Reavivados por Sua Palavra


JOSUÉ 12 – VÍDEO COMENTÁRIO PR ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
29 de abril de 2019, 0:55
Filed under: Sem categoria



JOSUÉ 12 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ  by Maria Eduarda
29 de abril de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria

Nesta vida ou você vence ou é vencido, você ganha ou perde, é vitorioso ou fracassado. Não há meio termo. A indecisão já significa perder. Por outro lado, não há vitória sem luta, sem combate. Para o bem de Seu povo, Deus entra no campo de batalhas e confere-lhe a vitória.

Tem pessoas vencidas que se tornaram escravas do álcool, outras da nicotina, outras do sexo impuro, outras da fofoca, outros do dinheiro, e, ainda outros da vaidade, TV, etc… Estas pessoas têm os dias contados; pensando estarem livres, mas são prisioneiras; crendo isso ser prazer, vão à lama igual ao porco que ama lavagem.

A vitória concedida por Deus eleva, enobrece e dá sentido à vida. O prazer não é baixo, é elevadíssimo. O relacionamento real e intenso com Deus não tem preço, é incomparável. A paz que vem com a vitória é indizível, não tem palavras que a descreve em sua totalidade – é uma experiência divina!

De acordo com Merril F. Unger oferece-nos os seguintes tópicos ao capítulo em questão:

1. As conquistas na Transjordânia são repassadas (vs. 1-6)
2. As conquistas em Canaã, com uma lista de reis vencidos, são apresentados nos vs. 7-24.

A derrota é uma característica de quem não quer nada com Deus. Mesmo reis, nações e exércitos poderosos não obtêm vantagem alguma em relação àqueles que dependem constantemente de Deus. Nenhuma guerra, por mais que seus guerreiros sejam bons e usem armas poderosas, tem qualquer vitória contra Deus e Seu povo.

O líder que Deus chama deve ser espiritual, o que faltar, Deus completará/preencherá/suprirá. Note:

• Moisés, um líder espiritual deveria ter visão militar para liderar o povo de Israel (vs. 1-6);
• Josué, um líder militar, deveria ter visão espiritual para conduzir o exército de Israel rumo à vitória (vs. 7-24).

Para concluir, darei ênfase à derrota para que a evitemos. A DERROTA…

• …É real para todo aquele que amadurece no pecado (Gênesis 15:12-21);
• …Chega a todo aquele que, após as evidências do Deus verdadeiro, prefere deuses falsos;
• …Alcança a todos aqueles que buscam tudo, menos a Deus.
• …Será o triste fim de toda humanidade indiferente a Deus no Armagedom.

Portando, converta-se do caminho da derrota ao caminho da vitória! O povo de Deus é vitorioso! – Heber Toth Armí.



JOSUÉ 12 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
29 de abril de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria

“São estes os reis da terra, aos quais os filhos de Israel feriram…” (v.1).


Este capítulo apresenta o relato das conquistas de guerra tanto de Moisés quanto de Josué. “Moisés, servo do Senhor” (v.6) e os filhos de Israel feriram dois reis: Seom, rei dos amorreus e Ogue, rei de Basã. Já sob a liderança de Josué, Israel feriu trinta e um reis. Mas para que deixar listadas as vitórias alcançadas? Porque Deus faz questão de mostrar as vitórias de Seus filhos quando estes O servem. Como poderia um povo não acostumado com a guerra, despreparado, com armamento muito aquém dos povos que habitavam Canaã, inferior em número comparado aos exércitos daqueles povos, obter vitória após vitória? Somente pelo poder de Deus! “O Senhor os entregou nas mãos de Israel” (Js.11:8). E as cidades mais suntuosas e poderosas da época foram reduzidas a montões de ruínas.

Todo filho de Deus possui batalhas para enfrentar. Todo aquele que busca servir ao Senhor de coração encontra resistência, conforme advertiu o apóstolo Paulo: “Ora, todos quantos querem viver piedosamente em Cristo Jesus serão perseguidos” (2Tm.3:12). Israel teve provada a sua fé em cada conflito enfrentado. O Senhor permite que sejamos lançados na fornalha, mas Ele nos promete três coisas se nEle confiarmos: estar conosco (Mt.28:20), nos livrar do fogo (Is.43:2) e que a fornalha tem prazo de validade limitado resultando em uma recompensa eterna : “Porque a nossa leve e momentânea tribulação produz para nós eterno peso de glória, acima de toda comparação” (2Co.4:17).

Não sei quais são os “reis” ou “fornalhas” que você está enfrentando neste momento, mas conheço o Deus que transforma grandes reinos em cinzas e fornalhas em lugares de encontro com Cristo. Creia no Deus que não dormita! “Ele não permitirá que os teus pés vacilem; não dormitará Aquele que te guarda. É certo que não dormita, nem dorme o Guarda de Israel” (Sl.121:3-4). Confie em Deus. Deposite nEle a sua força. Como Moisés e Josué, seja um bem-aventurado: “Bem-aventurado o homem cuja força está em Ti” (Sl.84:5).

Estamos vivendo em momentos decisivos. Como nos dias de Noé, o “Espírito [de Deus] não agirá para sempre no homem” (Gn.6:3). Acima de guerras entre nações, os conflitos de Israel tinham o objetivo de erradicar o pecado de Canaã. Não era desejo do Senhor que aquelas multidões perecessem, mas apegando-se ao mal, foram destruídas com ele. Que nas horas finais deste grande conflito, façamos parte do exército do Deus vivo, um exército que tem “tudo em comum” (At.2:44). “Estejam preparados. Vocês lutam contra algo muito maior que vocês. Aceitem toda a ajuda que puderem, toda arma que Deus providenciou, para que no fim da batalha vocês ainda estejam de pé” (Ef.6:13, Bíblia A Mensagem). Vigiemos e oremos!

Bom dia, exército do Senhor!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Josué12 #RPSP

Comentário em áudio:
youtube.com/user/nanayuri100



JOSUÉ 12 – VÍDEO COMENTÁRIO PR RONALDO DE OLIVEIRA by Maria Eduarda
29 de abril de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria



JOSUÉ 12 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
29 de abril de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria

818 palavras

O capítulo 12 é um sumário da primeira metade do livro de Josué. Lista os reis e nações conquistados por [Moisés e] Josué tanto a leste quanto a oeste do Rio Jordão. Enquanto o povo confiou e obedeceu a Deus, uma nação ímpia caia após a outra. Life Application Study Bible Kingsway.

Este capítulo resume toda a conquista da Terra Prometida sob Moisés e Josué, com uma lista dos reis derrotados e seus territórios. Trata-se de uma elaboração de 11.17, uma notável resposta para o problema de 9.1-2 e um testemunho à veracidade da promessa que há em 1.5, provendo uma conclusão apropriada à narrativa inteira da conquista. Bíblia de Genebra.

A inspiração assinala como Deus usa muitos instrumentos para cumprir Sua obra e mostra que Ele não depende de uma só pessoa. O capítulo apresenta uma breve narrativa das vitórias de Israel e das derrotas sofridas pelos cananeus. O capítulo 12 descreve a extensão da conquista e mostra as terras que então estavam para ser ocupadas. Os v. 1 a 6 falam do território a leste do Jordão e apresentam a lista de reis vencidos por Moisés. O restante do capítulo trata das conquistas de Josué do lado oeste do rio. Nesse resumo, há tanto a trajetória como o fim daqueles que resistem a Deus. O caminho estreito, bem como o largo são salientados nessa lição. A senda de Israel [na conquista] foi o caminho da obediência, sob a direção divina. No entanto, esse caminho nem sempre foi fácil. Muitas vezes, significou avançar a despeito dos grandes obstáculos. A hesitação significaria fracasso e perda. A história de Israel, porém, nesse momento, se caracterizava por perseverança constante e resoluta. A característica dos cananeus era a rebelião. Perguntavam: “Quem é senhor contra nós?”e endureciam o coração contra a vontade de Deus e a revelação de Sua pessoa feita por meio de Israel. Eles combateram até o fim, sem aprender nenhuma lição e se recusando a ceder. Durante toda a guerra de conquista, Israel tinha uma esperança de uma herança divina, com toda a glória e a honra que ela significava. Os cananeus, por sua vez, estavam sem Deus e sem esperança. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 2, p. 233.

toda a planície do oriente. Literalmente, “todo o Arabá para o oriente”. O Arabá é a depressão que se estende para o sul, a partir do mar da Galileia, passando pelo vale do Jordão, até chegar ao golfo de Áqaba. No entanto, esta descrição inclui [aqui] apenas a área meridional [mais ao sul] até o Arnom e o leste do rio Jordão. CBASD, vol. 2, p. 233.

campina. Do heb arabah, a depressão pela qual corre o Jordão.CBASD, vol. 2, p. 233.

Quinerete. É um dos nomes para o mesmo lago conhecido como “Genesaré” (Lc 5.1), “Tiberíades” (Jo 21.1), Mar da Galiléia. Bíblia Shedd.

Pisga era um ponto geográfico bem conhecido: o lugar onde Moisés subira para contemplar Canaã. CBASD, vol. 2, p. 234.

Mar Salgado. É o Mar Morto, muitíssimo salgado (Gn 14.3); é também chamado o Mar do Deserto (Dt 3.17); o Mar Oriental (Ez 47:18; Zc 14.18). Bíblia Shedd.

Ogue, rei de  Basã. Ogue e Seom (v. 2) foram derrotados pelo exército comandado por Moisés, o que permaneceu lembrado por muito tempo como tributo ao grande poder de Deus (v. Ne 9.22; Sl 135.11). Bíblia de Estudo NVI Vida.

Astarote. O plural hebraico de Astarte, deusa pagã do sexo e da guerra. A cidade [a leste do Jordão] era o centro do culto a Astarote no reino de Ogue. CBASD, vol. 2, p. 235.

6 A obra de Moisés e de Josué é uma só, e os território de ambos os lados do Jordão formam uma nação só, a Terra Prometida. Bíblia Shedd.

no lado ocidental. Canaã propriamente dito (9.1; 11.16, 17; Gn 15.18, 19). Bíblia de Estudo NVI Vida.

Seir. “Cabeludo”. Era um dos nomes dados à terra ocupada pelos descendentes de Esaú (Gn 32.3; 14.6). (Veja “Edom” – Gn 25.30; Nm 20.18). Bíblia Shedd.

na região montanhosa, nas planícies, nas descidas das águas, no deserto e no Neguebe. Este versículo descreve, em claros contrastes, as características gerais da Palestina com sua rica variedade de solos. Era uma terra que manava “leite e mel”, destinada por Deus aos israelitas. Hoje, em contrapartida, com exceção das regiões irrigadas, é uma das terras mais estéreis. CBASD, vol. 2, p. 234.

9 – 24 A existência de tantos reis em um território tão pequeno demonstra que seus reinos deviam ser relativamente pequenos. Na Antiguidade, muitos reis governavam sobre o território de uma cidade ou aldeia. Eles eram independentes entre si. CBASD, vol. 2, p. 235, 236.

14 Horma. Foi para esse lugar que os amalequitas e cananeus levaram os israelitas logo após a rebelião em Quedes, provocada pelo relatório dos espias, quando o povo de Senhor teimosamente insistiu em atacar os habitantes, apesar das enfáticas advertências de Moisés (Nm 14:40-45).CBASD, vol. 2, p. 235 .

24 Tirza. Cidade muito célebre na história posterior de Israel, pois se tornou a capital de Jeroboão e de seus sucessores. Pela beleza de sua localização, os poetas a transformaram num símbolo de tudo que é formoso. CBASD, vol. 2, p. 235.



JOSUÉ 11 by Jobson Santos
28 de abril de 2019, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: http://biblia.com.br/novaversaointernacional/josue/js-capitulo-11/

Se Josué escrevesse seu currículo e o entregasse juntamente com a sua carta de intenção de mudar o mundo, ele poderia acrescentar a seguinte qualidade à sua lista de pontos fortes: capacidade de seguir todas as orientações. Josué 11:15 termina com “Josué obedeceu, sem deixar de cumprir nada de tudo o que o Senhor tinha ordenado a Moisés”. Não diz que ele fez apenas as partes fáceis, as partes agradáveis, ou as que ele tinha tempo, ou mesmo que ele fez o máximo que podia, considerando as circunstâncias. Hoje, nós usaríamos a hashtag #semdesculpa para marcar este verso e a atitude que Josué trouxe para todo o seu trabalho. A vida de Josué era uma evidência de que ele acreditava nas promessas que Deus lhe havia dado de Sua presença e Seu poder permanentemente com ele.

E quanto a você? O que poderia ser escrito no seu currículo? Espero que não seja apenas “esforçado” ou “faço o melhor possível considerando as circunstâncias”. Esse é o resultado natural de qualquer um que esteja tentando obter sucesso com seus próprios esforços. Se você se apoderar da Palavra de Deus e deixar Jesus transformar sua vida da mesma forma que Josué o fez, você não precisará oferecer nenhuma desculpa.

Nossa parte é humildemente nos oferecermos para o serviço e confiarmos em Sua força. Saia e mude completamente o seu mundo. #semdesculpa.

Karen Lifshay
Coralista da Igreja Adventista do Sétimo Dia de Hermiston
Hermiston, Oregon, EUA

Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=444
Equipe de tradução: Pr Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli



JOSUÉ 11 – VÍDEO COMENTÁRIO PR ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
28 de abril de 2019, 0:55
Filed under: Sem categoria




%d blogueiros gostam disto: