Reavivados por Sua Palavra


PROVÉRBIOS 8 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
9 de julho de 2020, 0:50
Filed under: Sem categoria

513 palavras

5 Simples. Do heb. petha’im, termo que abrange aqueles que ainda não entregaram o coração à sabedoria, mas não foram comprometidos pelo mal. Encontram-se no vale da decisão, prontos para serem influenciados pelo bem ou pelo mal. Inclui também quem é facilmente tentado. Os “néscios”, em contrapartida, são os que resistiram ativamente ao chamado da sabedoria e, por isso, são mais difíceis de ser conquistados para esse estilo de vida (ver Pv 1:7). Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 3, p. 1092.

8 Nenhuma coisa torta. As palavras da verdadeira sabedoria não contém nada de pervertido. … “O temor do SENHOR é o princípio do saber” (Pv 1:7). Aqueles que rejeitam a crença num Deus pessoal e num padrão absoluto de comportamento não são sábios (Sl 14:1; 1Tm 6:20, 21; 2Pe 3:3-5). CBASD, vol. 3, p. 1092.

13 A soberda. Quando a verdadeira relação entre o Deus santo, elevado e eterno e o pecaminoso coração mortal é percebida, não há espaço para a soberba. CBASD, vol. 3, p. 1092, 1093.

15 Reinam os reis. Os primeiros intérpretes consideraram que estas palavras se aplicavam a Cristo. … É verdade que muitos dos atributos que o orador em Provérbios 8 atribui a si também descrevem a obra e natureza de Cristo. … A declaração “Por meu intermédio, reinam os reis” é verdadeira tanto em relação a Cristo quanto à sabedoria. CBASD, vol. 3, p. 1093.

17 Os que me procuram. O sentido é de procurar com tanta diligência, a ponto de se levantar cedo para iniciar a busca. Por causa das distrações dos assuntos mundanos e do engano do coração humano, é necessário perseverar na diligência para manter um relacionamento salvífico com a sabedoria e com Deus. CBASD, vol. 3, p. 1093.

18 Justiça. Um prêmio inestimável, celestial. O poder do Salvador é prometido a todos os que buscam a bondade. Esse poder torna possível a um ser humano pecaminoso seguir os bons conselhos da sabedoria. A justiça é uma recompensa interior, evidenciada mediante o comportamento externo (1Co 1:30). CBASD, vol. 3, p. 1093.

20 No meio das veredas. Esta passagem é igualmente clara, se aplicada a Cristo. Ele foi à nossa frente e trilhou por nós o caminho da justiça e do juízo. Nos dias anteriores à cruz, falou por intermédio dos patriarcas e profetas (1Pe 1:11). Todo o simbolismo da lei ritual mosaica apontava para a vida dAquele que purificaria o pecador. CBASD, vol. 3, p. 1093, 1094.

31 Filhos dos homens. O ser humano foi a obra-prima do Criador (PP, 44). Embora Deus ame a criação animal e se importe com ela, os bichos eram simplesmente uma parte do ambiente de Adão e Eva. Os animais podem ser sagazes, mas não são capazes de conhecer a sabedoria que é temer ao Senhor. Deus só encontrou Sua imagem refletida no ser humano. Por isso, demonstrou deleite e interesse especiais nele (ver Hb 2:7, 8). CBASD, vol. 3, p. 1095.

35 Vida. A vida eterna é a recompensa para a busca diligente por sabedoria; a morte eterna é a pena para quem não a ouve (ver 1Jo 5:11, 12). A busca bem-sucedida por sabedoria significa a entrega do eu para a habitação do Espírito sAnto (ver Jo 16:13). Essa entrega torna possível que Deus opere em nós e para nós as maravilhas de Sua graça. CBASD, vol. 3, p. 1095.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: