Reavivados por Sua Palavra


JOSUÉ 23 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ  by Maria Eduarda
10 de maio de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria

Quando cada indivíduo vive seus próprios interesses problemas tendem a aparecer com facilidade (veja o capítulo anterior); porém, quando todos têm objetivos comuns, a união é quase que automática…

Imagine se todos os habitantes do Planeta Azul estivessem dispostos unanimemente a seguir indicações morais instituídas pelo Criador do Universo!

Após ler Josué 23 em tua Bíblia, observe estes pontos:

• Josué considerava sua velhice e, por conseguinte, fez discurso de despedida diante do povo de Deus. “Josué fez uma promessa para o futuro, a qual estava firmada no tempo e no espaço. Ele não pediu ao povo que desse um salto kierkegaardiano de fé” (Francis A. Schaeffer). Fé verdadeira tem lógica, não é irracional (vs. 1-5).

• As palavras finais de Josué estão carregadas de teologia. A “ênfase sobre a ação de Deus na História reaparece ao longo de toda sua despedida […]. A fé bíblica está alicerçada em fatos que podem ser vistos e ouvidos […]. As Escrituras nunca nos confrontam repentinamente com uma linguagem celestial que nos levem a uma experiência religiosa sem conteúdo” (Schaeffer). Observe atentamente os versículos 6-16.

A religião bíblica baseia-se na divina revelação escrita. Sempre foi assim. A segurança presente, e futura, está em seguir o manual de instrução originado no Céu: “Agora, sejam fortes e constantes. Obedeçam a tudo que está escrito no livro da Revelação de Moisés – não omitam nenhum detalhe” (v. 6).

Deus liberta-nos para a obediência! A obediência sempre deve resultar da graça divina. A graça que foi relevante no passado é importante no presente. Amor e submissão ao Senhor, não ao pecado, ‘e o segredo do sucesso!

O capítulo em questão importa ser bem considerado por quem quer evitar o inferno e alcançar o Céu prometido por Deus. “A passagem de 2 Coríntios 6:14-18 faz um paralelo com esse texto. A vida de santidade é essencial para a comunhão do indivíduo com Deus. Não podemos ser fieis a Deus e ao mesmo tempo fazer alianças com inimigos do Senhor” (William MacDonald).

Se quisermos alcançar os propósitos que Deus traçou para nós precisamos…

1. …considerar seriamente Sua Palavra;
2. …orar e viver em todo tempo de acordo com a Palavra e as promessas reveladas;
3. …ficar distante daquilo que nos distancia de Deus.

Compartilhe! – Heber Toth Armí.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: