Reavivados por Sua Palavra


ISAÍAS 54 – Comentário Rosana Barros by Ivan Barros
13 de julho de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Porque o Teu Criador é o teu marido; o SENHOR dos Exércitos é o Seu nome; e o Santo de Israel é o Teu Redentor; Ele é chamado o Deus de toda a terra” (v. 5).


Na cultura antiga, ser estéril era considerado uma grande vergonha. Geralmente, a mulher que não tinha filhos era repudiada e abandonada pelo marido, ficando a mercê da própria sorte.

O SENHOR compara o Seu povo a uma viúva que não teve filhos e por isso sofreu humilhação (v. 4). Israel havia atravessado um período de apostasia e, por suas próprias escolhas, tornaram-se como uma “viúva negra”, “matando” o seu próprio Marido. Deram as costas à aliança do SENHOR, assumindo assim as trágicas consequências de sua alienação. Ao contrário de uma mulher estéril que desejaria filhos de seu marido, rejeitaram as bênçãos de Deus e os resultados foram desastrosos. Porém, até mesmo diante de uma condição de desvantagem, Deus provê grandes vantagens. Assim como a esterilidade não define a maternidade, a nossa condição pecaminosa não define a medida do amor de Deus por nós.

De uma forma vitoriosa e triunfante, o SENHOR convida o Seu povo a cantar alegremente e a exultar “com alegre canto” (v. 1), porque por mais que a sua condição não fosse aparentemente favorável, Ele multiplicaria a sua esperança muito mais do que seria em boas condições. Para Deus, a esterilidade, tanto física quanto espiritual, não é sinônimo de derrota ou de vergonha, mas de superação e de abundância de amor.

“Alarga o espaço da tua tenda” (v. 2) é uma mensagem de fartura na escassez. Só o SENHOR tem o poder de fazer transbordar “para a direita e para a esquerda” (v. 3) o que, aos olhos humanos, são fontes secas. Ele reergueria um povo que, massacrado e humilhado como uma viúva sem filhos, seria elevado à posição de cônjuge do “Deus de toda a terra” (v. 5).

Percebam que Deus não concedeu esta honra a um povo cujo procedimento era perfeitamente harmônico com a Sua vontade, mas a um povo cujas atitudes foram tão terríveis a ponto de causarem o Seu afastamento (v. 8). E esta mesma honra, de um Deus que não muda (Malaquias 3:6), foi confirmada nas palavras de Jesus: “Porque o Filho do Homem veio salvar o que estava perdido” (Mateus 18:11). “O SENHOR te chamou” (v. 6) é uma mensagem para cada ser humano que reconhece a sua condição pecadora e a sua incapacidade de justificação. Nossos pecados podem causar a indignação de Deus por um momento, “mas com misericórdia ETERNA” (v. 8) Ele Se compadece de nós e nos oferece a aliança da Sua paz (v. 10).

“Ó tu, aflita, arrojada com a tormenta e desconsolada!” (v. 11). Ó, igreja do Deus vivo, “o Teu Criador é o Teu marido” (v. 5) e Ele está te conduzindo à Sua preciosa morada! Ó, filhinhos do SENHOR, que sentem-se massacrados pelo pecado e que não suportam mais esta condição de ignomínia, “não temas” (v. 4)! Muitos podem ser os teus acusadores, e “eis que poderão suscitar contendas”, porém “quem conspira contra ti cairá diante de ti” (v. 15). Deus está ajuntando os Seus filhos, e quando todos forem “ensinados do SENHOR”, por meio da salvação em Cristo Jesus (João 6:45), Ele nos estabelecerá “em justiça, longe da opressão” (v. 14), em um lar preparado especialmente para nós (v. 11 e 12).

“Esta é a herança dos servos do SENHOR e o seu direito que [dEle] procede, diz o SENHOR” (v. 17).

Apegue-se a Jesus Cristo! Em sua vergonhosa situação, confie nos méritos dAquele que pagou o preço que jamais seríamos capazes de pagar! Louve a Deus! “Canta alegremente” (v. 1), “Porque o Filho do Homem veio salvar o que estava perdido”, ou seja, VOCÊ e EU!

Bom dia, salvos unicamente pela graça de Jesus Cristo!

Desafio do dia: Envie uma mensagem ou faça uma visita a alguém que está precisando de conforto.

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus
#Isaías54
#RPSP


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: