Reavivados por Sua Palavra


JEREMIAS 4 – Comentários selecionados by jquimelli
29 de julho de 2017, 0:25
Filed under: Sem categoria

Se jurares. Jurar pelo nome do Senhor era um reconhecimento da supremacia de Deus (ver Dt 10:20; Jr 12:16; ver com. de Dt 6:13). … Os judeus deveriam provar que Deus era supremo no pensamento deles. CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 4, p. 394.

Circuncidai-vos. A circuncisão devia ser um símbolo da devoção do coração a Deus e uma marca da separação da idolatria (ver com. de Gn 17:10, 11). Circuncidar o coração significava tirar toda a impureza (ver Dt 10:16; 30:6). A verdadeira circuncisão é interna, não externa (ver Rm 2:28, 29; Fp 3:3; Cl 2:11). CBASD, vol. 4, p. 395.

Não haja quem apague. O profeta comparou a ira de Deus contra o pecado ao fogo que não pode se apagar, até que tenha completado sua obra destruidora (ver Jr 7:20). CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 4, p. 395.

Arvorai a bandeira rumo a Sião. Um sinal deveria ser colocado sobre um mastro elevado, para direcionar os refugiados a Sião. CBASD, vol. 4, p. 395.

Do Norte. Uma clara referência aos babilônios. CBASD, vol. 4, p. 395.

Um leão. Uma figura de linguagem que retrata o irresistível poder e a ferocidade dos invasores caldeus (Jr 49:19; 50:17, 44; cf. Gn 49:9; Pv 30:30; Is 5:29; Dn 7:4; Ap 5:5). CBASD, vol. 4, p. 396.

Cingi-vos, pois, de Cilício. Um vestuário frouxo ou peça de vestuário feita de fios escuros e grossos, panos de saco (ARC), usada em luto e humilhação (ver com. de Gn 37:34). CBASD, vol. 4, p. 396.

11 Vento abrasador. Vento oriental seco e quente soprando do deserto era a maldição climática da região, devido à sua violência, calor e excessiva aridez. CBASD, vol. 4, p. 397.

15 Desde Dã. Uma designação da fronteira norte da Palestina (ver Dt 34:1), frequentemente mencionada com a fronteira sul, Berseba (Jz 20:1; 1Sm 3:20; etc.). CBASD, vol. 4, p. 397.

Região montanhosa de Efraim. A menção de Efraim logo após Dã indica a rápida propagação das notícias do invasor ou a rápida aproximação dos próprios invasores. CBASD, vol. 4, p. 397.

20 Terra. Do heb. ‘erets, que pode ser traduzida por “região” ou “mundo”. A destruição ilustrada neste capítulo tem sua aplicação primária na desolação da região de Judá pelos exércitos babilônicos, mas também descreve as condições no grande dia de Deus, no fim dos tempos (Ed 181; GC, 310 [e 659]). CBASD, vol. 4, p. 398.

22 Néscios. Literalmente, “tolos”. CBASD, vol. 4, p. 398.

30 Alarga os olhos. A referência é a um costume oriental feminino de colocar um pó mineral preto nas bordas das pálpebras (ver com. de 2Rs 9:30). esse pó preto tinha um brilho metálico e fazia com que os olhos parecessem maiores e mais brilhantes. CBASD, vol. 4, p. 399.

Os amantes. Os poderes estrangeiros os quais Jerusalém cortejava. Judá constantemente procurou segurança em alianças estrangeiras (ver com. de Jr 2:33, 36). No entanto, todos os esforços para encontrar segurança nesses “amantes” estrangeiros seriam em vão. CBASD, vol. 4, p. 399.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: