Reavivados por Sua Palavra


PROVÉRBIOS 2 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
3 de julho de 2020, 1:10
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO PROVÉRBIOS 2 – Leia a Bíblia antes

PROVÉRBIOS 2 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Associação Geral)

PROVÉRBIOS 2 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO PR. HEBER TOTH ARMÍ

COM. VÍDEO PR ADOLFO SUAREZ (link externo)

COM. VÍDEO PR EVANDRO FÁVERO (link externo)

VÍDEO PR WEVERTON CASTRO E EQUIPE (link externo)

COM. VÍDEO PR VALDECI JÚNIOR (link externo)

COM. VÍDEO PR RONALDO DE OLIVEIRA(link externo)

COM. VÍDEO PR MICHELSON BORGES (link externo)



PROVÉRBIOS 2 by Jeferson Quimelli
3 de julho de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/pv/2

Quando Salomão assumiu o trono, o Senhor apareceu-lhe em sonho à noite e perguntou o que poderia lhe dar. Salomão, sentindo-se pequeno diante da tarefa de julgar o povo escolhido de Deus, respondeu: “Dá-me sabedoria e conhecimento, para que eu possa liderar esta nação, pois quem pode governar este teu grande povo?” (2 Crônicas 1:10, NVI).

Parece, à primeira vista, que o pedido de Salomão foi imediatamente atendido, juntamente com “riquezas, bens e honra” (ver 2 Crônicas 1:12). No entanto, o capítulo de hoje parece sugerir que Salomão buscou intensamente a sabedoria antes que ela lhe fosse concedida, pois ele recomenda que clamemos a Deus por entendimento e choremos em alta voz por discernimento (v. 3 NVI), o que parece ter sido a sua experiência.

Salomão recomenda que procuremos a sabedoria como se procura a prata e a busquemos como quem busca um tesouro escondido (Provérbios 2:4). Somente após isso, “se entenderá o que é temer o Senhor e achará o conhecimento de Deus” (v. 5 NVI). O Senhor é quem dá a sabedoria: aquele que O conhece é sábio. A sabedoria (o Senhor) nos dá o conhecimento do certo e do errado, e pode nos salvar de homens maus, da mulher adúltera e do cônjuge infiel.

Que o seu coração clame em alta voz, hoje, por aquele entendimento e discernimento que somente vem de Deus.

Jackie Ordelheide Smith
Diretora Assistente de Escola Sabatina e Ministério Pessoal da Conferência Geral da IASD
Washington, DC, Estados Unidos

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=876
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli



PROVÉRBIOS 2 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
3 de julho de 2020, 0:50
Filed under: Sem categoria

 951 palavras

1 Filho meu. O retorno ao vocativo “filho meu” revela que Salomão já não fala em nome da sabedoria [fala, agora, de forma pessoal]. CBASD, vol. 3, p. 1069.

2 Fazeres atento … o teu ouvido. Nesta passagem, a diligência é aliada ao amor pelo aprendizado.. CBASD, vol. 3, p. 1069.

3 Se clamares. Mudança de metáfora e ênfase. A imagem da sabedoria clamando aos néscios [inexperientes, cf. Pv 1:22, NVI] dá lugar a um jovem que clama pelo poder do discernimento. CBASD, vol. 3, p. 1069.

4 Buscares. Mais ênfase na necessidade de uma busca ativa para adquirir sabedoria. Os seres humanos precisam ir fundo na procura do conhecimento salvífico da graça de Deus, com a perseverança daquele que tenta encontrar metais preciosos. … A revelação de Deus em Sua Palavra é a mina que todo cristão deve cavar pessoalmente à procura da verdade CBASD, vol. 3, p. 1069, 1070.

5 Acharás o conhecimento. Embora não seja possível adquirir um conhecimento profundo de Deus, mesmo que toda a feliz eternidade seja gasta aprendendo mais e mais de Sua natureza amorosa, todo aquele que procura a verdade recebe a promessa de encontrar o conhecimento suficiente para a salvação (Mt 7:7, 8). CBASD, vol. 3, p. 1070.

8 Conserva o caminho. Os que andam no caminho largo do pecado rejeitaram a proteção de Deus, mas quem escolhe o caminho estreito da justiça recebe Seu cuidado especial. Todas as forças do Céu estão disponíveis para guiar, fortalecer e proteger essas pessoas (Hb 1:13, 14). CBASD, vol. 3, p. 1070.

9 Entenderás justiça. O propósito do livro, declarado em 1:3 [“para obter o ensino do bom proceder, a justiça, o juízo e a equidade], será cumprido como mais uma consequência da busca sincera por conhecimento. O entendimento verdadeiro de uma vida de bem é um pré-requisito para trilhar as boas veredas. CBASD, vol. 3, p. 1070.

10 Coração. Na verdade, “mente”. Para os hebreus, as entranhas eram o centro das emoções, e o coração, o centro do intelecto. CBASD, vol. 3, p. 1070.

O conhecimento será agradável. A salvação do pecado requer o amor ativo pela verdade e o deleite no conhecimento do que é reto. CBASD, vol. 3, p. 1070.

11 O bom siso te guardará. O amor pela verdade leva à consideração do certo e do errado e a se propor, no coração, a evitar o mal. … Tal avaliação é uma arma contra a tentação e protege de falha sob pressão súbita. CBASD, vol. 3, p. 1070.

12 Coisas perversas. A perversidade dos falsos mestres ao subverter as palavras claras das Escriturasfaz até mesmo alguns cristãos firmes começarem a se perguntar qual é a verdade. Deve-se evitar contato com aqueles que desejam tão somente comunicar o erro e não tem amor pela verdade. O amor e o conhecimento profundo da verdade são os únicos escudos seguros contra os enganos dos últimos dias (ver Mt 24:24; GC, 593, 594). CBASD, vol. 3, p. 1070 [destaque acrescido].

13 Caminhos das trevas. Quando as pessoas se desviam deliberadamente da luz e vão para os caminhos das trevas, são enganadas por uma “operação do erro” (2Ts 2:10, 11; cf. Jo 8:12; 12:35; 1Jo 2:11). CBASD, vol. 3, p. 1070.

14 Que se alegram de fazer o mal. Quando as pessoas de bem cometem erros, elas se arrependem deles depois. Os ímpios, porém, se lembram de seus atos de maldade com prazer. Além de apreciar suas maldades, eles sentem prazer na perversidade do mal em si. A falha da opinião pública em reagir com mais vigor aos crimes organizados e premeditados nos dias atuais mostra que o texto se aplica às condições atuais. CBASD, vol. 3, p. 1071 [destaque acrescido].

16 Mulher adúltera. Ou, “mulher estranha” (ARC). Do heb. ‘ishah zarah. Mulher “estranha” no sentido de pertencer a outra nação ou de não ser uma pessoa legítima. O versículo seguinte, bem como a tradução da ARA, apoia a segunda interpretação. A imoralidade era um problema sério nos dias de Salomão, assim como atualmente. Isso é demonstrado pela repetição quádrupla do tema (ver Pv 5:3; 6:24; 7:5). … Segundo Paulo, o homem piedoso se mantém ã distância desse tipo de tentação (1Co 6:18). Ele foge como José (Gn 39:12), se necessário. Permanecer e lutar contra uma tentação, reforçada pela fraqueza herdada da raça humana, é carecer da verdadeira sabedoria. CBASD, vol. 3, p. 1071.

17 Amigo. Marido. CBASD, vol. 3, p. 1071.

Aliança do seu Deus. Com certeza, os votos do casamento, embora não haja referência específica no AT a uma cerimônia religiosa de casamento como a desenvolvida pela igreja cristã. Há, porém, uma sugestão em Malaquias 2:14 da troca de votos solenes. CBASD, vol. 3, p. 1071.

18 Para a morte. Os pensamentos maus, a leitura de livros impuros, a contemplação de peças e imagens obscenas, bem como todos os atos aos quais eles levam, dirigem os pés para os caminhos da morte. dezenas de milhares de israelitas morreram em consequência de pecados que começaram quando foram convencidos a se tornar meros observadores de festividades moabitas (Nm 25; PP, 454-456). Embora hoje a retribuição não seja tão instantânea, ela é tão garantida quanto naquela época. CBASD, vol. 3, p. 1071.

19 Não voltarão. … dificuldade de restaurar à pureza aquele que caiu na imoralidade. A vontade parece tão enfraquecida que a mente costuma se mostrar incapaz ou indisposta para receber o poder prometido por Deus a fim de vencer o pecado. Alguns encontram salvação, porém muitas das pessoas que se inclinam para a morte nunca voltam. CBASD, vol. 3, p. 1071.

20 Caminho dos homens de bem. O sábio resume o propósito do conselho. Os israelitas amavam a terra prometida, mas o afastamento contínuo do caminho do bem levou à morte súbita de muitos e ao triste exílio de outros. CBASD, vol. 3, p. 1071.

21 A terra. A obediência à voz da sabedoria não traz apenas o bem no presente, mas também leva à vida eterna na bela nova terra. A negligência da Palavra de Deus traz problemas nesta vida e resulta na perda da nova terra. Isso vale para todos os que os que continuam a pecar. A eliminação será tão completa que não ficará nenhum resquício (Ob 16; Ml 4:1). CBASD, vol. 3, p. 1071.



PROVÉRBIOS 2 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
3 de julho de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Porque o Senhor dá a sabedoria, e da Sua boca vem a inteligência e o entendimento” (v.6).

Para que possamos tomar decisões bem acertadas, é necessário haver uma prévia comunicação com a fonte do conhecimento. Através da oração, nossa mente é elevada ao trono da graça e renovada pela fé no plano divino. Nossas aspirações tornam-se cada vez mais íntimas com a vontade de Deus, de forma que, orientados pelo Espírito Santo, caminhamos “na sinceridade” (v.7). Aceitar, esconder, fazer, inclinar, clamar, buscar, procurar, indicam as ações associadas com uma vida de harmonia entre orar e agir. Como Jesus, necessitamos subir ao monte da oração, mas descer de lá com mantimento suficiente para suprir as necessidades de outros.

Os veios da “verdadeira sabedoria” (v.7) devem correr de nossa vida para outras. O pedido de Salomão não foi com vistas a satisfazer um desejo egoísta, mas refletiu em seu reinado, e até hoje surte efeitos por meio de seus escritos. Quantos de nós estamos afligindo o coração perante o Senhor em busca da sabedoria altruísta? Como guardadores dos nossos irmãos, estamos dispostos a entregar ao Senhor o pouco que temos a fim de dEle recebermos alimento suficiente para as multidões?

Deus “conserva o caminho dos Seus santos” (v.8), os iluminando com o resplendor de Sua graça e bondade. Esse reflexo torna-se em inconfundível testemunho ao mundo de que há um povo sábio e inteligente, que diverge das massas falidas e corrompidas pela fragilidade de suas ambições terrenas. Logo, todos terão tomado sua decisão definitiva. Haverá apenas dois grupos: “os que caminham na sinceridade” e em “todas as boas veredas” (v.7, 8) e os que andam “pelos caminhos das trevas” e “que se alegram de fazer o mal” (v.13, 14).

A sabedoria é um presente oferecido por Deus ao homem em doses diárias perfeitamente dosadas ao estudante assíduo de Sua Palavra. Ninguém que humildemente clame a Deus por sabedoria fica sem recebê-la. O dia a dia pode até conferir algumas quedas e fracassos. No entanto, ao andar “pelo caminho dos homens de bem” (v.20), o Espírito Santo os conduz e guarda até o momento em que “habitarão a terra” (v.21). “Não clama, porventura, a Sabedoria, e o Entendimento não faz ouvir a sua voz?” (Pv.8:1). Ouve, pois, e atende ao apelo que, dentro em breve, encerrará o seu prazo. Vigiemos e oremos!

Bom dia, homens e mulheres de bem!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Provérbios2 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



PROVÉRBIOS 2 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by Jeferson Quimelli
3 de julho de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

PROVÉRBIOS 2 – Ser sábio – eis o segredo da vida! A felicidade verdadeira depende do nível de nossa sabedoria. A paz constante em nosso coração depende de agir sempre pautado pela sabedoria autêntica.
• Sem sabedoria, a vida é uma loucura – cada dia despenca para o precipício da amargura (veja Provérbios 1:7, e o restante do capítulo).
A introdução do Livro de Provérbios termina só no capítulo 9. Portanto, ainda não adentramos literalmente no estudo dos provérbios bíblicos. Antes de considerarmos o capítulo em pauta, anote isso em um caderno de estudo (ou em tua própria Bíblia):

1. O autor de Provérbios é o Espírito Santo, mas o escritor em sua maior parte foi Salomão, o qual plantou um jardim (Eclesiastes 2:5) e desenvolveu seu conhecimento de:
a) Botânica;
b) Agronomia;
c) Zoologia;
d) Ornitologia;
e) Entomologia;
f) Ictiologia.

2. Salomão escreveu 3.000 provérbios; dos quais, cerca de 600 foram preservados na Bíblia.

3. Salomão compôs 1005 músicas, das quais temos os Salmos 72 e 127, e também a mais sublime das músicas românticas: Cântico dos cânticos.
Como pode alguém ter sido, assim, tão sábio? De I Reis 4:29-34 destaca-se as seguintes explicações: A sabedoria…
• …é um dom de Deus, pois sendo Onisciente é a fonte da sabedoria;
• …é dada por Deus como, quando, quanto e a quem Ele quiser, dependendo da atitude de quem O busca;
• …originada em Deus supera a qualquer conhecimento adquirido neste mundo independente dEle.
Voltemos ao capítulo em questão: Provérbios 2. Ali encontramos que, para obter sabedoria é necessário…
• …Dedicar-se a buscá-la incessantemente. É preciso incessante esforço devido à imensurável ignorância e tolice em nossa sociedade. Portanto, a sabedoria é uma raridade, acessível aos piedosos (vs. 1-4).
• …Envolver-se com Deus a ponto de tornar-se discípulo dEle. Sua criação e Sua revelação (a Bíblia) são formas dEle comunicar sabedoria aos seres humanos pecadores, mas precisamos dEle para recebermos explicação correta e alcançarmos interpretação verdadeira (vs. 5-6).
• …Ignorar, desprezar a tolice/loucura que presenteia-nos com decepções, tristezas, aflições e angústias, para dedicar-se a obter sabedoria, a qual protege-nos das agruras da vida, supera todas as riquezas, e traz o conhecimento de nosso Criador (vs. 7-10).
“Provérbios não é autorretrato, nem um livro de etiqueta. Na verdade, contém a chave da vida” (Derek Kidner). Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.




%d blogueiros gostam disto: