Reavivados por Sua Palavra


ÊXODO 5 – COMENTÁRIOS PR HEBER TOTH ARMÍ by Maria Eduarda
6 de dezembro de 2018, 0:45
Filed under: Sem categoria

Libertar os israelitas das mãos do obstinado e megalomaníaco Faraó é missão de Deus tanto quanto salvar o miserável pecador da horrível escravidão do pecado. Coisas impossíveis para homens são possíveis para Deus!

Então, por que Deus…

• …chamou Moisés para libertar Seu povo?
• …deseja que sejamos missionários para evangelizar o mundo?

Simplesmente, porque pessoas são instrumentos de Deus para alcançar pessoas. Além da libertação/salvação ser plano de Deus, é parte do plano usar instrumentos humanos para alcançar Seus objetivos no mundo.

Contudo, fazer o certo nem sempre dará certo, mesmo consagrado e seguindo sistematicamente planos divinos.

1. Por mais dependente de Deus que estavam Moisés e Arão, o primeiro contato com Faraó foi um desastre total (vs. 1-14).
2. Por mais educado, polido e sincero que tenham sido Moisés e Arão, as reações do Faraó, dos capatazes e dos israelitas foram negativas/péssimas (vs. 15-20).
3. A única coisa que restou aos dois encurralados servos de Deus foi orar e suplicar por socorro devido ao caos que eles causaram (vs. 21-23).

O que sucedeu após a proposta de Moisés?

• “No mesmo dia foram expedidas ordens que tornassem seu trabalho [dos escravos hebreus] ainda mais cruel e opressivo” (Ellen G. White);
• Não dando conta das impossíveis exigências “os oficiais hebreus [capatazes] foram cruelmente espancados” (White).
• Os resultados foram negativos, apesar dos esforços positivos; consequentemente, “por todo o país se erguia um clamor de desespero de velhos e jovens, todos se uniam em acusá-lo da matança desastrosa em sua condição” (White).

Atento ao texto, Abel Ndjerareou destaca: “Moisés faz o pedido exatamente conforme Deus havia instruído (3:18) e deixa claro que estava falando em nome de Deus”. Todavia, “enquanto Faraó em 1:8-10 considera os descendentes numerosos de Israel uma ameaça, para o governante com o qual Moisés se encontra, não passam de uma fonte abundante de mão-de-obra barata (5:5). Esse Faraó não vê Moisés como um enviado de Deus, mas como um agitador e mentiroso (5:9-10)”.

Para Deus, isso não era novidade, nem deveria ser para Moisés. Deus sabia que assim seria e informou-Lhe antecipadamente (4:21).

Quando fazer o certo dá errado, ore a Deus: Ele sabe o quê fazer! Não esmoreçamos… orando nos reavivaremos! Os desafios da vida devem levar-nos ao coração de Deus! – Heber Toth Armí.


Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: