Reavivados por Sua Palavra


AMÓS 2, Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
8 de dezembro de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Assim diz o SENHOR: Por três transgressões de Judá e por quatro, não sustarei o castigo, porque rejeitaram a lei do SENHOR e não guardaram os Seus estatutos; antes, as suas próprias mentiras os enganaram, e após elas andaram seus pais” (v.4).


Dentre as nações citadas pelo profeta, Israel ganha destaque como aquela que mais abominações cometeu contra o Senhor. Começando por Judá, o povo já não mais considerava a lei de Deus e desprezava os Seus estatutos. Envolvidos em idolatria e prostituição cultual, rapidamente se esqueceram de Deus e de tudo o que Ele havia operado para que pudessem desfrutar da terra em que viviam.

A zona de perigo em que Israel passou a viver fez com que os corações se fechassem para qualquer tentativa do Senhor de trazê-los de volta. E, imersos em seus próprios conceitos e ideias, foram afastando-se cada vez mais da verdadeira adoração ao único Deus verdadeiro. Esta rebelião, no entanto, nunca alterou o fato de que Israel foi eleito para ser um representante do Senhor entre os povos. O povo não abandonou o título de nação santa, pelo contrário, se orgulhava disto. Nem tampouco deixou de praticar os rituais do templo.

A confusão que muitos fazem acerca da obediência à lei de Deus tem sido o motivo da falta de compreensão sobre este assunto. De Gênesis a Apocalipse, toda a Bíblia aponta para um povo que, de geração em geração, se mantém fiel aos preceitos da legislação divina. As Escrituras são claras ao afirmar que os salvos dos últimos dias serão “os que guardam os mandamentos de Deus e a fé em Jesus” (Ap 14:12). Mas não podemos esquecer que foram os “guardadores” da lei que incitaram a turba enfurecida a gritar a maldita sentença: “Crucifica-O!” (Mt 27:23).

Ao citar palavras do antigo testamento, Jesus revelou o verdadeiro caráter da lei de Deus e o motivo áureo que deve reger o coração de todo filho obediente: “Amarás o Senhor, teu Deus, de todo o teu coração, de toda a tua alma e de todo o teu entendimento. Este é o grande e primeiro mandamento. O segundo, semelhante a este é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo“, então, encerrou dizendo: “Destes dois mandamentos dependem toda a Lei e os profetas” (Mt 22:37-40). O amor é a essência da lei divina. Jesus não anulou os mandamentos de Deus, mas lembrou aos fariseus a verdadeira motivação para observá-los.

O verdadeiro objetivo da lei é de nos revelar nossa pecaminosidade e nos dizer: “Olha, você precisa de um Salvador!” Podemos ser exímios observadores da lei, sem, contudo viver o amor. Exemplo? Os fariseus. Mas é impossível viver o amor e não ser um filho obediente. Exemplo? Jesus (Fl 2:8). Que exemplo temos procurado seguir? Por muitos anos andei cambaleando no caminho do farisaísmo até que permiti que o Amor me resgatasse. Desde então, cada dia, o Espírito Santo tem me ensinado que o amor é muito mais do que fazer parte de uma igreja e me comportar conforme a cartilha eclesiástica. O amor é Jesus Cristo em mim e eu nEle.

O Senhor tem Seus filhos fiéis em todos os cantos deste mundo que, ainda que desconheçam Suas ordenanças, têm sido fiéis no pouco que possuem:

Aqueles que Cristo louva no Juízo, talvez tenham conhecido pouco de teologia, mas nutriam Seus princípios… Mesmo entre os gentios existem pessoas que têm cultivado o espírito de bondade; antes de lhes haverem caído aos ouvidos as palavras de vida, acolheram com simpatia os missionários, servindo-os mesmo com perigo da própria vida. Há, entre os gentios, almas que servem a Deus ignorantemente, a quem a luz nunca foi levada por instrumentos humanos; todavia, não perecerão. Conquanto ignorantes da lei escrita de Deus, ouviram Sua voz a falar-lhes por meio da natureza, e fizeram aquilo que a lei requeria. Suas obras testificam que o Espírito Santo lhes tocou o coração, e são reconhecidos como filhos de Deus” (Ellen G. White, O Desejado de Todas as Nações, p. 638).

Hoje, Deus nos convida a olhar para Jesus, que veio “engrandecer a lei e fazê-la gloriosa” (Is 42:21). Ninguém será salvo por ser um exemplar guardador da lei, mas por conhecer Aquele que por Seu amor nos deixou o perfeito exemplo (Jo 17:3). “Vinde a Mim” (Mt 11:28) é o convite irrecusável do Deus que nos amou primeiro (1Jo 4:19)!

Bom dia, amados!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Amós2
#RPSP


2 Comentários so far
Deixe um comentário

Bom dia; o livro [C.D.B.V.] lido no ano passado reza um parágrafo. O Espírito Santo está indo nos lugares mais remotos da terra tocando nos corações para o despertamento da verdade. Vamos pedir ao SENHOR, o que está em Lucas 11:9-13.

#VAMOSORAR.

Comentário por Elias Rodrigues

Oi

Comentário por Andrrza




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: