiramos Lhe dizer. Davi expressou-se honestamente, sabendo que Deus iria ouvir a sua voz. Deus sempre nos ouvirá e compreenderá plenamente o que dissermos. Life Application Study Bible Kingsway.

3-10 As palavras faladas contra nós estão entre os ataques mais dolorosos que podemos ter de enfrentar. Life Application Study Bible Kingsway.

palavras amargas. Isto é, palavras maliciosas. É cruel o ataque da língua caluniosa. CBASD, vol. 3, p. 878.

não temem. É evidente que os inimigos do salmista não temem a Deus nem ao homem (ver Sl 55:19). CBASD, vol. 3, p. 878.

propósito. Literalmente “palavra”. A linguagem dos conspiradores ímpios é má. CBASD, vol. 3, p. 878.

dizem. Isto é, para si mesmos. CBASD, vol. 3, p. 878.

inquirem tudo. Eles examinam tudo que pode ajudá-los a levar a cabo seus propósitos maus. CBASD, vol. 3, p. 878.

excogitar. “Descobrir, em resultado de meditação ou investigação profunda”.”Pesquisar”; “esquadrinhar”. https://www.dicio.com.br/excogitar/.

o que se pode excogitar. Os v. 2 a 6 descreve a incessante atividade dos ímpios. Auxiliados pela mente mestra do mal, os injustos “projetam” iniquidade, planejam com cuidado sua execução, preparam-se diligentemente para a ação e, de súbito, atacam quando chega o momento oportuno. CBASD, vol. 3, p. 878.

desfere. O salmista dá evidência de sua confiança de que Deus vingará sua causa. CBASD, vol. 3, p. 879.

uma seta. Os papéis foram invertidos. Em vez de os inimigos do salmista lançarem suas setas (v. 3), Deus lançará Suas setas nele. CBASD, vol. 3, p. 879.

a própria língua. O instrumento que usaram para ferir a outros seria, como uma espada (ver v. 3), o meio de sua própria destruição. CBASD, vol. 3, p. 879.

e entenderão o que Ele faz. Verão que Deus livra Seus filhos das maquinações dos ímpios. CBASD, vol. 3, p. 879.



SALMO 64 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
6 de abril de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“O justo se alegra no Senhor e nEle confia; os de reto coração, todos se gloriam” (v.10).

A oração é o mais poderoso instrumento conferido por Deus ao homem. Através da oração, entramos na sala de audiências do Eterno sem qualquer burocracia de horário, duração ou motivo. Em qualquer momento e de qualquer lugar, podemos expressar em palavras humanas o que o Espírito Santo transforma em “gemidos inexprimíveis” (Rm.8:26) e o que Cristo apresenta perante o Pai, “como Ministro do santuário e do verdadeiro tabernáculo que o Senhor erigiu, não o homem” (Hb.8:2).

Consternado pelas investidas “do terror do inimigo” (v.1), Davi entrou em audiência com Deus em busca de auxílio e livramento. Desde a entrada do pecado no mundo, há um inimigo tocando o terror na Terra. Sua fúria contra Deus voltou-se para aqueles a quantos o Senhor ama. Na destruição de uma vida, na desunião de uma família, na dissolução de um casamento, em cristãos incoerentes, na promiscuidade sem limites, Satanás vislumbra com orgulho a materialização de seu temporário, mas trágico e maldito projeto. E além da terça parte dos anjos caídos que tem a seu comando (Ap.12:4 e 9), também possui seus agentes humanos, que são usados para “atingirem o íntegro” (v.4).

Em nossa atual luta contra um vírus que tem ceifado muitas vidas e deixado outras em completo estado de desespero, não podemos nos esquecer de que o mesmo inimigo que atuou no jardim do Éden com palavras de engano, tem articulado com terrível ira “palavras amargas” (v.3), a fim de desviar-nos a atenção da doce e suave voz de Cristo. Confesso aos irmãos que a minha maior luta nesses dias tem sido a de lidar com uma fé instável, que ora olha para Jesus, ora olha para a Rosana, tão completamente imerecedora da salvação.

Oh, amados, nesses últimos anos em que temos estudado juntos a preciosa Palavra de Deus, louvado seja o Senhor porque a pecadora ficou encoberta para que Cristo fosse revelado! Conheci muitos que olhavam para mim com olhos de admiração, enquanto dentro de mim, orava: “Ó, Pai, livra o meu coração do orgulho! Livra-me de mim mesma!”. Porque a palavra, meus irmãos, tem o poder de edificar ou destruir, segundo “o pensamento e o coração de cada um” (v.6). Não há nada de que possamos nos gloriar nesta Terra, a não ser do que o próprio Deus nos orientou: “mas o que se gloriar, glorie-se nisto: em Me conhecer e saber que Eu sou o Senhor e faço misericórdia, juízo e justiça na Terra; porque destas coisas Me agrado, diz o Senhor” (Jr.9:24).

Enquanto a maioria rejeita as palavras de vida e de esperança, teimando “no mau propósito” (v.5), em dar as costas ao amor de Deus através de Cristo Jesus, “os retos de coração, todos se gloriam” (v.10), se gloriam em Deus e na certeza de que Ele tem o controle de todas as coisas. Muito em breve, “todos os homens temerão, e anunciarão as obras de Deus, e entenderão o que Ele faz” (v.9), não, porém, com arrependimento, mas com a angústia indescritível de quem não tem mais tempo. Hoje, agora, enquanto há graça, é tempo de confissão e arrependimento, de entrar no Santíssimo, confiando nos méritos dAquele que é o nosso “Advogado junto ao Pai, Jesus Cristo, o Justo” (1Jo.2:1).

Oremos, amados: Ouve, ó Deus, a nossa voz, nas nossas perplexidades; preserva-nos a vida do terror do inimigo das almas! Por Cristo Te imploramos, Amém!

Vigiemos e oremos!

Bom dia, retos de coração!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Salmo64 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



SALMO 65 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
6 de abril de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

SALMO 65 – São tantas as religiões no mundo quanto o número de deuses. As crenças variam mais do que as culturas. O cristianismo é tremendamente fragmentado com incontáveis denominações diferentes, opostas. Isso tudo apesar de existir apenas um Deus verdadeiro, com somente uma Bíblia verdadeira.

• Deus é criador de todos os povos, independente se são cristãos ou pagãos, crentes ou ateus. Esse Deus ouve a oração de todas as pessoas, sejam elas quem forem que clamar por arrependimento. Seu perdão é inclusive para ateus e pagãos, idolatras e perversos. Está disponível a todos. Graças à graça de Deus (vs. 1-4).

• O Espírito Santo trabalha no coração de todo tipo de pessoa, da prostituta ao executivo, da ladrão ao honesto, do antirreligioso ao religioso visando atraí-lo ao Salvador. É para isso que inclusive os alheios a Deus recebem sabedoria, amor, família, amigos, cultura, capacidade artística, habilidades científicas, proteção, etc. além de receberem alimentos, chuva, orvalhos e muitas outras bênçãos (vs. 5-13).

“Deus deu dons a todos as pessoas, crentes e descrentes, e devemos tirar proveito desses dons numa grande variedade de chamados e carreiras terrenas” analisa Michael Horton, depois destaca dois benefícios que Deus dá indiscriminadamente a todos os povos:

• Deus restringe o pecado: “Devido à depravação do coração humano bem como à corrupção de instituições onde hábitos de pecado estão profundamente incrustados, as coisas muitas vezes são ruins, mas raramente tão ruins quanto poderiam ser, graças à graça comum de Deus”.

• Deus restringe até mesmo Sua própria ira: Deus não está ansioso para punir nem pune imediatamente a cada pecador no ato de seu pecado. “A Escritura está repleta de exemplos da providencial bondade de Deus, especialmente nos salmos. ‘O Senhor é bom para todos, e as suas ternas misericórdias permeiam todas as suas obras’ e ‘Abres a mão e satisfazes de benevolência a todo vivente’ (Sl 145.9, 16)”.

Davi entende muito bem a bondade de Deus, o cuidado e a proteção para com todos os povos, não apenas para Israel (vs. 5-8).

Deus abençoa a terra, a agricultura e os animais de crentes e descrentes, de ateus e pagãos. Davi confia nesse Deus e nos desafia a reverenciá-lo também. Deus merece indubitavelmente a adoração de cada habitante deste planeta.

Anuncie isto ao mundo! – Heber Toth Armí.



SALMO 64 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
6 de abril de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

SALMO 64 – O cristão não é super-humano. Os que servem a Deus não recebem superpoderes para mandar e desmandar nos perversos. Tornar-se cristão nos faz humildes e sensíveis como Cristo, não autoritários nem blindados contra o mal.

A única segurança dos servos de Deus é buscar socorro no Senhor Deus, porque ser cristão aqui no mundo é viver na contramão da humanidade. Além disso, o cristão sempre é alvo dos que praticam o mal. Davi, Abel, Daniel, Jesus, Paulo são provas disso.

O Salmo em apreço tem muitas lições importantes a nos revelar:

1. Em um ambiente hostil, que nos faz sentir insegurança e temor, perigo e ameaças, o crente deve reconhecer sua impotência e buscar ao Deus onipotente (v. 1).

2. Os que servem ao pecado tem caráter parecido ao seu autor. Satanás é o acusador dos irmãos (Apocalipse 12:10; Zacarias 3:1-2) e seus agentes humanos refletem seus traços de caráter (João 8:44); por isso, Jesus declarou que nossas palavras nos condenam ou nos justificam (Mateus 12:37).

• Os filhos do mal conspiram contra os filhos de Deus e causam tumultos (v. 2);
• Os filhos do mal têm a língua afiada para falar palavras que trazem amarguras aos filhos de Deus (v. 3);
• Os filhos do mal falam para humilhar e destruir, falam por trás ou sutilmente, até tornam-se “crentes” visando atingir aos íntegros filhos de Deus (v. 4);
• Os filhos do mal anseiam a destruição dos filhos de Deus e usam inúmeras estratégias para alcançar seus propósitos diabólicos (v. 5);
• Os filhos do mal tentam encontrar erros nos filhos do bem para então derrotá-los em algum ponto, a criatividade deles é grande e suas artimanhas são medonhas (v. 6).

3. Deus é mais forte que os perversos, consequentemente, os que ferem com a língua serão castigados com a língua, não de Deus ou dos crentes, mas deles mesmos (vs. 7-8).

4. Os que temem a Deus sabem o que Ele faz, são moldados por Seu caráter e se alegram com Seus procedimentos (vs. 9-10).

Colocar Deus em primeiro lugar significa não reagir conforme manda nosso eu, mas entregar inclusive inimigos a Deus em oração. Quem assim proceder será reto/justo, alegre e confiante em um ambiente deprimente.

Pratique o bem mesmo num ambiente mal! – Heber Toth Armí.




%d blogueiros gostam disto: