Reavivados por Sua Palavra


SALMO 139  #RPSP  COMENTÁRIO ROSANA BARROS by Ivan Barros
19 de março de 2017, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Vê se há em mim algum caminho mau e guia-me pelo caminho eterno” (v. 24).


É impressionante a descrição feita por Davi com relação à formação de um ser humano no ventre materno. Desprovido de toda a tecnologia que hoje possuímos, Davi relata o processo da gestação com riquezas de detalhes e com profunda admiração: “… visto que por modo assombrosamente maravilhoso me formaste” (v. 14).

Neste Salmo, a onisciência, a onipresença e a onipotência de Deus são apresentadas não apenas como atributos divinos, mas como bênçãos para cada um de Seus filhos. O fato de Deus conhecer o nosso íntimo não nos torna objetos de investigação, mas alvos de Sua proteção (v. 5). Ao aceitarmos a benesse de Sua onisciência, recebemos a ação de Sua onipotência. Ele me conhece e Ele te conhece simplesmente porque Ele me fez e Ele te fez. Você não é obra do acaso e nem surgiu despropositadamente. Você é uma obra admirável que homem algum tem o direito de intitular de resultado casual.

Deus esquadrinha cada um de nossos passos e pensamentos com apenas uma finalidade: SALVAÇÃO. Dos versos 19 ao 22, parece que Davi perde o foco de tudo o que havia falado antes. Ele passa de uma linguagem de amor para uma linguagem de ira, manifestando a sua indignação e a sua inquietação quanto aos perversos. A expressão “Aborreço-os com ódio consumado” desnuda o coração do salmista, que, de imediato, o entrega ao controle do Único capaz de sondá-lo, prová-lo e guiá-lo pelo caminho eterno.

Somos todos reféns de um coração enganoso e desesperadamente corrupto (Jeremias 17:9) e somente Aquele que nos criou tem o poder de torná-lo como um feto em formação: moldando-lhe até que atinja a forma perfeita. Esta obra tem sido realizada no coração de todo aquele que tem buscado ao SENHOR enquanto O pode achar (Isaías 55:6). Está perto o dia em que o livro de nossa vida (v. 16) será aberto, “porque Deus há de trazer a juízo todas as obras, até as que estão escondidas, quer sejam boas, quer sejam más” (Eclesiastes 12:14). E não haverá desculpas quando estivermos diante do Juiz Justo. Por isso que o Seu convite é para que ao ouvirmos a Sua voz HOJE, não endureçamos o nosso coração (Hebreus 3:15).

Não dá para cogitarmos os pensamentos de Deus, pois, como bem disse o salmista, seria como querer contar os grãos de areia (v. 18). Mas Deus mesmo nos revelou os pensamentos que Ele tem a nosso respeito: “Eu é que sei que pensamentos tenho a vosso respeito, diz o SENHOR; pensamentos de paz e não de mal, para vos dar o fim que desejais” (Jeremias 29:11). E isto, por si só, é motivo suficiente para declararmos: “Que preciosos para mim, ó Deus, são os Teus pensamentos!” (v. 17).

Bom dia, obras das mãos do SENHOR!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus / #Salmo139

Anúncios

1 Comentário so far
Deixe um comentário

Aleluia!!

Comentário por Ilsemara




Comente:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s



%d blogueiros gostam disto: