Reavivados por Sua Palavra


NÚMEROS 18 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
24 de fevereiro de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria


“Disse também o Senhor a Arão: Na sua terra, herança nenhuma terás e, no meio deles, nenhuma porção terás. Eu sou a tua porção e a tua herança no meio dos filhos de Israel” (v.20).


Confirmado o sacerdócio de Arão e sua descendência, o Senhor cuidou de confirmar os seus direitos e deveres no santo ofício. Como representantes do povo diante de Deus, Arão e seus filhos carregavam sobre si o peso da responsabilidade quanto às suas iniquidades. Também necessitavam de mediação e deveriam ser exemplo perante Israel, através de uma vida de santa consagração e serviço. Seus “irmãos, os levitas” (v.6), também foram separados pelo Senhor para servirem na tenda da congregação segundo as orientações e limites estabelecidos por Ele.

A parte devida aos sacerdotes como uma espécie de salário por seu serviço consistia nas ofertas e nas “coisas consagradas dos filhos de Israel” (v.8). Tudo seria dado a eles, fora o que deveria ser consumido no fogo do altar. Também lhes cabia tomar para si “o melhor do azeite” (v.12), as primícias da terra e o valor dado pelo resgate dos primogênitos. Deus reservara para os sacerdotes praticamente tudo o que Israel levava ao santuário. Apesar de terem sido destituídos de possuir terras, o Senhor lhes proveu porção de valor inestimável, ao declarar: “Eu sou a tua porção e a tua herança” (v.20). Já os dízimos, ou seja, a décima parte das rendas do povo, eram revertidas aos levitas, que também não teriam parte na “herança no meio dos filhos de Israel” (v.23).

O santo ofício sacerdotal era uma figura do sacerdócio de Cristo, que levou sobre Si as nossas iniquidades e nos proveu um sacrifício aceitável a Deus para a nossa redenção. Os sacerdotes de Israel eram apenas uma representação do que Cristo fez e faz pela humanidade caída. Ele comprou para nós o direito de assistirmos diante de Deus sem precisarmos mais de mediadores humanos, pois que há “um só Mediador entre Deus e os homens, Cristo Jesus, homem” (1Tm.2:5). Em Seu ministério terrestre, Jesus cumpriu fielmente a obra que o Pai Lhe designara, “tornando-Se obediente até à morte e morte de cruz” (Fp.2:8). E em Seu ministério celeste oficia hoje diante do Pai como o nosso Sumo Sacerdote, intercedendo em nosso favor até que sejam selados todos os servos de Deus (Ap.7:3).

Há uma exortação divina dada ao homem em cada porção das Escrituras de que a nossa única segurança está em seguir os passos de Jesus. Todo o serviço do santuário apontava para Cristo, Sua vida e obras. E Sua perfeita obediência adquiriu para nós o participarmos com Ele de Sua vitória. Incapazes de cumprir a Lei sem o dano de nossos pecados, somente por Cristo e Sua justiça perfeita podemos ser coparticipantes de Sua natureza. Se não fizermos de Cristo Jesus a nossa porção aqui, não teremos parte alguma na herança futura.

Como “sacerdócio real” de Deus dos últimos dias (1Pe.2:9), cumpre-nos viver aqui de modo digno ao nosso chamado; como quem não espera recompensas nesta Terra, mas o galardão eterno que Cristo nos comprou. Enquanto aqui estivermos, depositemos diante do altar do Senhor as primícias de tudo o que temos e somos, e que, pela fé, aceitemos o resgate que foi pago em nosso favor. Se Deus for a nossa porção, “nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor” (Rm.8:38-39).

Seja Deus a tua porção e terás lugar na herança que Jesus nos garantiu.

Feliz semana, herdeiros da promessa!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Números18 #RPSP

Comentário em áudio:
https://www.youtube.com/user/nanayuri100


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: