Reavivados por Sua Palavra


HABACUQUE 1, Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
31 de dezembro de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Não és Tu desde a eternidade, ó SENHOR, meu Deus, ó meu Santo? Não morreremos. Ó SENHOR, para executar juízo, puseste aquele povo; Tu, ó Rocha, o fundaste para servir de disciplina” (v.12).


Acusada de cometer injustiças, Judá tornou-se culpada perante Deus. A nação que deveria ser um exemplo de retidão diante das demais nações, mostrou-se perversa e violenta, cercando os justos com contendas e atitudes opressoras. O que sucedeu a Judá foi tão terrível, uma obra tão pavorosa, que seria difícil de acreditar sendo apenas contada (v.5).

Apesar de não se tratar de um nome hebraico, alguns sugerem que o significado do nome do profeta está relacionado com uma palavra hebraica que denota “abraço”. Habacuque, portanto, não foi enviado para declarar um desfecho, mas para comunicar uma saída. A disciplina viria, mas seria para correção e não para destruição. O Pai desejava abraçar novamente o Seu filho.

Como um filho rebelde, Judá escolheu andar por caminhos tortuosos e aprender a duras penas que longe do Senhor a vida não faz sentido. Fundada “para servir de disciplina” (v.12), Babilônia seria para o povo de Deus a prova de que não há lugar melhor do que aquele em que o Pai está.

Semelhante à parábola do filho pródigo, Judá desejava andar longe do Pai. Seguindo os desejos de seu próprio coração corrupto, acabou em terra distante, perdeu tudo o que tinha e trocou as delícias de Canaã pela porção de “alfarrobas” dos caldeus. Julgando-se ser rico o bastante, tornou-se miserável ao extremo. O clamor apavorado do profeta (v.2) revela o caos que a nação enfrentava e o desejo sincero de um filho de Deus de entender o propósito divino para tal litígio.

Quando decidimos seguir os desejos de nosso próprio coração enganoso, estamos declarando a Deus que não queremos viver debaixo de Seu abrigo, mas gozar do que Ele mesmo nos dá de forma dissoluta, em “terra distante” (Lc 15:13). Como um Pai amoroso, Deus não nos impede de partir, mas nunca Se cansa de nos esperar.

A resposta para os questionamentos do profeta está neles mesmos. Deus é Eterno, Ele sabe o fim desde o princípio. Deus é Santo, não pode comungar com a impiedade. Deus é Rocha, a Sua justiça é imutável e perfeita. Deus têm olhos puros, não habita onde reina a iniquidade. Assim como o pai do pródigo permitiu que ele partisse, Deus permitiu que Seu povo seguisse o caminho que ele mesmo escolheu e experimentasse o quão terrível é estar longe do Pai.

Muitos estão a consumir tudo o que Deus lhes deu até que, sobrevindo as dificuldades da vida, se vêem sem nada. Então, ao invés de voltar para a casa do Pai, vão atrás de pessoas que os colocam em situação ainda pior. Mas, aquele que cai em si e reconhece a sua inanição espiritual, volta para o lugar do qual jamais deveria ter saído. E, semelhante ao provável significado do nome do profeta, Deus não espera que Seus pródigos façam todo o trajeto de volta sozinhos. Ele corre ao seu encontro e lhes abraça!

Assim como a disciplina de Deus para Judá não foi para morte (v.12), os infortúnios da vida também não o são. Suas escolhas podem ter lhe levado para uma terra distante do Pai, mas saiba que Ele espera o seu retorno para correr ao seu encontro com abraços e beijos de um amor que é eterno (Jr 31:3). Você ainda se encontra sob as mazelas de Babilônia? Aceite hoje o convite do Pai: “Fugi do meio de Babilônia, e cada um salve a sua vida; não pereçais na sua maldade; porque é tempo da vingança do SENHOR: Ele lhe dará a sua paga” (Jr 51:6). “Sai dela, povo Meu, para não serdes cúmplices em seus pecados e para não participardes dos seus flagelos” (Ap 18:4).

Volta, amado (a) irmão (a), e inicia este novo ano na casa de teu Pai! Volta, para a nossa alegria e regozijo! Porquanto, “era preciso que nos regozijássemos e nos alegrássemos, porque esse teu irmão estava morto e reviveu, estava perdido e foi achado” (Lc 15:32). Aleluia!

Bom dia, filhos do Pai de amor, feliz 2018!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Habacuque1
#RPSP


1 Comentário so far
Deixe um comentário

EXCELENTE COMENTÁRIO PARA INICIARMOS UM NOVO ANO!

ANTE UM MUNDO TÃO CAÓTICO, DEUS NOS CHAMA A CONTEMPLAR SUA JUSTIÇA, PODER, GLÓRIA, MISERICÓRDIA E SEU IMENSO AMOR.

QUE SEJAMOS REAVIVADOS NESTE NOVO ANO!!!

Comentário por ricardovrocha




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: