Reavivados por Sua Palavra


PROVÉRBIOS 12 – ACESSE AQUI O POST DESEJADO by Jeferson Quimelli
13 de julho de 2020, 1:10
Filed under: Sem categoria

TEXTO BÍBLICO PROVÉRBIOS 12 – Leia a Bíblia antes

PROVÉRBIOS 12 – COMENTÁRIO BLOG MUNDIAL (Associação Geral)

PROVÉRBIOS 12 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS

COM. TEXTO ROSANA GARCIA BARROS

COM. TEXTO PR. HEBER TOTH ARMÍ

COM. VÍDEO PR ADOLFO SUAREZ (link externo)

COM. VÍDEO PR EVANDRO FÁVERO (link externo)

VÍDEO PR WEVERTON CASTRO E EQUIPE (link externo)

COM. VÍDEO PR VALDECI JÚNIOR (link externo)

COM. VÍDEO PR RONALDO DE OLIVEIRA(link externo)

COM. VÍDEO PR MICHELSON BORGES (link externo)



PROVÉRBIOS 12 by Jeferson Quimelli
13 de julho de 2020, 0:55
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/pv/12

Eu me lembro de quando era adolescente e tinha uma opinião sobre tudo e queria compartilhá-la. Agora, quanto mais velho fico mais eu prefiro ouvir.

Uma vez recebi um e-mail de uma colega russa com um pedido que me pareceu completamente inapropriado. Ela pediu informações sobre minhas atividades que estavam fora do âmbito de sua responsabilidade. Enquanto eu me encolhia de contrariedade durante a leitura do pedido, decidi não enviar uma resposta irritada inadequada, mas obter mais informações. E fiquei feliz que o tenha feito. Poucos minutos depois, uma colega de trabalho me escreveu dizendo que a informação que essa colega russa estava pedindo não era para ela, pessoalmente, mas para o nosso departamento, que tinha todo o direito de solicitar aquela informação.

Pessoas que não conseguem controlar suas emoções enfrentam o fantasma do constrangimento e da vergonha. “O insensato revela de imediato o seu aborrecimento, mas o homem prudente ignora o insulto” (v. 16 NVI).

Quando alguém vier até você com uma reclamação ou uma sugestão, consiga o máximo de informações que puder e, em seguida, repita o que ouviu para ter certeza de que entendeu a questão corretamente.

De fato: “O homem prudente não alardeia o seu conhecimento, mas o coração dos tolos derrama insensatez” (v. 23).

Andrew McChesney
Editor da Revista Adventist Mission

Texto original: https://www.revivalandreformation.org/?id=886
Tradução: Pr Jobson Santos/Jeferson Quimelli/Gisele Quimelli



PROVÉRBIOS 12 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS by Jeferson Quimelli
13 de julho de 2020, 0:50
Filed under: Sem categoria

 658 palavras

8 Segundo o seu entendimento. Nada traz mais louvor duradouro do que a sabedoria e a discrição. Sempre há necessidade de pessoas em quem se pode confiar a todo tempo, cujas ações são governadas pela inteligência e por princípios elevados (ver 1Sm 18:5). Indivíduos vãos e insensatos, que tem uma visão alterada da vida e dos seres humanos, que distorcem e desvirtuam, são desprezados por todos que os enxergam como de fato são, mesmo por aqueles que os usam para os próprios objetivos. Judas era assim (Mt 27:3-8; At 1:16-20). CBASD – Comentário Bíblico Adventista do Sétimo Dia, vol. 3, p. 1113.

10 É cruel. Deus tem terna consideração pelos animais que criou. O sofrimento não merecido de Suas cristuras é notado (Jn 4:11; Mt 6:26; 10:29). As instruções da lei incluíam regras relacionadas ao tratamento dos animais (Êx 23:4, 5; Dt 25:4; PP, 443; DTN, 500). O adversário da humanidade tem feito muito para agravar o sofrimento de pessoas e animais. Os que o aceitam como mestre se tornam cruéis, e seu egoísmo os cega para as necessidades reais dos outros. CBASD, vol. 3, p. 1113.

13 Sairá da angústia. O perverso se emaranha nas mentiras que conta, e não há ninguém para tirá-lo. CBASD, vol. 3, p. 1113.

14 Retribuído. É Deus quem faz as recompensas serem retribuídas, abençoando as pessoas de bem (ver Jó 1:10; Is 3:10). CBASD, vol. 3, p. 1113.

16 Num instante. O insensato não se exercitou no domínio próprio. Se for importunado por um insulto ou um desprezo imaginário, expressará de imediato seus sentimentos feridos. O sábio percebe que esse tipo de atitude tende a agravar o problema, por isso espera a mente se acalmar antes de tentar endireitar o erro, ou pode simplesmente ignorar a situação (ver Pv 20:22; 24:29; Mt 5:39; Lc 6:35). CBASD, vol. 3, p. 1113, 1114.

17 Diz a verdade. Literalmente, “respira a verdade”. Talvez uma referência ao hábito confirmado de falar a verdade, ou seja, uma pessoa que diz a verdade com a mesma naturalidade da respiração. … Em contrapartida, o transgressor habitual não diz a verdade nem mesmo quando jura fazê-lo. CBASD, vol. 3, p. 1114.

18 Pontas de espada. A comparação é ainda mais impressionante no hebraico, pois a ponta de uma espada é chamada de boca. A boca apressada e impaciente usa palavras que ferem o coração de amigos, ocasionando grande sofrimento e tristeza. Palavras desprovidas de tato costumam perfurar o coração sensível de quem está em luto ou passando por dificuldades, mas o sábio pensa no que dizer a fim de confortar o sofredor, aliviar a raiva e alegrar o desanimado (ver Pv 10:11; Ed, 236, 237). CBASD, vol. 3, p. 1114.

19 Apenas um momento. As mentiras … logo são descobertas e expostas, se não nesta vida, no juízo vindouro. O grande engano de Satanás será, por fim, totalmente revelado ao universo no final do milênio (Ap 20:1-10; Gc, 666-670). CBASD, vol. 3, p. 1114.

23 Oculta o conhecimento. O prudente não fica calado com a intenção de enganar, mas em sábia e modesta cautela. É a falta de sabedoria e modéstia que leva o insensato a expressar tudo que lhe vem à mente (ver Pv 12:16; 13:16; 15:2). CBASD, vol. 3, p. 1114.

24 A [mão] remissa será sujeita a trabalhos forçados. A preguiça traz pobreza e desconforto, em vez do prazer prometido. As pessoas trabalhadoras, que usam o tempo com sabedoria, certamente se erguerão acima dos indolentes. CBASD, vol. 3, p. 1114.

25 Ansiedade. Ou, “preocupação”, “cuidado”. O coração ansioso não consegue sentir a paz de Cristo… Ela [a ansiedade] pode ser muito aliviada por uma palavra de esperança e ânimo, junto com a exortação de ter fé nas promessas de Deus (ver Is 35:3, 4). CBASD, vol. 3, p. 1114.

26 Serve de guia. O caminho do perverso é escuro e enganoso, por isso, ele é levado para a destruição e não consegue guiar ninguém para o rumo certo (ver Mt 15:14). CBASD, vol. 3, p. 1114.

28 Na vereda da justiça, está a vida, e no caminho da sua carreira não há morte. Escolher o caminho da santidade é escolher a vida tanto hoje quanto na época em que Salomão proferiu estas palavras, ou na ocasião em que Israel se deparou com a escolha nos montes Gerizim e Ebal (ver Dt 27; 28; 30:15-20; Mt 19:17). CBASD, vol. 3, p. 1115.



PROVÉRBIOS 12 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
13 de julho de 2020, 0:45
Filed under: Sem categoria

“Os perversos serão derribados e já não são, mas a casa dos justos permanecerá” (v.7).

Em Malaquias 3:18, está escrito: “Então, vereis outra vez a diferença entre o justo e o perverso, entre o que serve a Deus e o que não O serve”. Deus sempre deixou bem claro em Sua Palavra que só existem dois lados: o joio e o trigo, as ovelhas e os bodes, as virgens néscias e as prudentes, o caminho estreito e o caminho largo. Na batalha entre o bem e o mal só há também dois resultados: vida eterna, ou morte eterna (v.28). O livro de Provérbios traça um quadro muito real e atual desta distinção.

Sob o ponto de vista de que somos todos pecadores (Rm.5:12), pode ser que estejamos sendo confrontados e exortados quanto à prática de algum ou de alguns pecados específicos. Pode ser que você tenha sentido o seu coração arder ao ler sobre alguma má atitude que gostaria de abandonar e ainda não conseguiu. Ou pode ser que você nem tenha se dado conta disso, porque “aos seus próprios olhos parece reto” (v.15) o caminho em que você está seguindo. Cuidado! Muito cuidado!

O fato de Salomão ter se demorado neste capítulo com relação à língua, nos remete ao fato inquestionável de que o uso deste pequeno membro do corpo pode definir o nosso destino eterno. E se tem um pecado que levará muitos à destruição é a maledicência. Entorpecidos pelos apelos da mídia e das redes sociais, pessoas que se dizem cristãs têm transformado a casa de Deus em antro de fofocas e dissoluções. E, “como pontas de espada” (v.18), têm atingido muitos dos pequeninos de Deus, dizendo: “Paz, paz; quando não há paz” (Jr.6:14).

Pois eis o que Cristo disse a respeito de quem desvia do caminho um de Seus pequeninos:

Melhor lhe fora que se lhe pendurasse ao pescoço uma grande pedra de moinho, e fosse afogado na profundeza do mar” (Mt.18:6). Note que ser perverso, biblicamente falando, não se trata necessariamente em ser um criminoso. O perverso não é somente aquele que comete crimes hediondos. Porque, para Deus, basta ter uma língua maledicente. Enquanto a língua do perverso é para machucar, “a língua dos sábios é medicina” (v.18), é cura, é bem-estar, tanto para quem o ouve quanto para ele mesmo. Enquanto o perverso usa de fraude para maquinar o mal (v.20), “o justo serve de guia para o seu companheiro” (v.26). Enquanto o insensato mais cedo ou mais tarde manifesta a ira que há em seu coração, “o prudente oculta a afronta” (v.16). Percebem a diferença?

Todos estamos sendo preparados para o selamento final. Ao passo que muitos corações têm aberto as portas para a salvação, muitos têm se fechado, ignorando a doce voz do Espírito que não Se cansa de lhes chamar. Porém, ninguém poderá declarar a seu favor no juízo vindouro de que não teve oportunidades. Como num filme, lembrarão de todo o favor divino negado. Muitos que se julgavam filhos do Reino perceberão que a hipocrisia foi o seu maior pecado e tomarão lugar com os impenitentes, clamando em agonia aos montes e aos rochedos: “Caí sobre nós e escondei-nos da face dAquele que Se assenta no trono e da ira do Cordeiro” (Ap.6:16).

Mas, ó, que alegria a dos filhos do Reino! As cenas de destruição lhes causarão as lágrimas que Jesus mesmo enxugará. E quando seus olhos encontrarem os dEle, perceberão que a justiça e o amor prevaleceram e que a Sua Palavra se cumpriu com exatidão. Que, pela infinita graça de Jesus, você e eu façamos parte deste grupo seleto. Vigiemos e oremos!

Bom dia, justos do Senhor!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Provérbios12 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



PROVÉRBIOS 12 – Comentário Pr Heber Toth Armí by Jeferson Quimelli
13 de julho de 2020, 0:40
Filed under: Sem categoria

Um texto que nunca deixou nem deixará de ser relevante em nossa vida constantemente é Provérbios. Este livro bíblico inspirado é um manual para nossas relações, transações e atividades diversas no dia a dia.

“Provérbios” – disse William MacDonald, “é um livro moderno, pois trata de problemas que todos nós enfrentamos na vida”; por isso, quem aplica seus princípios em cada uma de suas decisões e ações vive mais e melhor.

A introdução deste capítulo…
…apela aos ouvintes para aceitar a sabedoria em vez da tolice (v.1);
…revela a direta intervenção de Deus nas ações humanas (v. 2);
…mostra que nossas ações voltam para nós, sejam boas ou más (v. 3);
…apresenta o poder feminino tanto para o bem quanto para o mal (v. 4);
…demonstra que as aspirações dos indivíduos revelam seu caráter (v. 5).

Na sequência, o tema dominante do capítulo é o uso das palavras, “e em particular o efeito contrastante das palavras boas e más. Justo, reto, sábio, prudente, veraz, pacificador, palavras amáveis que resultam em justiça, libertação, louvor, proveito, cura, prazer, discrição, alento, e no agrado de Deus. Ímpio, distorcido, idiotice, mentiroso, malévolo, irreflexivo, palavras incontroladas ou de conspiração, resultam em enganos, em danos a outras pessoas, em descrédito e problemas para si mesmo e no aborrecimento de Deus” (John E. Goldingay).

Em meio às declarações sobre as palavras, as quais são úteis para distinguir os sábios dos estúpidos, Goldingay apresenta outro destaque: “O trabalho e suas recompensas”. Onde aprendemos que ter alimento e prestigio na sociedade resulta de…
…gastar alguma energia e viver corretamente, não jactar-se (v. 9);
…prezar pelos animais, sem agir com crueldade (v. 10);
…fazer o que está ao alcance, não em ambições vãs (v. 11);
…ignorar o ato de aprender das espertezas dos ímpios (v. 12);
…disposição para trabalhar, e não dar rédeas soltas à preguiça (v. 24);
…não procrastinar (vs. 14, 27).

Se trabalhássemos mais com as mãos do que com a língua e visássemos somente o bem, nossa existência na vida das pessoas seria uma grande bênção.

Atenção: Seja sábio, fique atento! “Sobre o mal ninguém poderá firmar-se, mas quem firma raízes em Deus permanece firme” (v. 3).

Vamos reavivar-nos! – Heber Toth Armí.




%d blogueiros gostam disto: