Reavivados por Sua Palavra


SALMO 73 – BUSQUE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
15 de abril de 2020, 1:10
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO SALMO 73 – Leia a Bíblia antes

SALMO 73 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Associação Geral)

COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO PR. HEBER TOTH ARMÍ

COM. VÍDEO PR EVANDRO FÁVERO (link externo)

COM. VÍDEO PR ADOLFO SUAREZ (link externo)

COM. VÍDEO PR RONALDO DE OLIVEIRA(link externo)

COM. VÍDEO PR WEVERTON E EQUIPE (link externo)

COM. VÍDEO PR MICHELSON BORGES (link externo)

COM. VÍDEO PR VALDECI JÚNIOR (link externo)



SALMO 73 by Jeferson Quimelli
15 de abril de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/sl/73

A Justiça é representada por uma mulher com uma balança na mão, com os olhos vendados para ilustrar que nenhum preconceito deve interferir nos julgamentos. No entanto em muitos países os juízes parecem estar cegos e incapazes de diferenciar o que é bom, o que é mau, ou o direito. Asafe, o salmista, parece pensar que Deus também era um árbitro cego.

Todos nós já participamos de jogos em que fomos leais às regras e vimos aqueles que trapacearam saírem vitoriosos. Aqueles que andam na linha e seguem as regras, muitas vezes acabam por último. De fato, muitos trapaceiros se tornaram milionários.

Você tem que olhar mais longe e de forma mais ampla para perceber que não há inconsistência. Se Deus recompensasse o bem e o mal imediatamente, as pessoas seriam boas pelas razões erradas. Quando Asafe obteve a visão de longo prazo e compreendeu o destino final dos ímpios (v. 18), então ele percebeu o quão escorregadio é o chão que os maus pisam e deixou de invejá-los. Se você olhar para a frente em vez de para os lados, escorregará menos.

Gordon Christo
India

Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=797 e https://reavivadosporsuapalavra.org/2017/01/12//
Tradução: Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli



SALMO 73 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
15 de abril de 2020, 0:50
Filed under: Sem categoria

365 palavras

Assim como no Salmo 37, este fala do conflito que ocorre quando se percebe que, aparentemente, os ímpios prosperam enquanto os justos são perseguidos. Mas o Salmo 73 se aproxima mais da solução dessa questão do que o Salmo 37. O Salmo 73 aponta para além dessa vida até a eternidade de glória, quando o ser humano encontrará a solução e satisfação final na presença de Deus. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 3, p. 901.

1 Deus é bom. Esta é uma verdade absoluta, embora, alguma vezes, pareça o contrário. CBASD, vol. 3, p. 901.

Nédio. Ou melhor, “gordo”. CBASD, vol. 3, p. 902.

20 Como ao sonho. A prosperidade é como um sonho (ver Is 29:7, 8). A realidade volta ao despertar. CBASD, vol. 3, p. 903.

23-28 Nos v. 23 a 28 o salmista expressa a solução final para o problema apresentado no salmo. A solução está em Deus e em reconhecer Sua presença e direção nesta vida e na vida eterna. É quase impossível expressar a sublime beleza desta passagem, tanto em pensamento quanto em palavras. CBASD, vol. 3, p. 903.

25 Não há outro … na terra. Deus é autossuficiente. Toda felicidade do salmista está centralizada nEle. Essa relação íntima é uma das lições fundamentais do livro dos Salmos (ver Sl 42:1, 2; 63:1). CBASD, vol. 3, p. 904.

26 Herança. A fonte de alegria do salmista não era amigos, honra, riqueza ou qualquer coisa terrena, e sim, Deus. Deus era o seu tudo em tudo. Inspirado por este versículo, Charles Wesley (1707-1788), no seu leito de morte, ditou à sua esposa um de seus 6.500 hinos, no qual aparecem as palavras: “Jesus, … fortaleza da minha carne fraca e do meu coração”. CBASD, vol. 3, p. 904.

27 Os que são infiéis. A relação de Deus com Seu povo é com frequência comparada à relação matrimonial (ver Sl 45; Jr 3:8, 9, 14; 5:7; 13:27; 2Co 11:2; Ef 5:25; Tg 4:4). Quando os filhos de Deus se afastam dEle, são infiéis a seus votos conjugais. CBASD, vol. 3, p. 904.

28 Estar junto a Deus. Ver Hb 10:22. Quando nos aproximamos de Deus Ele se aproxima de nós (ver Tg 4:8). CBASD, vol. 3, p. 904.

Senhor Deus. No hebraico está ‘Adhonai Iahweh, uma combinação incomum (ver vol. 1, p. 148-151). Por trás das dúvidas do salmista, sempre houve uma medida de confiança em Deus. Dali em diante, não haveria mais dúvidas, apenas confiança serena. CBASD, vol. 3, p. 904.



SALMO 73 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
15 de abril de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Ainda que a minha carne e o meu coração desfaleçam, Deus é a fortaleza do meu coração e a minha herança para sempre” (v.26).

O Livro III de Salmos inicia com o dilema vivido por Asafe. Confessando sua fraqueza, o salmista descreveu a prosperidade dos ímpios em contraste com a sua vida de aflição: “Eis que são estes os ímpios; e, sempre tranquilos, aumentam suas riquezas… Pois eu de contínuo sou afligido e cada manhã, castigado” (v.12 e 14). Invejando “os arrogantes” (v.3), Asafe quase caiu na armadilha do inimigo das almas, ao contemplar a sua tentadora oferta: “Tudo isto te darei se, prostrado, me adorares” (Mt.4:9).

Quando Cristo foi tentado no deserto, o diabo apresentou as principais tentações sob as quais grande parte dos pecados estão inseridos: o apetite (Mt.4:3), a presunção (Mt.4:5) e a cobiça (Mt.4:9). Ao vencer estas tentações, Cristo assinou a nossa carta de alforria da escravidão do pecado. Como Asafe olhou para o “santuário de Deus” (v.17) e viu o destino de quem aceita as ofertas de Satanás, é olhando para o alto que o homem passa de “embrutecido e ignorante” (v.22) para aquele que é sábio e cheio do conhecimento de Deus.

Quando nossos olhos contemplam as verdades do Senhor em Sua Palavra através das lentes do Espírito Santo, passamos a vislumbrar, pela fé, as preciosas promessas divinas e o nosso coração é fortalecido na bendita esperança que nenhuma oferta deste mundo pode abater. Ao permitir que Deus tome as rédeas de nosso enganoso coração, descobrimos a incomparável alegria de pertencer-Lhe. E a vitória de Jesus no deserto representa a nossa vitória. Do santuário celeste, sai o poder que nos habilita a recusar as ofertas do maligno e nos regozijarmos no que ainda não recebemos, mas, pela fé, aguardamos.

Ainda que o ímpio prospere na Terra. Ainda que as nossas aflições sejam muitas. Ainda que as injustiças se agravem. “Quanto a mim, bom é estar junto a Deus; no Senhor Deus ponho o meu refúgio, para proclamar todos os Seus feitos” (v.28). Louvado seja o meu Senhor e Salvador Jesus Cristo, que me “chamou das trevas para a Sua maravilhosa luz” (1Pe.2:9)! E quanto a você, meu irmão e minha irmã? Já tomou a sua decisão? Atendei, agora, ao convite da graça que ainda nos está disponível: “Olhai para Mim e sede salvos, vós, todos os limites da Terra; porque Eu sou Deus, e não há outro” (Is.45:22). Vigiemos e oremos!

Bom dia, vencedores com Cristo!

* Deixe nos comentários o seu pedido de oração. #EuOroPorVocê

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Salmo73 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



SALMO 73 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
15 de abril de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

SALMO 73 – Pode-se olhar este Salmo por diversos ângulos. Se o texto é sagrado e inspirado, suas declarações extraídas da observação do salmista são verdadeiras. Certo?

Então, acompanhe com atenção. Há…
• …perversos e ateus que parecem mais abençoados que os justos…
• …tiranos e opressores que aparentam terem mais privilégios que os humildes crentes…
• …orgulhosos e arrogantes que parecem mais bem sucedidos e vitoriosos que os consagrados e piedosos servos de Deus…
• …imorais e hipócritas, incrédulos e déspotas, fraudulentos e corruptos que aparentam mais alegria e satisfação que os fieis e sinceros cristãos…

Não é verdade? Estas verdades podem levar-nos a reflexões distorcidas, tais como:
• “Deus me abandonou”,
• “Jesus não se importa comigo”
• “Deus é impotente!”
• “Será que Deus existe?” etc.

Ou, podem suscitar pensamentos não tão pesados como esses, porém suscitar outros mais leves como:
• Inveja;
• Irritação;
• Ciúme;
• Raiva…

Para o pensamento hebraico, o ateísmo estava fora de cogitação. Nem o diabo chegou a um nível tão baixo de pensar que Deus não existe (Tiago 2:19). Contudo, outros sentimentos negativos rondaram a mente do salmista; e, podem bater à porta de nosso coração também…

Veja bem que a oração aproximou o salmista de Deus levando-o a reavaliar conceitos. A reflexão correta, a meditação profunda e a oração direcionada a Deus abrem a compreensão da realidade e, então, apesar dos pesares, expressões de confiança, testemunho e louvores exalam da alma aflita.

A falta de profundidade espiritual devido à negligência pela reflexão e meditação intensa pode levar-nos a fazer minuciosa análise – observar rebeldes morrendo velhos; incrédulos, ricos; e, imorais, saudáveis – induzindo muitos a se desviarem da verdade (o que quase aconteceu a Asafe, contudo sua reflexão não o permitiu).

Avance mais, aprofunde-se mais… Quem não medita, torna-se ignorante!
• Algumas pessoas parecem mais privilegiadas por Deus para que no dia do juízo não tenham nenhuma desculpa pela sua perdição.
• O mundo onde o pecado reina é regido pela injustiça, entretanto o Deus da justiça está atento a tudo; portanto, futuramente recompensará aos justos no grande dia de acerto de contas.
• O sofrimento faz os crentes aproximarem-se mais de Deus e depender muito mais dEle do que uma existência inteira desprovida de dor.
• Muitos são purificados pela angústia – Deus sabe o que é bom para cada um!

Confie! – Heber Toth Armí.




%d blogueiros gostam disto: