Reavivados por Sua Palavra


PROVÉRBIOS 1 #RPSP, Comentário Rosana Barros by Ivan Barros
31 de março de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

 

“Provérbios de Salomão, filho de Davi, o rei de Israel” (v. 1).

Os três próximos livros, certamente, serão um grande desafio. Deus dotou a Salomão de uma sabedoria notável e de uma inteligência admirável tal qual não houve e nem haverá jamais na Terra (I Reis 3:12). Portanto, estamos diante de palavras de um saber tão intenso e tão poderoso que só poderemos ter um princípio de compreensão se dermos ouvidos ao que o sábio escreveu no verso sete e que a primeira voz angélica nos confirmou: “Temei a Deus…” (Apocalipse 14:7).

Somente poderemos plenamente “entender provérbios e parábolas” (v. 6) mediante “o temor do SENHOR” (v. 7). Outro meio não há. E o temor do SENHOR provém de um coração submisso a Ele, que aceita viver a Sua “boa, agradável e perfeita vontade” (Romanos 12:2), simplesmente porque crê que o caminho que Ele traçou é o único que conduz à vida.

É interessante observarmos que Salomão inicia praticamente com a mesma mensagem do Salmo 1: “Filho meu, se os pecadores querem seduzir-te, não o consintas… não te ponhas a caminho com eles… porque os seus pés correm para o mal” (v. 10, 15, 16).

O sábio explica a importância dos provérbios (v. 2-6), diz como adquirir a sabedoria para entender (v. 7), fala da sabedoria dos pais (v. 8 e 9), e nos exorta a fugir das más companhias (v. 10-19). Já os versos 22 ao 33 é como uma ilustração para transmitir palavras diretas do SENHOR.

A promessa do derramamento do Espírito Santo já aqui é prometida (v. 23). Deus fala aos néscios, escarnecedores e loucos para que deem ouvidos à Sua repreensão a fim de que sejam herdeiros da promessa e conhecedores das palavras de Sua sabedoria. Infelizmente o resultado que se segue não é nada animador. Em resposta ao clamor de Deus há recusa e rejeição , e, consequentemente, há terror e perdição (v. 24 e 27).

Na ânsia da procura pela felicidade, o homem afunda-se cada vez mais na infelicidade. Só há verdadeira sabedoria no temor do SENHOR e, também, só é verdadeiramente feliz aquele que teme a Deus: “Bem-aventurado aquele que teme ao SENHOR e anda nos Seus caminhos!” (Salmo 128:1). As “alegrias” temporais deste mundo só produzem uma “impressão de bem-estar” que “os leva à perdição” (v. 32). Ou seja, uma vida sem o temor do SENHOR não passa de uma vida ilusória e passageira.

Vamos, pela graça de Deus, mergulhar nestes provérbios e entender o SENHOR quer nos falar. Lancemos por terra a sabedoria humana e deixemos que a divina dirija a nossa vida por completo. Deus deseja derramar sobre nós as torrentes do Seu Espírito. Para isso precisamos estar recebendo o orvalho diário, permitindo que Ele nos prepare para a grande chuva (Joel 2:28).

Escolha, a cada dia, dar ouvidos à sabedoria do SENHOR e você “habitará seguro, tranquilo e sem temor do mal” (v. 33).

Bom dia, tementes a Deus!

Desafio do dia: Separe um tempo do seu dia para fazer uma oração especial, pedindo ao SENHOR o que Ele promete nos dar liberalmente: sabedoria (Tiago 1:5).

Rosana Garcia Barros
#PrimeiroDeus #Provérbios1

Anúncios

Deixe um comentário so far
Deixe um comentário



Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: