Reavivados por Sua Palavra


ISAÍAS 53 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by jquimelli
12 de julho de 2017, 0:45
Filed under: Sem categoria

SAÍAS 53 – O poema iniciado em Isaías 52:13 inclui todo o capítulo 53. Estes versos poéticos são proféticos, os quais, embora sejam poucos, creio que sua mensagem é mais abrangente que os quatro evangelhos juntos.

É possível pregar o evangelho, a esperança da salvação aos perdidos, a partir destes 15 versículos. Já estudei durante várias horas este poema das penas do profeta Isaías. Dos ensinamentos que extraí, selecionei algumas lições que me resultaram em oito sermões, os quais preguei numa semana santa.

Com atenção e oração, medite nestas cinco estrofes:

• Deus abre o poema. Deus é o sujeito nos primeiros versos, ou primeira estrofe (Isaías 52:13-15). A salvação do perdido é invenção de Deus. Ele planejou. Ele doou o servo para sofrer pelo pecador. Ele executou o plano de nossa redenção. Deus toma a iniciativa para resolver nossos delitos, problemas e transgressões. Sua estratégia impactaria até mesmo os grandes da Terra.

• Os judeus incrédulos rejeitariam declaradamente ao plano de Deus. Os judeus que rejeitaram o Messias estão descritos na segunda estrofe (Isaías 53:1-3). A incredulidade e a dúvida fundamentam suas crenças sobre opiniões pré-concebidas. Fazem das meras opiniões fortes convicções. Os preconceitos frente à verdade os levam a pautar suas decisões sobre a mentira, que não passam de areia movediça. Assim, rejeitam a única solução de que tanto precisam. Quanta idiotice! Isso não se deu apenas com os judeus, muitos atualmente agem da mesma forma frente aos planos de Deus: “…dele não fizemos caso”.

• Um remanescente, cheio de fé, interpreta corretamente o que os incrédulos interpretaram de forma errada. O crente sincero tem parte no poema (vs. 4-6). A humildade abre os olhos para a pura e dura realidade do pecador, mas também recebe o dom da fé para enxergar a solução preparada por Deus. Vê em Jesus o substituto.

• O profeta Isaías não fica mudo diante de verdades tão impactantes. Em poucas palavras ele ensina teologia, cristologia, soteriologia, hamartiologia, escatologia, entre outras coisas mais que valem a pena aprofundar-se (vs. 7-10).

• Deus iniciou, agora irá concluir o poema. Suas palavras revelam solenidade, mas plenas de satisfação (vs. 11-12). Seu plano daria certo, embora soubesse que nem todos aceitariam o sacrifício de Seu Filho: “… levou sobre si os pecados de muitos…”.

Você aceitou? – Heber Toth Armí.

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: