Reavivados por Sua Palavra


I  CRÔNICAS 25 – #RPSP – Comentário Rosana Barros by Ivan Barros
8 de julho de 2016, 0:45
Filed under: Sem categoria

“O número deles, juntamente com seus irmãos instruídos no canto do SENHOR, todos eles mestres, era de duzentos e oitenta e oito” (v. 7).
O capítulo de hoje nos deixa bem claro que o serviço musical na igreja faz parte da adoração e não pode ser negligenciado, nem tampouco desleixado. O SENHOR designou cantores que a Bíblia afirma serem uma espécie de músicos profetas (v. 1). A organização dos cantores levitas era feita por famílias. Mas, o mais interessante é o que encontramos ao final da maioria dos versos: o número doze. Esse número, sem dúvida alguma, tem algo de especial. As doze tribos de Israel, os doze discípulos de Cristo, as doze portas de pérola da Cidade Santa (Apocalipse 21:21), as doze pedras preciosas que compõem os fundamentos da muralha da Cidade Santa (Apocalipse 21:19-20), os doze frutos da árvore da vida (Apocalipse 22:2). Enfim, doze tem a ver com povo separado para Deus e, certamente, tem a ver também com salvação.  A música no tabernáculo era algo tão solene, tão importante e tão sagrado, que até a quantidade deveria manifestar a aprovação do SENHOR no quesito separados para o ministério (v. 1), e no quesito separados para a salvação. Tanto o serviço, quanto a vida dos cantores, deveria ser um vislumbre do Céu. Pequenos e grandes, mestres e discípulos (v. 8) envolvidos no sagrado ministério de louvar “em ações de graças e louvores ao SENHOR” (v. 3).  Diante do trono de Deus, serafins O louvam de dia e de noite, sem descanso, “proclamando: Santo, Santo, Santo é o SENHOR Deus, o Todo-Poderoso, Aquele que era, que é e que há de vir” (Apocalipse 4:8). Da mesma forma, os cantores eram divididos em turnos, para que não cessasse o louvor na Casa de Deus. Assim como tudo que diz respeito à adoração ao Deus vivo, “o canto da Casa do SENHOR” (v. 6) é santo, é sagrado e faz parte integrante da adoração. Os momentos de louvor, meus amados, não são distração até que a igreja esteja cheia; não são momentos de colocar a conversa em dia com o irmão que está ao lado; não são apresentações musicais; mas são preciosos momentos de adoração ao SENHOR Deus, Todo-Poderoso! Quando adentramos às portas da Casa de Deus, nossas vozes devem se unir a dos anjos que não se cansam de proclamar a santidade do SENHOR. A nossa vida também deve ser um constante louvor em ação de graças Aquele que é digno de todo louvor e de toda adoração! 

Se o SENHOR lhe instruiu para o louvor, não apenas cante, mas VIVA para o Seu louvor! Se você acha que não foi agraciado por esse dom, permita que Deus faça da sua vida um canto de adoração a Ele! Fazendo assim, uma coisa é certa: Deus lhe separará para a salvação!
Bom dia, separados para o louvor eterno!
*Leiam #1Crônicas25
Rosana Garcia Barros


1 Comentário so far
Deixe um comentário

Amém.. DEUS seja louvado toda honra e glória seja dada a ele o Senhor Deus poderso…… Que possamos nos permitir que o Senhor Jesus seja o centro de nossas vidas…. Muito explicativo o texto que Deus continue te usando irmã Rosana

Comentário por Vanessa Braga




Deixe uma resposta para Vanessa Braga Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.



%d blogueiros gostam disto: