Reavivados por Sua Palavra


MAPA DOS MUROS DE JERUSALEM by jquimelli
1 de dezembro de 2019, 16:00
Filed under: Sem categoria

Mapa com os muros de Jerusalém nos tempos: pré-exílico e de Neemias, comparados com os atuais. Valiosíssimo para se entender o cap. 3 de Neemias.

Note-se que a colina do templo é o Monte Moriá.

O lugar marcado como Monte “Sião” no mapa, foi erroneamente chamado com este nome desde os tempos medievais, como mostram descobertas arqueológicas recentes [cf. CBASD-Comentário Bíblico Adventista do 7º Dia, vol. 3, p. 444.]



NEEMIAS 2 by jquimelli
1 de dezembro de 2019, 1:00
Filed under: Sem categoria

Texto bíblico: https://pesquisa.biblia.com.br/pt-BR/NVI/ne/2

Neemias não só confiou em Deus para lhe dar as palavras certas a serem ditas ao rei, mas também para abrandar o coração do rei e, assim, que ele pudesse responder ao seu pedido favoravelmente. E, como pedir permissão para visitar Jerusalém não fosse suficiente, Neemias pede ao rei uma carta que lhe autorizasse a reconstruir os muros de Jerusalém, a paixão que Deus implantara em seu coração. Deus impressionou o rei e ele concedeu o que foi pedido. Amém!

Como é sempre o caso, nem todos ficam felizes quando se começa a fazer algo para Deus. Satanás leva pessoas a se oporem à obra de Deus. Neste caso, Satanás usou Sambalate e Tobias, os funcionários amonitas a se oporem a Neemias. A resposta de Neemias foi: “O Deus dos céus é quem nos dará bom êxito” (v. 20). A chave para a prosperidade e sucesso, quando nos propomos a fazer a vontade de Deus, é confiar plenamente em Deus.

Além disso, Neemias era um trabalhador cuidadoso. Ele não começou a trabalhar antes de fazer uma avaliação clara dos prejuízos, de forma que pudesse conhecer a amplitude do trabalho a ser feito. É exigido rigor sempre que fizermos a obra de Deus.

Deus de Abraão, ajuda-nos sempre a fazer o Seu trabalho com perfeição.”.

Pardon Mwansa
Ex Vice-Presidente Geral da Conferência Geral da IASD
Vice Reitor da Universidade Rusangu, Zambia

Fonte: https://www.revivalandreformation.org/?id=661
Equipe de tradução: Pr. Jobson Santos, Jeferson e Gisele Quimelli



NEEMIAS 2 – COMENTÁRIO PR. ADOLFO SUÁREZ by Maria Eduarda
1 de dezembro de 2019, 0:55
Filed under: Sem categoria



NEEMIAS 2 – COMENTÁRIO PR HEBER TOTH ARMÍ by jquimelli
1 de dezembro de 2019, 0:45
Filed under: Sem categoria

NEEMIAS 2 – Embora Neemias fosse um líder político, administrador, governador, dedicado à construção do muro de Jerusalém, sua vida era tão consagrada a Deus como a do sacerdote Esdras. Neemias “começa como oficial do governo a serviço de um rei estrangeiro. Depois, torna-se um empreiteiro, chamado para construir os muros de Jerusalém, trabalho que ele nos relata. Esdras, seu cooperador, era um estudioso e mestre que se dedicava às Escrituras. Neemias trabalhava com pedras e argamassa. As histórias desses dois homens estão entrelaçadas num tecido sem emendas de vocação sagrada. Um trabalho não era mais importante ou mais sagrado que o outro” (Eugene Peterson).

Antes de considerar os tópicos do capítulo em apreço, tenha em mente que um capítulo sobre oração precedeu a estes eventos:
• Na rotina do serviço no palácio, o rei lhe pergunta sobre sua tristeza; certamente ele era alguém que exalava alegria por onde ia, tinha disposição e contagiava o ambiente em que estava. Sua mudança de humor foi nítida e o rei persa se preocupou com ele (vs. 1-3).
• Respeitosa e educadamente, sem arrogância e autoritarismo, Neemias pede licença para interromper seu trabalho no palácio para ir a Jerusalém reconstruir a cidade. O rei o liberou, ainda ofereceu-lhe recursos (vs. 4-6).
• Diante da solicitação de Neemias, o rei, bondosamente, deu mais do que ele pediu: Uma escolta para protegê-lo na viagem (vs. 7-9).
• Qualquer pessoa que fizer algo pelo povo de Deus enfrentará oposições e provocações. Neemias experimentou (vs. 10, 19-20).
• Neemias chega a Jerusalém, passeia pela cidade, não faz estardalhaço, anima aos líderes do seu povo, motivando-os a reconstruir os muros da cidade (vs. 11-18).
Embora este capítulo seja prático, cheio de atividades aparentemente seculares, o espírito do trabalho estava cercado por oração e espiritualidade.

Neemias ora antes de responder ao rei (v. 4); diante da resposta do rei ele nota a mão de Deus (v. 8); e, frente às ameaças ele declara: “O Deus dos céus nos dará sucesso” (v. 20).
• Nossa rotina diária deveria ser pautada pela mesma religiosidade que nossas atividades na igreja.
• Deveríamos consagrar nosso trabalho a Deus e agir sempre com oração, dedicação, educação e respeito.
• Precisamos abolir a diferença entre santo e profano; em tudo devemos priorizar a vontade de Deus.

Reavivemo-nos! – Heber Toth Armí.



NEEMIAS 2 – Comentado por Rosana Barros by Ivan Barros
1 de dezembro de 2019, 0:30
Filed under: Sem categoria

“Disse-me o rei: Que me pedes agora? Então, orei ao Deus dos céus” (v.4).

Passados alguns dias em jejum e oração, chegada era a hora de Neemias falar com o rei. Em anos de ditoso serviço, nunca dantes ele esteve triste diante do monarca. Em seu semblante não demonstrava uma expressão de insatisfação, mas revelava uma “tristeza do coração” (v.2), como dito pelo próprio Artarxerxes. Não lhe era permitido, porém, aparecer em seu trabalho de tal maneira. Diante da percepção do rei e da oportunidade de relatar-lhe o motivo de sua angústia, Neemias temeu sobremaneira.

Uma vez dita a sua queixa, foi-lhe dada a abertura de fazer o seu pedido. E após uma breve e objetiva oração, confessou ao rei o seu desejo, com o provável assentimento da rainha que estava presente num momento que poderia ser considerado como particular. A preocupação não era com os custos da viagem ou com o tempo em que Neemias ficaria fora do posto de seu dever. As perguntas seguintes revelam o apreço do rei por seu confiável copeiro: “Quanto durará a tua ausência? Quando voltarás?” (v.6).

Acertado “certo prazo” (v.6), e concedidas as condições necessárias para a viagem e para dar início à obra em Jerusalém, amparado pela boa mão de Deus, por onde passava, Neemias cuidava de comprovar a autorização do rei para que lhe dessem passagem pacífica e não interferissem no andamento da “boa obra” (v.18). Mesmo em face das cartas que tinha em mãos, houve resistência por parte de Sambalate, Tobias e Gesém, que fariam de tudo para atrapalhar os planos do fiel servo de Deus.

A discrição de Neemias em guardar silêncio a respeito do real motivo de sua chegada em Jerusalém, revela sua prudência como líder. Examinados os muros e a dimensão da obra, só então foi declarada a sua intenção, e o povo fortaleceu “as mãos para a boa obra” (v.18). Os opositores, contudo, logo se levantaram, zombando e desprezando o projeto. Mas não esperavam encontrar a firme convicção de um líder que não permitiria ser a obra vituperada.

Quão maior é a dimensão da obra que nos foi confiada para os nossos dias! Da mesma forma que Neemias encontrou o favor do rei, Deus promete nos favorecer tanto quanto nos acheguemos a Ele com plena confiança. Não é o ato de orar e jejuar que abre as janelas dos céus, mas a intenção por trás do ato. Neemias não entrou em barganha com Deus. Ele estava disposto a fazer a vontade do Senhor e a servi-Lo, ainda que tivesse de enfrentar oposição e perseguição.

Em tempos em que a verdade é desprezada, e os mensageiros de Deus não poucas vezes tem de enfrentar o escárnio, a postura de Neemias deve ser a nossa. Necessitamos da mesma disposição, coragem e ousadia. Precisamos confiar que “o Deus dos céus é quem nos dará bom êxito” (v.20), que a obra é dEle, e que Ele mesmo há de concluí-la. Sejamos, pois, Seus cooperadores, “esperando e apressando a vinda do Dia de Deus” (2Pe.3:12). Vigiemos e oremos!

Feliz semana, cooperadores de Deus!

Rosana Garcia Barros

#PrimeiroDeus #Neemias2 #RPSP

Comentário em áudio: youtube.com/user/nanayuri100



NEEMIAS 2 – COMENTÁRIO PR. RONALDO DE OLIVEIRA by Maria Eduarda
1 de dezembro de 2019, 0:10
Filed under: Sem categoria



NEEMIAS 2 – COMENTÁRIOS SELECIONADOS – atualizado 06:42 by jquimelli
1 de dezembro de 2019, 0:05
Filed under: Sem categoria

1093 palavras

nisso … ano vigésimo. A data era março-abril de 445 a.C., quatro meses depois de Neemias raceceber o relatório sobre Jerusalém. Bíblia de Genebra.

O tempo de Deus não é sempre facilmente compreensível mas é sempre perfeito para realizar Sua vontade (Dn 9:24-27). Andrews Study Bible.

temi sobremaneira. A despeito das palavras bondosas e compassivas do rei, Neemias percebeu o perigo. Ele compareceu triste diante do rei e estava prestes a pedir permissão para deixar o palácio. As duas coisas eram contrárias ao pressuposto fundamental da vida na corte persa: desfrutar da presença real era o auge da felicidade. O rei se indignaria, recusaria o pedido, destituiria o copeiro de seu posto e o colocaria na prisão ou perdoaria a aparente desonra e atenderia ao pedido? (CBASD- Comentário Bíblico Adventista do 7º Dia, vol. 3, p. 431).

3 onde estão os sepulcros dos meus paisComo outras nações antigas, os persas tinham grande respeito por tumbas e desaprovavam sua violação. Neemias utilizou sabiamente as palavras para atrair a simpatia de Artaxerxes para seu pedido com relação à cidade de seus antepassados (CBASD, vol. 3, p. 432).

Ele atribui sua aflição às ruínas de Jerusalém. Bíblia de Estudo Mathew Henry.

O que me pedes agora? O rei não apenas demonstrou percepção da situação mas também foi direto ao ponto.  Andrews Study Bible.

orei. Uma oração instantânea e silenciosa, uma prática que deve acompanhar a vida ativa de cada crente (Bíblia Shedd).

Com muito pouco tempo para pensar, Neemias imediatamente orou. Oito vezes neste livro lemos que ele orou espontaneamente (2.4; 4.4-5, 9, 5.19; 6.14; 13.14; 22.29). Neemias orava a qualquer hora, mesmo quando conversava com outros. Ele sabia que Deus está sempre no comando, está sempre presente e escuta e atende cada oração. Neemias podia orar confiantemente ao longo do dia porque havia estabelecido um relacionamento íntimo com Deus durante horas de oração estendida (1.4-7). Se queremos alcançar Deus com nossas orações de emergência, precisamos cultivar tempo para cultivar um forte relacionamento com Deus através de momentos de oração de maior profundidade (Life Application Study Bible).

Neemias orou antes de responder. A oração é significante no livro de Neemias e aparece em pontos cruciais (1:4; 2:4; 4:9; 11:17). Neemias aproveitou o momento e foi direto ao ponto: deixe-me reconstruir a cidade. Andrews Study Bible.

5 para que eu a edifique. Reedificar a cidade era um dos aspectos de reedificar a “Casa de Deus” (cf. Nm 12.7), um dos grandes temas nos livros de Esdras e Neemias.

matas. [NVI: floresta]. A palavra hebraica assim traduzida é pardesempréstimo de uma palavra do persa antigo que significa “recinto”, parque ou retiro agradável (Bíblia de Estudo NVI Vida).

madeira para as vigas das portas. O escopo do projeto de construção se torna claro: fortaleza, muros, residência do governador. Bíblia de Genebra.

No grego, a palavra se tornou paradeisosda qual vem a palavra “paraíso”. (CBASD, vol. 3, p. 432).

Exército. A escolta do novo governador (Bíblia Shedd).

10 Introduz os oponentes de Neemias. Andrews Study Bible.

ficaram sabendo. Referências ao fato de que os inimigos “ficaram sabendo” pontuarão o resto de 1.1 – 7.3 como um refrão (v. 19; 4.1,7,15; 6.1,16). O conflito foi aumentando até ser resolvido em 6.16. Bíblia de Genebra.

9-10, 19 Quando Neemias chegou em Judá, ele encontrou oposição. A oposição à reconstrução de Jerusalém durou 90 anos por parte daqueles que se assentaram na região quando os judeus foram levados cativos. Em todas as gerações sempre houveram pessoas com ódio do povo de Deus e tentaram frustrar os planos de Deus. Quando você tentar fazer o trabalho de Deus, alguns se oporão a você; alguns esperarão mesmo que você falhe. Se você aguardar oposição, você estará preparado para ela, em vez de ser surpreendido (1 Jo 3:13). Saber que Deus está por trás de seu trabalho é o melhor incentivo em face à oposição (Life Application Study Bible).

10. Sambalate Tobias. Sambalate era o principal oponente político de Neemias (v. 19; 4.1,7; 6.1,2,5,12,14; 13:28). Ocupava o cargo de governador da Samaria (cf. 4.1,2). […] Tobias era provavelmente governador da Transjordânia, sob o governo dos persas (Bíblia de Estudo NVI Vida).

Note a geografia da oposição: Sambalate/Samaria ao norte;  Tobias/Amom ao leste; e Gesém/árabes [v. 19] ao sul. Andrews Study Bible.

Há muitos descendentes desses dois homens, hoje, em todas as igrejas cristãs, criando obstáculos à obra de Deus. Esse homem corajoso [Neemias] enfrentou a zombaria deles e o pessimismo do povo com uma fé firme e grande confiança na mão de Deus (v.18) (Comentário Bíblico Devocional VT – FBMeyer).

11-16 O objetivo da operação secreta de Neemias era prover informações suficientes sobre a situação do sistema de defesas de Jerusalém sem alarmar os oponentes. … Neemias levou consigo apenas um pequeno grupo de apoiadores, possivelmente da sua casa ou família, para servir como guarda-costas assim como de observadores/agrimensores. Andrews Study Bible.

13 porta do monturo. Aparentemente recebeu este nome devido ao fato de o lixo da cidade ser levado através dela até o vale de Hinom (CBASD, vol. 3, p. 434).

Aqueles que construirão os muros da igreja devem, em primeiro lugar, examinar as ruínas sobre as quais edificarão. Bíblia de Estudo Mathew Henry.

16 magistrados. O termo [em acádio] aparece principalmente na literatura explica ou pós-explica e pode indicar liderança designada pelos persas local. Andrews Study Bible.

17,18 Após verificar a situação exata, é hora de se tornar ativo. A ação se inicia pelo convencimento da liderança para reconhecer a situação e responder corretamente. Andrews Study Bible.

Reavivamento espiritual geralmente começa com a visão de uma pessoa. Neemias teve uma visão e ele a compartilhou com entusiasmo, inspirando os líderes de Jerusalém a reconstruir os muros. Nós frequentemente subestimamos as pessoas e não as desafiamos com os nossos sonhos para o trabalho de Deus no mundo. Quando Deus plantar uma ideia em sua mente para fazer alguma coisa por Ele, compartilhe-a com outros e confie no Espírito Santo para impressioná-los com pensamentos similares. Não olhe para si mesmo como se fosse o único sobre o qual Deus está trabalhando. Frequentemente Deus Se utiliza de uma pessoa para levar a visão e outros para trazê-la à realidade. Quando você encoraja e inspira outros, você coloca a equipe de trabalho em ação para alcançar os objetivos de Deus (Life Application Study Bible).

19 Gesém, o arábio. Esse terceiro oponente de Neemias era, provavelmente, um chefe árabe que controlava o sul de Judá. Neemias é retratado como virtualmente cercado por inimigos: Sambalá ao norte, Tobias a leste e Gesém ao sul (4.7-8, nota). Bíblia de Genebra.

20 herança … direito … memorial. A resposta de Neemias a seus oponentes inclui linguagem legal. Andrews Study Bible.

memorial. Termo usado frequentemente com conotações rituais (Ex 12:14; 13:9; 28:29) e enfatiza o fato (também notado durante a reconstrução do templo de Esdras) que nem Sambalate [ou Sambalá] nem Tobias compartilhavam na adoração autêntica ao Senhor. Andrews Study Bible.




%d blogueiros gostam disto: