Reavivados por Sua Palavra


SALMO 65 – BUSQUE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
7 de abril de 2020, 1:10
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO SALMO 65 – Leia a Bíblia antes

SALMO 65 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Associação Geral)

COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO PR. HEBER TOTH ARMÍ

COM. VÍDEO PR ADOLFO SUAREZ (link externo)

COM. VÍDEO PR RONALDO DE OLIVEIRA(link externo)

COM. VÍDEO PR MICHELSON BORGES (link externo)

COM. VÍDEO PR WEVERTON E EQUIPE (link externo)

COM. VÍDEO PR VALDECI JÚNIOR (link externo)



SALMO 65 by Jeferson Quimelli
7 de abril de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/sl/65

Caminhemos lado a lado e ouçamos como Davi se concentra em louvar ao Senhor por Sua graça ao lidar com Seu povo. Então, os elogios de Davi passam para o segundo livro de Deus, o mundo da natureza. Davi expressa o grande poder de Deus em criar as montanhas e acalmar o barulho dos mares. Os escritores da Bíblia parecem deliciar-se em usar o controle de Deus sobre os mares, possivelmente porque eles estão completamente além do controle do homem!

Você já viu animais jovens brincarem? Raposas ao redor de sua cova rolando, correndo e perseguindo umas às outras, jovens potros correndo em círculos chutando os calcanhares. Os novos brotos de narcisos da primavera, tulipas e lírios, enquanto erguem as flores, todos louvando o Criador de todo presente bom e perfeito! Desde o amanhecer no céu oriental até o fim da tarde, as palavras do Salmo 65 evocam nossos cânticos de alegria. Louvemos a Deus de manhã, ao acordarmos, em nossas brincadeiras, em nossas conversas. Louvai-o pelo sucesso de nosso trabalho, nossa saúde e nossa família!

Você se juntará a nós?

Larry D. Marsh
Educador aposentado de longa data,
Estado de Washington, EUA

Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=789
Tradução: Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli



SALMO 65 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
7 de abril de 2020, 0:50
Filed under: Sem categoria

269 palavras

Escrito com rara beleza e imagens poderosas, este salmo de louvor exalta as inúmeras virtudes, atos e bênçãos de Deus. Stephanie Sheehan, em http://revivedbyhisword.org/en/bible/psa/65/.

Para que assista nos Teus átrios. Era privilégio único dos israelitas adorar nos átrios sagrados do santuário. Três vezes ao ano, todo hebreu devia ir ao santuário para a celebração de ritos religiosos. Os que viviam próximo ao santuário tinham acesso constante aos seus átrios. CBASD, vol. 3, p. 880.

Tremendos feitos. Isto é, coisas que provocam temor ou espanto e fazem com que se compreendam o poder e a glória de Deus. CBASD, vol. 3, p. 880.

Tu que visitas a terra. Deus é adorado por ter concedido uma colheita abundante. Nos versículos desta parte do salmo (v. 9-13), o salmista adora a Deus por Sua generosa providência na colheita. Ele traça os vários passos no processo natural, até chegar na gloriosa culminação. Os versículos descrevem os montes e vales da Palestina, cobertos de oliveiras e vinhas e campos de trigo, cevada e painço. Principalmente por causa desta seção do poema, o Salmo 65 é chamado de o “Salmo do fazendeiro”. Não se celebra a natureza em si, mas o fato de ela apontar para Deus. CBASD, vol. 3, p. 881.

Cereal. Do heb. dagan, “grão”, um termo genérico que inclui qualquer grão usado para fazer pão. CBASD, vol. 3, p. 881.

10 Leivas. … “torrões”. O texto hebraico transmite a ideia de que a chuva cai sobre os torrões entre os sulcos e nivela o solo. CBASD, vol. 3, p. 881.

12 Deserto. Não necessariamente o deserto desolado, mas uma região nãu7o habitada que pode produzir em certa medida pasto selvagem, flores e arbustos. CBASD, vol. 3, p. 881. [ermo]



SALMO 65 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
7 de abril de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Bem-aventurado aquele a quem escolhes e aproximas de Ti, para que assista nos Teus átrios; ficaremos satisfeitos com a bondade de Tua casa – o Teu santo templo” (v.4).

Davi ergueu um cântico de louvor a Deus em gratidão por Sua perfeita e suficiente provisão. O perdão, os livramentos, os milagres e a manutenção da vida através das necessidades básicas correspondem ao cuidado paterno de Deus para com a humanidade. Em tudo isso, Davi reconheceu a bondade e a misericórdia do Senhor, a “esperança de todos os confins da Terra” (v.5). Podemos contemplar neste Salmo uma linda revelação do ministério terrestre de Cristo, “Salvador nosso” (v.5).

Ungido pelo Espírito Santo nas águas do Jordão (Mt.3:16) e vitorioso no deserto (Mt.4:11), Jesus iniciou o Seu sagrado ministério atraindo “todos os homens” (v.2) para Si a fim de aliviar-lhes o pesado fardo de suas transgressões. “Por causa de suas iniquidades” (v.3), as multidões O procuravam. Havia nEle uma santa atração que homem algum jamais apresentara. “Com tremendos feitos” (v.5) e “cingido de poder” (v.6), Jesus ensinou, pregou e curou a muitos (Mt.9:35). Aplacando “o rugir dos mares” (v.7; Mt.8:27), e fazendo calar “o tumulto das gentes” (v.7), fez aquela geração “exultar de júbilo” (v.8) no “ano da [Sua] bondade” (v.11), “o ano aceitável do Senhor” (Lc.4:19).

Suas pegadas destilaram fartura sobre a Terra (v.11). No tempo de Sua visitação, regou este mundo com a copiosa riqueza de Sua graça e amor, fazendo transbordar em muitas vidas a água da vida (v.9; Jo.4:14). Através da multiplicação de alimentos (Mt.14:20), revelou ao mundo a essência de Seu ministério e os depósitos do mantimento eterno: “Eu sou o pão da vida” (Jo.6:48). Sua missão consistia em lançar as sementes da Palavra a todos “do Oriente e do Ocidente” (v.8), a fim de encontrar cada coração com “boa terra” (Mt.13:8), “regando-lhe os sulcos, aplanando-lhe as leivas”, enviando-lhe os “chuviscos” do Espírito Santo e abençoando-lhe “a produção” (v.10), “a cem, a sessenta e a trinta por um” (Mt.13:23).

A mesma obra Cristo Jesus deseja realizar no meu e no seu coração. Seus ensinos, Sua obra, Sua vida, descritos nas Escrituras, devem ser a fonte de nossos principais estudos. Somente olhando para a revelação de Deus em Cristo, o Espírito Santo nos aproxima do Eterno e coloca em nós a satisfação de pertencermos a Ele e a alegria de estar-nos levando para Sua casa (v.4). O nosso voto (v.1) a Deus não deve se tratar de promessas humanas e falíveis, mas da entrega que Ele nos pede: “Dá-Me, filho Meu, o teu coração, e os teus olhos se agradem dos Meus caminhos” (Pv.23:26).

Vá agora a Jesus com “confiança e louvor” (v.1)! Ele aguarda a sua sincera oração em busca de perdão (v.2). Ele deseja que você seja um bem-aventurado e levar-lhe ao Seu “santo templo” (v.4). “Com tremendos feitos” (v.5) de misericórdia, Ele deseja ser o teu Salvador pessoal, enchendo de esperança a tua vida. Ele quer acalmar “o ruído das ondas” (v.7) que te causam medo. Ele anseia saciar-te com a água da vida e o pão do Céu (v.9). Ele deseja fazer do teu coração um solo fértil e rentável para a eternidade (v.10). Escolha, hoje, seguir as pegadas (v.11) de Cristo (Veja 1Pe.2:21), e Ele te fará exultar de alegria e cantar (v.13) aqui e “pelos séculos dos séculos” (Ap.22:5). Vigiemos e oremos!

Bom dia, seguidores de Cristo Jesus!

Desafio da semana: Esse trimestre estamos estudando em nosso guia de estudos o tema: “Como interpretar as Escrituras”. Se ainda não adquiriu, acesse www.cpb.com.br e adquira já o seu.

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Salmo65 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100




%d blogueiros gostam disto: