Reavivados por Sua Palavra


JEREMIAS 1- COMENTÁRIOS SELECIONADOS by jquimelli
26 de julho de 2017, 0:25
Filed under: Sem categoria

1 Anatote. Uma das quatro cidades de Benjamin atribuídas aos descendentes de Arão (ver Js 21:17, 18), cerca de 4 quilômetros a nordeste de Jerusalém, logo além do monte das Oliveiras. CBASD, vol. 4, p. 376.

Antes que Eu te formasse. Mesmo antes do nascimento de Jeremias, já havia o propósito divino de que ele fosse profeta. Deus tem designado uma ocupação e atribuído responsabilidade para cada indivíduo em Seu grande plano (ver PR, 536; PJ, 326, 327). CBASD, vol. 4, p. 376.

Profeta. Um profeta é alguém que recebe revelações diretas de Deus, que devem ser comunicadas aos outros. Ele não é primariamente um prognosticador ou alguém que faz previsões. Ao contrário, ele é um porta-voz ou intérprete de Deus. A revelação que o profeta recebe pode ou não se referir ao futuro. CBASD, vol. 4, p. 376.

10 Para arrancares e derribares, para destruíres e arruinares e também para edificares e para plantares. A obra de Jeremias seria de natureza dupla: destrutiva e construtiva. As metáforas de Jeremias 1:10 são tiradas da arquitetura. Quatro verbos expressa, o aspecto destrutivo dos juízos e dois verbos declaram o propósito de Deus de restaurar e curar. O livro de Jeremias constitui um comentário dessas declarações. CBASD, vol. 4, p. 377, 378.

11 Amendoeira. Do heb. shaqed, do radical shaqad, “estar desperto”. A amendoeira é a primeira árvore a “despertar” na primavera, fato que possivelmente marcou a grafia de seu nome. Ela floresce na Palestina logo em janeiro. CBASD, vol. 4, p. 378.

12 Velo. Do heb. shaqad…. Uma tentativa de reproduzir este discurso literário [v. 11 e 12] seria: “Vejo a vara de uma árvore vigilante. […] Viste bem, porque estou vigilante sobre a Minha palavra para cumpri-la”. CBASD, vol. 4, p. 378.

13 Panela. Esta segunda visão era um símbolo da “palavra” sobre a qual Deus vigiava para executar, e revelava o instrumento que cumpriria tal palavra. A imagem é a de uma panela colocada no fogo, .. uma panela fervendo (ver Jó 41:20). CBASD, vol. 4, p. 378.

14 Do Norte. Embora Babilônia ficasse a leste da Judeia, as estradas militares e as rotas de invasão para a Palestina chegavam a Judá pelo norte. Atravessar o deserto diretamente pelo leste da Palestina e era impraticável aos exércitos. Por isso, os hebreus frequentemente se referiam a Babilônia como se estivesse ao norte. A direção não se refere à localização do país de origem do invasor, e sim à rota que os invasores seguiriam para invadir Judá. CBASD, vol. 4, p. 378.

15 Reinos do Norte. As tribos ou clãs que faziam parte do reino invasor do norte (ver Jr 25:9). … O emprego do plural acentua a dimensão da calamidade vindoura. CBASD, vol. 4, p. 378.

17 Cinge os lombos. A metáfora é tirada do costume oriental de se unir longas vestes como preparação para viajar ou para realizar uma obra … Jeremias deveria se preparar resolutamente para sua tarefa. CBASD, vol. 4, p. 378.

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: